A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

28/07/2014 06:45

Casamento após 5 meses de namoro chega aos 60 anos e ele ensina; 'É só amar"

Aline Araújo
O casal completou na sexta-feira 60 anos de amor incondicional. (Foto: Célia Nazarko)O casal completou na sexta-feira 60 anos de amor incondicional. (Foto: Célia Nazarko)

O amor nasceu rápido. Do namoro ao casamento foram apenas cincos meses e hoje eles comemoram Bodas de Diamante. A união que completa 60 anos começou no escurinho do cinema. “Ela sentou na minha frente e quando as luzes acenderam, e eu a olhei, já sabia que era com ela que iria me casar”, lembra o ainda apaixonado, Antônio Ângelo de Assis, de 83 anos. Para ela, Florentina Isabel Eusébio de Assis, de 77 anos, o encontro não foi diferente. “Foi amor à primeira vista”, confirma.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

Era janeiro de 1954, ela tinha 17 anos e morava no município de São Roque, interior do estado de São Paulo, aos 23, era soldado do Exército brasileiro e estava a trabalho na cidade. Depois que os olhares se cruzaram e o casal trocou as primeiras palavras, já estavam decididos sobre o que queriam.

Naquele tempo, os namoros eram diferentes. No começo, só se andava de mão dadas e os namoros de sofá eram acompanhados por alguém da família. Enfrentar a resistência da família dela foi o primeiro desafio. 

Dia de celebração na sexta-feira, na igreja.Dia de celebração na sexta-feira, na igreja.

“Eu avisei ele para não ir lá em casa fardado”, explica Florentina, o problema era que a mãe não gostava de militar, mas o sentimento dos dois foi mais forte, e a benção da família foi conquistada na insistência. Com o namoro sacramentado, o noivado veio a galope e o casamento foi concluído.

Não demorou muito para as filhas começarem a nascer. A fisioterapeuta Izunilda, de 58 anos, foi a primeira, depois veio Inezilda, 54 anos, e por último a caçula Ana Maria, de 52 anos.

Com o passar dos anos, a família morou em muitas cidades, devido as transferências de Antônio, em 1971 eles passaram por Campo Grande pela primeira vez, mas foi em 1984 que decidiram adotar a cidade como lar.

As filhas casaram por aqui e a família só cresceu, hoje são seis netos e quatro bisnetos, para eles os avôs são exemplo. “Se eu tiver a sorte de ter uma união com pelo menos metade do tempo da deles, eu já estou feliz”, comenta a neta Luciane Lazzario, de 25 anos.

O beijo para marcar as 6 décadas juntos. (Foto: Célia Nazarko)O beijo para marcar as 6 décadas juntos. (Foto: Célia Nazarko)

A comemoração das bodas do casal já é tradição na família, eles comemoraram Bodas de Prata (25 anos), Bodas de Ouro (50 anos) e agora a de Diamantes. “E a gente espera estar comemorando novamente daqui a mais 10 anos”, diz Inezilda.

As filhas são as responsáveis por planejar toda a comemoração, que começou na Igreja Nossa Senhora de Fátima, com a renovação de votos e seguiu para uma festa para cem convidados no buffet Romeu e Julieta, preparado com carinho para receber a família e os amigos mais próximos.

A felicidade e elegância estava estampadas no rosto e no visual do casal, ela de vestido vermelho e ele de terno, representavam ali em cima do altar o espelho e exemplo de toda a família. “É emocionante a gente acha que com o tempo uma hora acaba, e não, continua! Relacionamento é sempre um aprendizado”, diz a filha Ana.

“Não tem segredo. É só ter muito amor, paciência e respeito. E relevar muita coisa também” afirma Florentina. Ele concorda e resume: “É só amar”.

Antônio e Florentina ao lado das filhas. (Foto: Célia Nazarko)Antônio e Florentina ao lado das filhas. (Foto: Célia Nazarko)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.