A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

21/02/2015 07:24

Espetáculo lembra Rubens Correa, mestre do teatro, nascido em Aquidauna

Ângela Kempfer
Rubens Correa interpretando Artaud, ator morreu em 1996.Rubens Correa interpretando Artaud, ator morreu em 1996.

Rubens Correa é um dos monstros sagrados do teatro moderno brasileiro. Mas o que pouca gente sabe ainda hoje é que o ator nasceu em Aquidauana. Talvez por isso, além da natural reverência, o interesse por ele seja ainda maior entre os que fazem teatro por aqui.

Veja Mais
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo

Na próxima semana, o ator volta ao palco de Campo Grande, 18 anos após a sua morte. Será lembrado no espetáculo "Rubens Correa, um grande Artaud de Aqui”, referência ao poeta e escritor francês, Antonin Artaud, que ele interpretou com maestria.

As apresentações serão de 24 a 28 de fevereiro, às 20h, no Teatro Aracy Balabanian, sempre com entrada franca.

A produção é da Associação Artística Cultural Palco de Artes Cênicas/Grupo Teatral Palco Sociedade Dramática, financiada pelo Ministério da Cultura e governo estadual, graças ao prêmio que leva o nome de Rubens Correa.

Em cena, o ator e diretor Espedito Di Montebranco mostra vida e obra de Rubens, a partir, principalmente, de textos de Artaud, um escritor conhecido como um louco romântico, que falava por meio de cartas, poemas em prosa e verso, roteiros de cinema, peças de teatro, ópera, pintura, além de manifestos polêmicos. É um dos nomes da contracultura ocidental na década de 60.

No espetáculo, há também lembranças de Rubens Correa em Aquidauana, depois em internato no Rio de Janeiro, nos palcos do Brasil e passagem por hospitais psiquiátricos, no fim da vida.

Segundo o diretor, a peça é um reconhecimento à obra dos dois, principalmente de Rubens, já que tal memória se perde a cada ano em Mato Grosso do Sul. "A cada dia se torna mais distante, o nome de Rubens não figura em nenhum teatro ou espaço merecedor de sua grandeza, figura apenas em uma sala do Centro Cultural José Octávio Guizzo usada para reuniões", diz Espedito. 

A peça é recomendada para maiores de 10 anos e os ingressos podem ser retirados uma hora antes na bilheteria. O Aracy Balabanian fica no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na rua 26 de Agosto, 453.

 

Espedito Di Montebranco apresenta Rubens Correa, um grande Artaud de Aqui.Espedito Di Montebranco apresenta "Rubens Correa, um grande Artaud de Aqui".



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.