A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

09/10/2013 06:20

"Mãos sem Fronteiras" oferece de graça terapia com uso de energia

Anny Malagolini
Pacientes em processo de terapia (Foto: Divulgação)Pacientes em processo de terapia (Foto: Divulgação)

A ONG “Mãos sem Fronteiras” promete o alívio de dores e problemas de saúde com o uso da energia e a "Estimulação Neural". Uma técnica até famosa entre quem busca tratamentos alternativos, a diferença importante é que o trabalho é oferecido de graça.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

O projeto existe no mundo todo e no Brasil tem sede em Curitiba, onde no Hospital das Clínicas funciona ambulatório para fazer esse atendimento há mais de 10 anos. 

O serviço chegou a Campo Grande e uma das pessoas que presta o atendimento é a médica voluntária Maria das Graças Spengler. Ela conta que conheceu a prática há quase 10 anos e começou o estudo por curiosidade. "Vi resultados e fiquei contente, e passei a praticar com frequência", explica.

É uma terapia complementar para o auxílio aos tratamentos convencionais. "Não propomos que parem com o tratamento. Trabalhamos com os órgãos vitais que estão relacionados com a patologia que as pessoas têm. Não prometemos cura. Não existe vínculo religioso ou filosófico, é apenas uma técnica”, esclarece.

Maria também explica que a técnica consiste no estímulo do campo magnético corporal, para trazer bem estar, melhora na qualidade de vida, reforçar a imunidade e amenizar as dores. 

Uma sessão dura cinco minutos. Para enfermidades consideradas graves, como câncer, diabetes e dependência química são recomendados 10 minutos de terapia. E ela pode ser feita todos os dias, dependendo do caso.

Em 2012, a aposentada Célia de Almeida Amorim, de 65 anos, descobriu o projeto e levou o marido, Lourival Aparecido Amorim, de 66. Ele tem o mal de Parkinson há 13 anos, por isso Célia diz que não hesitou e resolveu levar o marido a tentar a alternativa. Para o casal, foi uma boa surpresa: “Os tremores diminuíram na hora”, relata.

Desde então, Lourival recebe aplicações da técnica semanalmente e a melhora é visível, segundo Célia. “Sempre acreditei que tínhamos energia no corpo, tem que trabalhar de forma positiva e vi isso na autoestima do meu marido também, ele é outra pessoa”.

O tratamento é realizado na rua José Antônio, 1266 , às terças-feiras, das 19 às 21 horas, e às sextas-feiras, na rua Dr.Paulo Machado, 339, das 17h30 às 18h30.

Alguns voluntários treinados podem ensinar a técnica para auto tratamento ou em familiares. Na Capital, o curso é oferecido duas vezes por ano e custa R$ 150. O próximo será ministrado no dias 24 e 25 de novembro. Mais informações pelo 9981-0959, 9995-9348, 9929-7375 ou 3326-2221.

Técnica consiste no estímulo do campo magnético corporal (Foto: Divulgação)Técnica consiste no estímulo do campo magnético corporal (Foto: Divulgação)



O ar, a água, o sol, a natureza, o homem, etc, tudo é energia e, através das mãos, principalmente podemos transmiti-las. Parabéns pela reportagem!
 
Juçara Rosa em 09/10/2013 06:37:39
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.