A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

06/11/2011 12:03

Caminhão da Cultura quebra e orquestras improvisam apresentação

Ana Paula Carvalho
Orquestras improvisaram um sarau. (Foto: Divulgação)Orquestras improvisaram um sarau. (Foto: Divulgação)

Uma apresentação improvisada. Foi isso que os jovens da Fundação Barbosa Rodrigues, sob o comando do maestro Eduardo Martinelli, e da Orquestra Folclórica Juvenil, do Paraguai, comandada pelo maestro Papi Gálan, tiveram que fazer na noite de ontem, na praça central do bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande.

Veja Mais
Fim de semana tem Naiara Azevedo e contação de histórias
Descobertos na adolescência, Rafa e Ruan mesclam clássicos e pop sertanejo

O evento,parte da programação do projeto “Encontros com a música clássica” da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), teria apresentações das duas orquestras e de Plínio Fernandes, de 17 anos, que veio de São Paulo para tocar violão clássico. Tudo estava programado. Motos com caixas de som foram contratadas para fazer a divulgação na região, emissoras de rádio anunciaram o espetáculo que estava previsto para acontecer às 20h na praça central, onde o Caminhão da Cultura seria o palco.

Por volta das 12h, o nervosismo tomou conta dos lideres da comunidade, porque o caminhão não chegou para ser montado. Uma assessora da Fundação entrou em contato com o presidente do bairro, Jânio Macedo, pedindo que tudo fosse cancelado porque o veículo havia quebrado e não teria como montar palco e iluminação no local.

Mas como cancelar um evento em cima da hora e acabar com a expectativa de tantas pessoas? A decisão do maestro Martinelli e dos jovens da orquestra foi a de homenagear o público que estava presente improvisando um “sarau iluminado pela luz da lua”.

“Nós sentamos em uma roda e fizemos um tipo de sarau e o público montou uma arquibancada humana. Não era isso que era para ser feito, mas não dava para cancelar. Nós vimos senhoras vestidas como se estivessem prontas para ir a um teatro”, diz o maestro.

Enquanto isso a Orquestra Folclórica Juvenil do Paraguai aguardava em um hotel. Quando Eduardo Martinelli ligou para o maestro Pipa e avisou o que estava acontecendo e disse que iria se apresentar em respeito ao público, ele disse que tinha vindo de longe para se apresentar e era isso que faria. Apenas o musicista paulista não conseguiu apresentar suas músicas.

“Quando o público viu que a orquestra Paraguaia também tocaria, eles aplaudiram muito e no fim ficou um clima muito íntimo”, afirma.

De acordo com o presidente do bairro, Jânio Macedo, aproximadamente 400 pessoas estiveram na praça prestigiando as apresentações. Foram duas horas de espetáculo. “Tinha gente do Coronel Antonino, do Centro, do Aero Rancho. Tinha gente de vários bairros”, afirma.

O diretor da Fundac, Roberto Figueiredo, afirmou que uma nova data será marcada para a apresentação da orquestra na comunidade e, que desta vez, será no Caminhão da Cultura. Ainda de acordo com ele, a apresentação de ontem não foi oficial e que só aconteceu porque o maestro Eduardo Martinelli atendeu ao pedido do público e aceitou se apresentar.

Segundo o diretor, não tinha o que ser feito porque o caminhão quebrou e não tinha tempo hábil para arrumá-lo. O projeto teve início na sexta-feira com apresentações na Praça do Rádio. Agora, elas acontecerão no Teatro Glauce Rocha. “Nós não podemos tirar o brilho do evento”, diz.




Parabéns a orquestra e ao maestro Eduardo Martinelli.
 
Jessica Lopez em 08/11/2011 12:34:25
Bela de uma semvergonhice o que o diretor da FUNDAC falou, e bela de uma vergonha para os técnicos do mesmo orgão que não tem a honra de ter jogo de cintura diante de um evento de porte internacional, so quem esta perto para saber o que rola nos bastidores.
 
Francisco Neres em 08/11/2011 12:01:19
Parabéns para a orquestra, sempre que posso assisto as apresentações e estou orgulhosa.
 
Patrícia Ramos Caetano em 07/11/2011 12:29:40
O erro certamente foi terem avisado em cima da hora. Mas alugar grupo gerador também não dá, por conta da burocracia que a prefeitura precisa ter. De toda forma, o espetáculo foi lindíssimo, parecia uma sala íntima. No fim das contas, eu acho que esse espetáculo não seria a mesma coisa se tudo tivesse dado certo. Tinha uma magia no ar, algo diferente, jamais saberei explicar...
 
Luziana Peixoto em 07/11/2011 09:39:42
Sinistros acontecem, e lamentamos naturalmente.
Mas não podemos de forma alguma enxergar apenas um lado da moeda.
A prefeitura de Campo Grande apoiou e muito o festival como um todo, com passagens hospedagem, alimentação etc.
Sem dúvidas o prefeito tem um carinho grande pelo evento.
Agradeço muito o apoio dele na edição de 2011, assim como nos anos passados.

Maestro Eduardo Martinelli
 
Eduardo Martinelli em 07/11/2011 08:35:12
Vale ressaltar, e o que vale é apresentação e nao em cima do que apresentou.
quando compro um produto COMPRO PELO CONTEUDO E NAO PELA EMBALAGEM,
OU SEJA problemas acontecem, devemos achar solução e nao ficar colocando BRASA tentando colocar fogo......

Valeu PREFEITURA/ FUNDAC promova eventos, nao se deixe incomodar com os INVEJOSOS, pois nos votamos em vcs pela competencia e a URNA 2012 DIRÁ
 
Jacqueline Michelly em 07/11/2011 02:30:22
Realmente, concordo com o comentário do Sergio Correa, se quebrou ao meio dia, porque não deram um jeito? Desmarcar o evento ia ser realmente a maior falta de respeito com o público que ja fora avisado do evento. Se alguma autoridade política estivesse presente no evento ai sim iriam correr pra arrumar qualquer coisa. Realmente estamos precisando rever os conceitos, cultura é prioridade também!
 
Mari Armôa em 06/11/2011 09:43:01

Eu fui! A apresentação foi lindíssima. O Maestro Martinelli está de parabéns. Foi uma apresentação maravilhosa a luz da lua. A Orquestra Juvenil do Paraguai fez uma apresentação emocionante. Todos de parabéns. Menos a prefeitura que por descaso ou sei lá o que faltou com a responsabilidade. Grata pela linda noite.!!!!
 
adevanir silva em 06/11/2011 08:27:25
caminhao quebrou as 12hs..o evento era as 20hs..não poderiam alugar um grupo gerador por 3hs e fazer a apresentação??..
 
Sergio Correa em 06/11/2011 02:03:44
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.