A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

27/11/2016 07:10

Após 12 anos de namoro, amigos e noivos mostram que casamento não exige frescura

Thailla Torres
Amigos de infância, seguiram juntos na profissão e no amor. (Foto: Souza Fotografia)Amigos de infância, seguiram juntos na profissão e no amor. (Foto: Souza Fotografia)

O casamento é sempre muito mais especial quando se tem a cara dos noivos. No de Meriellen e João não podia ser diferente. Além de fazer com que cada cantinho da festa tivesse o estilo deles, foi o figurino dos noivos que chamou atenção. Longe do salto e do sapato social, entraram de botas, assim como os padrinhos.

Veja Mais
Com quadros de amigos e fotos do passado, casa de Isac é pura recordação
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz

A ideia foi dos dois, inspirada na vontade dele. "Um dia ele me disse que não queria casar de terno e todo engomadinho como todo mundo faz, queria mesmo era calça jeans e bota. Mas aí eu pensei: Por que não usar bota também?", diz Meriellen Rouldino Reggiori Battistelli, de 26 anos.

O uso do acessório não foi uma novidade, Meriellen e João são um casal jovem que sempre viveu o rústico no dia a dia. Da infância à vida adulta, os dois são apaixonados até pela mesma profissão. Formados em Zootecnia, o uso da bota faz parte da rotina e por isso, no casamento, os dois se sentiram em casa.

Madrinhas também trocaram o salto alto pela bota e  fizeram a alegria dos noivos. (Foto: Souza Fotografia)Madrinhas também trocaram o salto alto pela bota e fizeram a alegria dos noivos. (Foto: Souza Fotografia)

"Já é muito difícil eu colocar um terno, trabalho o tempo todo em fazendas, então eu não conseguiria ir todo do social", completa o marido, João Vitor Fernandes Battistelli, de 29 anos.

Além da bota, ele usou calça jeans e chapéu para compor o look. "Para mim foi maravilhoso, muito melhor do que se eu tivesse colocado um terno. Tinha tudo do nosso jeito, uma festa rústica igual nosso estilo de vida", frisa.

Para a felicidade do casal, os dois ainda encontraram amigos que compraram a ideia do estilo. Padrinhos e madrinhas ousaram com as botas de couro que destoava dos vestidos de festa. "Quando eu contei que usaria bota, todas gostaram e também disseram que usariam. Fizeram com carinho e isso foi ainda melhor", diz Meriellen.

O casamento foi planejado em um ano, depois de 12 anos de namoro, de um amor que começou na adolescência. O casal teve o destino a favor, quando os dois se encontraram morando na mesma rua. "Desde criança eu já via ele, mas nunca tive uma amizade. Mas eu tive foi coragem de falar para um amigo nosso em comum que eu estava apaixonada. É claro que ele ficou sabendo e desde então, da nossa primeira conversa, tudo começou", lembra.

Padrinhos deixaram de lado a calça social, pelo conforto do jeans no dia do casamento. (Foto: Souza Fotografia)Padrinhos deixaram de lado a calça social, pelo conforto do jeans no dia do casamento. (Foto: Souza Fotografia)

Meriellen recorda que os dois sempre tiveram um jeito simples e o gosto pelas mesmas coisas, o que contribuiu para que o momento do sim fosse ainda mais especial. O sonho de casar já existia e, por isso, tudo precisava ser exatamente como eles. "Nos sentimos à vontade. É nosso estilo de vida e realmente foi uma festa rústica, mas feita com amor e carinho", descreve.

Toda a festa surpreendeu os convidados e teve muita gente que ficou emocionada. "Tinham muitas amigos que formaram com a gente e sabem do nosso jeito. Foi um casamento simples, mas cheio de amizade e companheirismo. Em que ninguém precisou de regra na hora de se vestir, mas estava ali só para ver a nossa felicidade", comenta.

E não foi só nas botas a surpresa. Os noivos decidiram mudar um pouco do repertório e também o menu da festa. Na música, foi o sertanejo e as modas de viola que animaram. No buffet, o destaque foi para o churrasco.

Depois de selar a união, o que ficou foram as lembranças de um dia muito especial. "Foi tudo do jeito que a gente sonhou. São muitos anos juntos e isso foi pra reafirmar tudo. João é minha calma, já que tenho um lado mais impulsivo. Agora, é continuar amando", declara.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.