A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

18/07/2016 07:15

Cadelinha cresceu junto com namoro e leva alianças em cerimônia simples

Naiane Mesquita
Bull terrier Akira levou as alianças com direito a véu na cabeça (Foto: Fernando Antunes)Bull terrier Akira levou as alianças com direito a véu na cabeça (Foto: Fernando Antunes)

De véu na cabeça, alianças penduradas e uma coleira rosa, Akira era o centro das atenções pouco antes do casamento. Mais ansiosa que os convidados, ela andava de um lado para o outro com seu guardião, enquanto o noivo corria para ajeitar os últimos preparativos do casamento. A cerimônia simples, porém, do jeitinho que os dois queriam, teve como momento especial a entrada da cachorrinha, que levou o símbolo do matrimônio para os “pais”.

Veja Mais
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz
Passada "nuvem negra" que trouxe o câncer, rosa tatuada no braço une 4 mulheres

 

Comportada entrando no salão (Foto: Fernando Antunes)Comportada entrando no salão (Foto: Fernando Antunes)

Akira tem um ano e oito meses de idade, mais ou menos o que Marcel e Isabely têm de namoro. “Eu sempre quis um cachorro da raça Bull Terrier. Quando começamos a namorar eu falei para ela desse desejo e um tempo depois nós compramos. A Akira acabou se tornando a nossa filhinha, não podia deixar de incluir ela na cerimônia”, afirma Marcel Cavalheiro, 28 anos, funcionário púbplico.

Apesar de agitada, Akira seguiu todo o protocolo e fez direitinho na cerimônia. Na hora de encontrar os noivos, ela aproveitou e ganhou um abraço. Isabely não resistiu, as lágrimas foram inevitáveis. Para Marcel, o casamento se tornou um sonho para os dois ao longo dos meses.

“Eu sempre quis me casar, encontrar uma pessoa que fosse importante para mim e eu achei. Ela é perfeita, maravilhosa, tudo que eu sempre desejei”, acredita o noivo.

Foi Marcel que colocou os últimos detalhes da decoração no salão de festas do condomínio da avó de Isabely. O restante foi tudo muito simples. Almoço e um bolo foram servidos, o último inclusive contou com o desenho dos noivos, de Akira e do gato da família, Bart.

Noiva chorou ao abraçar a filhinha (Foto: Fernando Antunes)Noiva chorou ao abraçar a filhinha (Foto: Fernando Antunes)
Noivo era só alegria ao retirar as alianças (Foto: Fernando Antunes)Noivo era só alegria ao retirar as alianças (Foto: Fernando Antunes)

Os anéis entregues por Akira uniram o que estava certo no coração há muito tempo. Os votos escritos pelos próprios noivos mostram muito sobre o sentimento. Ajoelhado e com bom humor, Marcel não teve medo de dizer que o amor por Isabely foi a primeira vista.

“Desde o dia em que eu vi na igreja, imprimindo os convites de uma festa, eu pensei, meu Deus é essa”, confessa.

Já Isabely, contrariando o senso comum, diz que nunca quis uma festa ou um casamento formal, mas que hoje é o melhor dia da sua vida.

“Eu te amo muito, você é muito além do que eu sonhei. Sabe que nunca quis um festa, casar, mas você me convenceu e hoje eu vejo o quanto é especial. Vamos ter dias ruins e dias bons, talvez alguns a gente nem queira olhar um na cara do outro, mas em nome de Jesus, o vento vai vir sempre e vai ser suave, como hoje, e o nosso amor vai florescer”.

Cadelinha cresceu junto com namoro e leva alianças em cerimônia simples
Cadelinha cresceu junto com namoro e leva alianças em cerimônia simples
Cadelinha cresceu junto com namoro e leva alianças em cerimônia simples
Cadelinha cresceu junto com namoro e leva alianças em cerimônia simples



sejam felizes, e foi perfeito a escolha da dama de honra, para levar as alianças.
 
Sergio Ferreira de Lima em 18/07/2016 11:54:28
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.