A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

28/01/2016 15:00

Universal compra 24 mil ingressos, mas só dá gato pingado em estreia de filme

Paula Maciulevicius e Adriano Fernandes
As primeiras sessões começaram às 11h45, no Cinemark e 13h45, no Cinépolis. (Foto: Adriano Fernandes)As primeiras sessões começaram às 11h45, no Cinemark e 13h45, no Cinépolis. (Foto: Adriano Fernandes)

A partir de hoje a bancada evangélica domina as sessões de cinema da Capital. Nas três redes, são mais de 26 horários do filme "Os Dez Mandamentos". No Cinépolis, comprar ingresso na bilheteria só a partir de fevereiro. No UCI, duas salas foram destinadas ao longa. Uma delas está lotada até quarta que vem e a outra, só restam cadeiras mais perto da tela. 

Veja Mais
Final de semana tem a volta de Anjos da Noite, comédia nacional e animações
Semana tem ação com a volta de Jack Reacher, além de ficção e terror

Os cinemas da Capital nunca viram tantas sessões para outro filme. Também, pudera, a Igreja Universal aposta no longa como evangelização e chegou a comprar milhares de entradas para distribuir, de graça. Só a do bairro Tiradentes comprou 24 mil ingressos.

As primeiras sessões começaram às 11h45, no Cinemark e 13h45, no Cinépolis. Talvez os horários tenham frustrado um pouco a movimentação. Filas tímidas, cadeiras vazias e meia dúzia de gato pingado. 

Na porta do Cinemark, no Shopping Campo Grande, até católico foi presenteado e resolveu assistir. Clézio Martins e Ritalice do Prado, estavam passeando quando foram presenteados. O casal não acompanhou a novela, mas acredita que o filme pode ser assistido por todos.

“Independente da religião as pessoas devem assistir por ser uma história bíblica, mas na verdade só vou conferir mesmo o filme, porque ganhei o ingresso enquanto passeávamos pelo shopping”, conta Clézio. 

Vindos de Rio Verde, Charlie Miranda e esposa Angélica Miranda, acompanharam quase todos os capítulos da novela e mesmo sabendo que seria tudo repetido, estavam ansiosos para a emoção de conferir a história na telona.

“A sensação é diferente. Poder ver tudo o que foi contado numa versão resumida, na tela grande do cinema é muito emocionante”, relatam.

Babá, Stephanie Júlia, de 19 anos, conseguiu folga do trabalho para assistir a estreia com a sogra. Assim como ela, a patroa também é da Igreja Universal do bairro Tiradentes e permitiu a ida. “Nós adquirimos e doamos no último mês 24 mil ingressos para serem distribuídos. Nas próximas semanas, vamos estar evangelizando e doando o restante dos ingressos no culto”, conta. 

O longa é baseado na novela da Record. A história do filme já foi passada de graça na TV, mas com o suceso de audiência, os 176 capítulos dos oito meses de trama foram condensados em um filme de duas horas.

Para conferir os horários, clique aqui

Igreja Universal aposta no longa como evangelização e chegou a comprar milhares de entradas para distribuir, de graça. Parte do Público que conferiu a sessão das 11h45 no Cinemark.Igreja Universal aposta no longa como evangelização e chegou a comprar milhares de entradas para distribuir, de graça. Parte do Público que conferiu a sessão das 11h45 no Cinemark.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.