A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

05/09/2013 07:06

Angústias em uma sala de espera inspiram espetáculo de dança "Monólogos da Dor"

Lado B
Bailarinos em uma sala de espera de emoções.Bailarinos em uma sala de espera de emoções.

Momentos em uma sala de espera levaram a Cia do Mato a criar “Monólogos da Dor”. A contar pelo texto que inspirou o espetáculo, a apresentação promete ser visceral na noite desta quinta-feira, no teatro Aracy Balabanian.

Veja Mais
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular

A crônica “Sala de Espera”, do mestre em psicologia experimental Augusto Amato, foi o ponto de partida para a concepção e coreografia do bailarino Chico Neller.

Amato compara a dor a um talento “que se recusa a ficar no anonimato. Quer ser reconhecida por todos em cima do palco. Não aceita contracenar com outras dores, precisa do holofote só sobre ela. A dor é uma atriz que só é capaz de encenar monólogos...A sala de espera sufoca a voz da dor, amordaça sua importância, ignora seus sinais. O filme da dor é um filme de ação. A dor não aceita suspense”.

No palco, os bailarinos mostram emoções e reações de pessoas em uma eternidade particular na expectativa de encontrar com o médico e com noticias desagradáveis.

O espetáculo integra o projeto CenaSom da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. A direção e concepção coreográfica são de Chico Neller.

A Cia do Mato foi criada por Chico Neller como projeto que reuniu bailarinos de escolas públicas. Na coreografia desta quinta-feira, são 7 bailarinos em cena. A iluminação é assinada por Espedito Di Montebranco e a produção é de Débora Higa.

A apresentação começa às 20 horas, com ingressos a R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia).

Angústias em uma sala de espera inspiram espetáculo de dança Monólogos da Dor



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.