A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

23/06/2015 23:27

Com autores contemporâneos, Feira Literária de Bonito começa dia 8 de julho

Paula Maciulevicius
Ruberval Cunha, apresentando os delírios de Manoel de Barros, no lançamento da Feira Literária de Bonito. (Foto: Fernando Antunes)Ruberval Cunha, apresentando os delírios de Manoel de Barros, no lançamento da Feira Literária de Bonito. (Foto: Fernando Antunes)

Lançada na noite desta terça-feira (23), na livraria Le Parole, em Campo Grande, a 1ª Feira Literária de Bonito (Flibonito) quer trazer a Mato Grosso do Sul grandes nomes da literatura contemporânea, mas que ainda são pouco conhecidos aqui. Nos dias 8 a 11 de julho, a cidade distante 257 quilômetros da Capital se abre como as páginas de um livro para histórias e encenações. Entre os convidados, estarão: Elisa Lucinda, Ivan Andrade, Eucanaã Ferraz, André Sant'Anna, Mário Alex Rosa. 

Veja Mais
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais

A Feira vai homenagear o poeta Manoel de Barros, com o tema “Literatura: o Delírio da Palavra” e já será aberta com apresentação da peça “O Delírio do Verbo”, de Jonas Bloch, inspirada nas poesias de Manoel.

Curadora Maria Adélia Menegazzo, fala que programação foi pensada para investir nos leitores. (Foto: Fernando Antunes)Curadora Maria Adélia Menegazzo, fala que programação foi pensada para investir nos leitores. (Foto: Fernando Antunes)

Curadora da Feira, Maria Adélia Menegazzo, explica que os nomes que farão a programação foram pensados como um investimento na formação de leitores e na educação ligada à sustentabilidade. "Assim como na aplicação do conhecimento acerca do objeto que é a literatura. São nomes que as pessoas não conhecem mas estão todos na antologia da literatura brasileira contemporânea", descreve.

Além de oferecer a oportunidade do público sul-mato-grossense conhecer esses autores, a programação quer levar oficinas para trabalhar com os professores de Bonito e região as novas tecnologias. "Como os blogs literários, o torpedo para fazer poesia. A Feira vai trabalhar o livro como objeto", sintetiza Maria Adélia.

Dependendo do público, de quatro dias, a feira que deve seguir anualmente, pode passar para uma semana. Prefeito de Bonito, Leonel de Souza Brito, o Leleco, afirma que a expectativa é de ter no mínimo 5 mil pessoas passando pela cidade durante a programação.

"Estamos inserindo Bonito no roteiro através desse público seleto de pessoas que trabalham com a literatura. É uma inovação, uma coisa diferente para a cidade", frisa.

As inscrições para as palestras, oficinas e demais atividades podem ser feitas, a partir desta quarta feira (24), no site: www.flibonito.com.br.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.