A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

10/05/2014 07:51

Com dança e circo, atores apresentam saga de quem não consegue seguir viagem

Ângela Kempfer
A peça foi concebida pelos próprios atores Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues. (Fotos: divulgação)A peça foi concebida pelos próprios atores Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues. (Fotos: divulgação)

Malas cheias nas mãos de 2 pessoas com dificuldade para seguir viagem são as fontes para um "improviso" ensaiado no espetáculo “Homens de Solas de Ventos”. Com circo e dança, não há texto falado entre os dois atores no palco, só movimento.

Veja Mais
Com bugrinhos de Conceição, galeria reúne arte de MS e área ainda atende eventos
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital

Prestes a embarcar, eles ficam retidos na alfândega e começa então a transformação dos personagens. A trilha vai encadeando as cenas, mas são os objetos que pontuam o espetáculo que integra o projeto Palco Giratório e será apresentado hoje, de graça, em Campo Grande.

Retalhos em uma das bagagens, por exemplo, viram cordas e depois ganham cabos de vassoura para serem usados como trapézio. A dupla fica suspensa, em lados opostos do palco, sentados sobre as malas que parecem flutuar.

E quando todo mundo pensa que é só um espetáculo de beleza e acrobacias, as indicações se viram para um debate sobre o que é ser latino, o que é ser europeu e todo o preconceito que tal diferença estabelecida pode significar.

Outro elemento importante é a iluminação e o som de uma sirene, que simbolizam a marcação cerrada do órgão de vigilância para verificar se os dois homens estão se comportando na sala isolada.

Em um dos trechos, Ricardo, um viajante negro, é levado por policiais e acaba espancado, o que muda a personalidade do personagem a partir dali.

A peça foi concebida pelos próprios atores Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues, que já enfrentaram experiências desagradáveis em aeroportos mundo afora. Os dois criaram a Cia Solas de Vento, em São Paulo, e nos dias que antecederam a apresentação, os ministraram oficinas sobre Dramaturgia Corporal.

O espetáculo será neste sábado, às 20 horas, no Teatro Prosa, do Sesc Horto, com entrada franca.

Atores sobre as malas suspensas no ar.Atores sobre as malas suspensas no ar.
E ficam até de cabeça pra baixo.E ficam até de cabeça pra baixo.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.