A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

31/03/2014 22:15

Festival em Corumbá terá Erasmo Carlos, Paulinho da Viola e Maria Gadú

Ângela Kempfer
Paulinho da Viola faz show no dia 2 de abril em Corumbá. (Foto: Divulgação)Paulinho da Viola faz show no dia 2 de abril em Corumbá. (Foto: Divulgação)

A diversidade musical é garantida mais uma vez este ano no Festival América do Sul, mas como Corumbá é a cidade mais carioca deste Estado, as atrações brasileiras têm um pezinho maior no samba.

Veja Mais
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias

A relação de artistas nacionais, confirmada na noite desta segunda-feira, traz Erasmo Carlos na abertura, no dia 30 de abril e, na sequência, Fundo de Quintal, Paulinho da Viola, Maria Gadú, Dani Black e Afroregaee no encerramento, em 4 de maio. Já os shows regionais serão com Giane Torres, Karina Marques, Haiwanna, Forró Zen e Tonico da Viola. 

De outros países os convidados são Los Masis (Bolívia), Dante Ledesma (Argentina), Ana Prada (Uruguai) e Lizandro Aristimuño (Argentina).

A programação inclui, pela primeira vez, um festival de monólogos do Brasil, Bolívia e Paraguai. Também está prevista mostra do cinema da América do Sul e outra nacional, além de duas exposições de artes plásticas, um delas com 24 artistas.

O FAS também criou este ano o Sarau/Bate-Papo de música, com Paulinho Moska falando sobre o tema "A música da América do Sul" e a Cia Ódoborogodó com Roberta Valente na conversa sobre "A História do Chorinho".

As atividades culturais serão distribuídas pela Praça Generoso Ponce, sede do Moinho Cultural, unidade do Sesc Corumbá e área central da Cidade Branca.

O lançamento oficial da festa hoje em Corumbá teve a presença do governador André Puccinelli. “É importante que não só nas relações econômico-financeiras nós façamos a integração, mas na relação cultural, gastronômica, literatura, poesias, artes plásticas, enfim, a integração dos nossos povos fará com que a cultura do nosso Estado, do nosso Brasil e dos povos da América do Sul se difunda, inclusive para os outros continentes”, disse ao jornal Diário Corumbaense.

Já são 11 anos de Festival que recomenda: “Sinta a arte, viva a Cultura”. Quem aparecer, terá a oportunidade de conhecer mais sobre as manifestações artísticas do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. (Com informações do Diário Corumbaense).




Parece um sonho!! Paulinho da Viola em Corumbá, o príncipe do Samba!
"O samba bem merecia
Ter ministério algum dia
Então seria ministro Paulo César Batista Faria"
Batatinha.
 
JESSICA MACHADO GONÇALVES em 01/04/2014 10:58:16
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.