A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

29/05/2012 17:38

Cinema para mamães com trilha sonora do choro dos bebês

Mariana Lopes
No meio de tantas mulheres, Murilo ganhou destaque com o pequeno Matheus (Foto: Mariana Lopes)No meio de tantas mulheres, Murilo ganhou destaque com o pequeno Matheus (Foto: Mariana Lopes)

Cheirinho de bebê que na maioria das vezes não combina com as salas de cinema. Mas na tarde de hoje, a sessão das 14h, do Cinemark, foi toda estruturada para receber as mamães e seus respectivos filhotes. Na telona, o filme “Jovens Adultos”, e a trilha sonora principal ficou por conta de um chorinho lá, outro cá e, em alguns momentos, até em coro.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

“Não tem problema, a gente sabe o que as mães passam e o ouvido já está acostumado”, garante Fabiana Carvalho Reis, 31 anos, que estava acompanhada do pequeno Júlio, de 1 ano e 8 meses. Ela conta que desde que ficou grávida dele, hoje foi a primeira vez que foi ao cinema.

A ideia é promover uma tarde de lazer para as mães aproveitarem com os filhos de até um ano e meio. Na sala tem fraldário, tapete de EVA com brinquedos, a iluminação é mais clara, o ar condicionado com a temperatura menos fria e no corredor de entrada um espaço especial para deixar os carrinhos de bebês.

O ambiente é novidade tanto para as mães, que geralmente deixam de lado alguns programas depois da gestação, quanto para as crianças, que quando não estão dormindo ou mamando, estão com os olhos bem atentos a tudo o que acontece.

Larissa Barbosa, 28 anos, tem dois filhos, uma menina de 3 anos, que teve que ficar com a avó, e o pequeno Nícolas, de 4 meses, que foi acompanhar a mamãe na sessão. “Depois que engravidei vim uma vez com a minha mais velha, mas não deu muito certo. Hoje estou fazendo o teste com ele”, conta.

A sessão teve 41 bebês (Foto: João Garrigó)A sessão teve 41 bebês (Foto: João Garrigó)

No meio de tantas mamães, lá estava Murilo Zede de Barros, 24 anos, um pouco deslocado, com o filho Matheus, de 1 ano e 3 meses. Mas sem se intimidar, ele mostrou que estava na mesma situação do que as mulheres, quando preparou a mamadeira do pequeno e e fez o menino dormir. “Estou de férias e aproveitei para ter um momento com meu filho”, conta o papai.

Antes de o filme começar, é bem comum crianças no corredor, um levanta e senta de mães que se revezam na troca de fralda, no preparo da mamadeira. Sem contar que, para cada uma, no mínimo uma poltrona extra, reservada exclusivamente para a sacola do bebê.

Por falar em poltrona, as do cinema parecem apropriadas para a sessão. Também era bem comum notar mães que se aproveitaram da mobilidade delas para balançar aqueles bebês que estavam prontos para um cochilinho.

Meia luz e o filme começa. Porém, o cenário não muda muito. O levanta e senta, o revezamento no fraldário, arruma mamadeira, crianças pelo corredor... Continuam. Mas e daí? Se fosse diferente, não seria para as mamães com bebês de até 1 ano e meio.

Projeto CineMaterna - O projeto veio de São Paulo e Campo Grande é a 18° cidade a recebê-lo. Segundo Irene Magashima, fundadora do ConeMaterna, toda última terça-feira de cada mês o Cinemark irá oferecer uma sessão às 14h, com algum filme que já esteja em cartaz, especialmente para as mães.

A sessão de hoje foi de graça, para poder apresentar o projeto, mas as seguintes serão cobrados ingressos.

Na hora de trocar a fralda, uma lanterna foi bem vinda para auxiliar (Foto: Mariana Lopes) Na hora de trocar a fralda, uma lanterna foi bem vinda para auxiliar (Foto: Mariana Lopes)
Na entrada, corredor de carrinhos (Foto: Mariana Lopes)Na entrada, corredor de carrinhos (Foto: Mariana Lopes)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.