A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

20/02/2013 07:07

Rádio na internet só toca músicas de artistas de Mato Grosso do Sul; Ouça

Ângela Kempfer
Acervo na casa do representante comercial. (Foto: Rodrigo Pazinato)Acervo na casa do representante comercial. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O projeto “Memória Fonográfica MS” sai da casa do representante comercial Carlos Luz e nesta semana as músicas de compositores e interpretes com trabalho em Mato Grosso do Sul começam a ser disponibilizadas na internet, na rádio “Som do Mato”.

Veja Mais
Danielle Winits vive Marilyn Monroe em peça que estreia em janeiro na Capital
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias

O nome é uma homenagem ao programa antigo da TV Brasil Pantanal, que valorizava a produção do Estado e era apresentado pela cantora e artista plástica Miska.

A emissora vai tocar 100% canções interpretadas por artistas daqui ou com trabalho significativo em Mato Grosso do sul, a única com essa função no ar atualmente.

O cadastramento da memória da música sul-mato-grossense começou há 12 anos. Hoje já são 30 mil músicas catalogadas e 500 digitalizadas para veiculação na internet.

Na rádio, por enquanto só podem ser ouvidas 52, de artistas das antigas e da nova geração.

A lista começa com “A banca do distinto”, com Juci Ibanhez. Também já estão tocando músicas de Geraldo Roca, Almir Sater, dos Espíndolas, Betinho Sacode... e de gente bem mais nova, como Karina Marques, além do som pop de Delay, banda Croa, Vaticano 69. “Tem várias vertentes, para valorizar o máximo possível dos gêneros”, diz Carlos.

Como tudo é feito na base da colaboração, as músicas serão disponibilizadas aos poucos. “É uma rádio simples, mas a ideia é chegar a 1000 composições”, explica Carlos Luz.

Os responsáveis aceitam criticas e sugestões. “Agora muita gente vai poder conhecer muitos trabalhos que nem chegaram em nossas rádios”, lembra Carlos Luz.




Boa incitiva é uma oportunidade para conhecermos as nossas raízes...
 
Ramão Medina Vieira em 24/02/2013 14:35:24
Parabéns ao Carlos Luz e ao Idemar Sprandel - que conceberam e deram vida tanto à rádio quanto ao projeto de preservação da nossa memória musical.
 
Boni Miranda em 22/02/2013 12:06:26
parabéns temos grandes artistas sem oportunidade em nosso estado, por exemploa dupra MAX & MIGUEL. e outros mais Que nao sao vistos.
 
luiz julio em 21/02/2013 10:39:26
O sr. aparecido bonfim, va para onde existe esta cbn, ok ..e um bom fim de semana, kkkk
 
adlberto moreira goes em 21/02/2013 09:25:41
Parabens por esta iniciativa q Deus te abençoi q tudo de certo
 
jairo amarante da silva em 21/02/2013 09:17:56
Adorei a ideia, acredito que esta iniciativa possa contribuir para a valorização da nossa cultura.
 
Lucimar Weiler em 21/02/2013 08:34:59
Precisamos é da CBN aqui em Campo Grande urgente. Só musica fulera nessas fm daqui, é brabo.
 
aparecido bonfim nogueira em 21/02/2013 00:27:06
Parabéns pela iniciativa!! Da-lhe Mato Grosso do Sul, sou gaúcha, mas adotei esta terra de coração!!
 
Lucimar Zimmer em 20/02/2013 18:30:32
Parabéns pela iniciativa, são passos assim como o Memória Fonográfica e agora a Rádio que a cultura sul-mato-grossense vai perdurando através dos tempos.
Um abraço e sucesso nessa nova empreitada.
 
Joao Benevenuto em 20/02/2013 17:34:14
Iniciativa de uma proposta esperada por todos em nosso estado e por todo o Brasil,pelos artistas, pelos apreciadores, enfim,por um sentimento de ausência que se chama saudade...felicito aos criadores e promotores dessa ideia que hoje circula em pauta e que divulga os nossos cantores,compositores, músicos que ainda perduram e sobrevivem da sua arte.Em nome dos meus grandes amigos... políticos,comerciantes, megaempresários todos que divulgam a sua atividade, juntem-se nesta jornada de respeito ao nosso estado nosso costume e o cultivo da nossa tradição.
 
Aurelio Miranda em 20/02/2013 16:48:39
Achei excelente essa iniciativa.
Como sugestão gostaria de propor disponibilizá-las para download. Muitas músicas de nossos artistas são requisitados por admiradores de outros estados e como não são comercializados discos/cds/músicas seria uma forma de valorizar e divulgar a nossa cultura
 
Paulo Machado em 20/02/2013 11:26:05
Grande Carlos Luz, sempre pioneiro e persistente. Parabéns por esta bela iniciativa.Sucesso!!
 
José Lopes em 20/02/2013 08:40:11
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.