A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

20/06/2016 06:15

Amigos dão a volta ao mundo com jantares, jeito delicioso para continuar juntos

Paula Maciulevicius
Jantar temático coloca comida, decoração, música e até caracterização em cena. No caso, a japonesa. (Foto: Johnny Sancre)Jantar temático coloca comida, decoração, música e até caracterização em cena. No caso, a japonesa. (Foto: Johnny Sancre)

Carol, Karina e Vanessa terminaram o curso de Odontologia em 2009 e desde então cobram de si encontros frequentes, como elas prometeram sete anos atrás. Apaixonadas por viagens, numa conversa despretensiosa, elas decidiram que dariam a volta ao mundo através de jantares temáticos. A ideia foi posta à mesa em abril, numa noite italiana, seguida da mexicana até chegar a última, agora em junho: a japonesa.

Veja Mais
Aos 56 anos, Márcia é parceira do filho do tênis de LED ao Pokémon Go
Papai é a estrela, mas Mamãe Noel pode fazer toda diferença no Natal

O grupo se fechou em oito participantes junto com os maridos. O jantar funciona como um "jogo de panelas", mas sem competição, onde cada uma arca com as despesas da noite - comida e decoração temática - quando chega a vez de ser anfitriã. E tudo precisa ser feito por elas mesmas, sem "terceirização". Como o marido de uma delas é fotógrafo, até retratos oficiais a brincadeira ganhou.

Caroline foi a primeira a carimbar o passaporte da volta ao mundo com os amigos. Por ter afinidade com a culinária italiana e já ter visitado o País é que ela escolheu preparar um pouquinho da Itália, em casa. "Me vesti de italiana, recebi o pessoal, meu marido também e até o nosso cachorrinho", conta Caroline da Cruz Gonçalves, de 28 anos.

Mesa ganhou as cores da Itália e a própria massa de decoração. (Foto: Johnny Sancre)Mesa ganhou as cores da Itália e a própria massa de decoração. (Foto: Johnny Sancre)

À "tavola", Caroline serviu pães e queijos de entrada, com lasanha como prato principal e tiramisù de sobremesa. "A gente organizou desde alimentação até a música típica e decoração, tudo mesmo", completa. A sala de jantar recebeu as cores da bandeira italiana - verde, vermelha e branca, junto de massa como decoração na mesa.

"É uma coisa muito legal, a gente ri bastante e quando chega, cada pessoa procurou e pesquisou algo para vir. A gente procura usar algumas coisas da linguagem, então gera uma pesquisa e preparação que vem de mais de uma semana antes da festa", detalha Caroline.

Como "terceirizar" está fora de questão, o improviso manda muito na decoração e também nas roupas. "Usei guardanapo de boca para fazer meu cabelo, a gravata do meu marido foi para o cachorro. É um jogo muito divertido", explica.

Pães, queijos, vinhos e os próprios italianos fizeram a festa. (Foto: Johnny Sancre)Pães, queijos, vinhos e os próprios italianos fizeram a festa. (Foto: Johnny Sancre)
Cenário montado por Caroline, a anfitriã da noite junto dos amigos. (Foto: Johnny Sancre)Cenário montado por Caroline, a anfitriã da noite junto dos amigos. (Foto: Johnny Sancre)

Karina foi a segunda anfitriã e que aproveitou os dotes que ela e o marido têm para a cozinha mexicana. "Servimos chilli, guacamole, tacos e nachos e de sobremesa, paleta mexicana", enumera a também dentista Karina Severo Pupin, de 29 anos.

A casa ganhou as cores do México, além de itens que fazem referência à cultura como mariachis, caveiras e cactos. "Estudamos até algumas palavras para recebê-los. É uma forma de estarmos juntos todo mês, em algum lugar que é divertido e dando risada das fantasias", descreve. Karina recebeu os amigos vestida de Dona Florinda, acompanhada do Professor Girafales.

Karina foi a segunda a receber o grupo, vestida de Dona Florinda, ao lado do Professor Girafales. (Foto: Johnny Sancre)Karina foi a segunda a receber o grupo, vestida de Dona Florinda, ao lado do Professor Girafales. (Foto: Johnny Sancre)
Grupo em noite mexicana. (Foto: Johnny Sancre)Grupo em noite mexicana. (Foto: Johnny Sancre)
Mariachis! (Foto: Johnny Sancre)Mariachis! (Foto: Johnny Sancre)

Vanessa foi a última a por as mãos na massa e levou os amigos a uma viagem para o Japão. A dentista admite que não tem lá muita prática na cozinha e para seguir os critérios da "volta ao mundo", recorreu ao curso de comida japonesa que já tinha feito anos atrás.

Além do menu, ela investiu na decoração improvisada. Jogou lençol branco naquilo que está no dia a dia na sala de jantar e fez até uma cerejeira de galho seco e seda. Para o jantar, serviu um baquete: edamame, nori temperado, shimeji, brócolis com molho tarê, sunomono, guioza, rolinho primavera, além do sushi e sashimi. 

"Acaba sendo muito engraçado, porque a gente se veste com personagens. Nossa ideia também é a de fazer países que ainda não conhecemos e até temas de filmes", explica Vanessa. O próximo jantar será em julho, na temática árabe. 

Apesar de toda produção no jantar, o motivo principal é encontrar os mesmos sorrisos que se viam diariamente sete anos atrás. "Somos melhores amigas desde a faculdade, começamos a fazer pensando em nos reunir, mas a gente não imaginava que ia ficar tão sério assim", brinca a dentista. 

Curta o Lado B no Facebook. 

Último jantar foi oriental, feito por Vanessa. (Foto: Johnny Sancre)Último jantar foi oriental, feito por Vanessa. (Foto: Johnny Sancre)
mas diverte à beça! (Fotos: Johnny Sancre)mas diverte à beça! (Fotos: Johnny Sancre)
Decoração e figurino vai no improvisoDecoração e figurino vai no improviso



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.