A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

22/03/2014 07:47

Abaixo assinado de moradores consegue trazer enfermeira de volta a posto

Paula Maciulevicius
A transferência aconteceu, mas teve volta. Kátia ficou pouco mais de um mês longe dos moradores do Aero Rancho, mas retoma o trabalho nesta segunda-feira. (Fotos: Marcos Ermínio)A transferência aconteceu, mas teve volta. Kátia ficou pouco mais de um mês longe dos moradores do Aero Rancho, mas retoma o trabalho nesta segunda-feira. (Fotos: Marcos Ermínio)

O abaixo assinado movido pelos moradores do Aero Rancho há um mês, para a volta de uma das enfermeiras do posto de saúde da região, teve um final feliz para todo mundo. O documento que coletou mais de 1000 assinaturas virou notícia no Lado B, porque enquanto uns até apanham nas unidades de saúde da Capital, têm profissionais pelos quais os pacientes compram briga.

Veja Mais
Enquanto uns até apanham, enfermeira ganha abaixo-assinado para não deixar posto
Despedida dominou a web na semana em que todo mundo coloriu de verde o coração

Quem começou a iniciativa foi a dona Neide, apelido do nome Antônia Aurineide Maciel, moradora do Aero Rancho. Quando a notícia da transferência da enfermeira Kátia Maciel Ribeiro, de 28 anos, chegou aos seus ouvidos, ela logo tratou de tentar reverter a situação. Numa folha de papel sulfite, à caneta, o documento era intitulado como “queremos nossa Kátia e nosso gerente Reginaldo”. O argumento era de que não podiam tirar dali uma pessoa já conhecida de todos para trazer outra que não sabe o nome e nem as necessidades de ninguém do bairro.

Kátia tem três anos como enfermeira na UBS do Aero Rancho.Kátia tem três anos como enfermeira na UBS do Aero Rancho.

Nessa sexta-feira, o telefone da redação tocou e a voz animada do outro lado linha trazia boas notícias à redação. Era a dona Neide dizendo que um mês depois de travada a batalha, a enfermeira Kátia voltaria à UBS (Unidade Básica de Saúde). “Foi maravilhoso! Ela está de volta na segunda-feira, vamos até fazer uma festinha aqui em casa para comemorar a volta da Kátia”, disse.

A protagonista da história tem sete anos de formada e completa três de posto no Aero Rancho em setembro. A volta oficial à unidade será nesta segunda-feira, dia 24. “Eu fico feliz porque acaba que os pacientes são como a nossa família. A gente se preocupa extremamente com eles”, comentou.

O abaixo assinado pegou ela de surpresa. Kátia não esperava tamanha reação dos moradores contra a sua transferência. “Foi demais, porque não é comum. Você entra numa unidade e vê tanta reclamação do SUS e de repente a população inteira resolve fazer um abaixo assinado? Fique surpresa”, resume.

A transferência aconteceu, mas teve volta. Kátia ficou pouco mais de um mês longe dos moradores do Aero Rancho. “Graças a Deus eu estou de volta, o que a gente faz é o mínimo sabe? A gente luta e dá o melhor, eu sempre tentei fazer o melhor”, comenta.

Para a enfermeira, as mil assinaturas influenciaram bastante. “Vê a população pedindo alguma coisa, já que a gente atende e trabalha para eles, nada mais justo atender não só esta, mas outras reivindicações tem que ser ouvidas e eu fico muito agradecida por tudo o que fizeram por mim”, finaliza.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.