A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

21/04/2013 10:56

Com livros e pregações, pastor pretende fazer nova reforma protestante

Mariana Lopes
A igreja não tem suplemento para ensinar, afirma Wesley. (Foto: Marcos Erminio)"A igreja não tem suplemento para ensinar", afirma Wesley. (Foto: Marcos Erminio)

"Pastores que mentem, pastores que roubam, pastores que traem suas esposas, pastores com problemas de bebida... Houve uma épca que o título de pastor levava com ele um certo peso, um respeito. Mas, hoje em dia, o termo pastor está mais ligado com escandâlos". Essas palavras, por incrível que pareça, estão registradas em um livro escrito por um pastor, que resolveu colocar a boca no trambone e tenta fazer uma nova "reforma protestante".

Veja Mais
Despedida dominou a web na semana em que todo mundo coloriu de verde o coração
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980

Wesley Festa, 39 anos, é colaborador na liderança do Ministério Resgate há 7 anos e está revoltado com a postura dos que se dizem crentes no evengelho. Sem papas na língua, ele acusa, mas sem citar nomes, que 99% dos pastores trabalham contra Deus, e acrescenta que "toda desgraça do mundo é da igreja".

"A igreja não tem suplemento para ensinar, estão todos corrompidos, os pastores se utilizam da palavra de Deus para ganhar dinheiro, manipulam para se baneficiar", julga Wesley. Na opinão dele, nos dias de hoje é melhor ser pastor do que bandido com arma nas mãos. "Bandido rouba e vai preso, enquanto os pastores, vestidos de terno, tiram dinheiro dos fieis na moral, e nada acontece", aponta.

No livro "Onde está a Igreja?", lançado nesta semana, Wesley Festa trata sobre o assunto com bastante severidade. "A igreja protestante está levantando dinheiro para enriquecer pastores, mas nenhum deles quer saber de sair de dentro do templo e ir ajudar os irmãos que precisar, os drogados, as prostitutas, os carentes", critica.

Segundo Wesley, o livro foi bastante criticado no meio evangélico, principalmente por pastores, que se sentiram ofendidos com as acusações. "Não citei nome de ninguém, mas quem não gostou foi porque a carapuça serviu", comenta.

Questionado se acredita em uma mudança de postura, já que enxerga tantos erros dentro da própria igreja que frequenta, Wesley dá uma resposta positiva. "A salvação é muito individual, se salva aquele que crê em Jesus e caminha com Ele, mas aposto que o cenário pode ser outro, só é preciso mudança de postura dos pastores, daqueles que são designados a cuidar do rebanho", afirma.

Na manga, Wesley Festa já tem outra publicação pronta, intitulada "Templo é Dinheor. Pequenas Igrejas, Grandes Negócios", no qual ele também fala da postura de pastores que que assumem o ministério apenas para ganahar dinheiro. "Quem são os líderes que estão dentro da igreja? O Diabo é mais crê mais em Deus do que todo mundo, mas ele se discipulou e levou multidões junto", pontua.

Porém, ele ainda naõ tem previsão para lançá-lo. "Sofri muita provação enquanto tantava publicar o primeiro livro,  foi uma batalha árdua, o inferno fica agitado com as grandiosidades que podem converter pessoas", explica.

A crítica vem junto com a afirmação de que é exceção em meio aos corruptos. Wesley se orgulha em dizer que desenvolve um trabalho no Esquadrão da Vida, no qual ajuda homens e mulheres em situação de risco na sociedade. "Deus não quer igreja enfeitada, Ele quer é que a gente saia de dentro dos templos e vá para as ruas evangelizar, é lá que estão os que precisam da palavra", afirma. Segundo pastor Wesley, todo o dinheiro arrecado na venda do livro será revertido para o projeto social.

 




Realmente chego em 26/01/2014, onde farei 30 anos de batizado cansado e desiludido principalmente com certas igrejas Pentecostais e na parede Neo Pentecostais, com a carga sobre o povo de Deus colocando o jugo do Velho Testamento sempre com o intuito de obter dinheiro, não é que eu não seja dizimista mas, a ameaça e o medo pregado nos púlpitos encostam o mal formado teologicamente cristão dizendo , se não der vai ser amaldiçoado, se não der não vai prosperar, olha o migrador, olha o cortador, cobrando primícias no valor do dizimo vejo pastores prosperando formando seus filhos esposas na faculdade enquanto o pobre irmãozinho fica catando migalhas debaixo da mesa de seus senhores, isto não esta certo e até triste observar certas coisas e se você fala alguma coisa é polemico.
 
Pedro Paulo Pereira de Abreu em 31/07/2013 18:09:32
MATEUS 10:34-39



34– Não pensem que eu vim trazer paz ao mundo. Não vim trazer a paz, mas a espada. 35Eu vim para pôr os filhos contra os pais, as filhas contra as mães e as noras contra as sogras. 36E assim os piores inimigos de uma pessoa serão os seus próprios parentes.

37– Quem ama o seu pai ou a sua mãe mais do que ama a mim não merece ser meu seguidor. Quem ama o seu filho ou a sua filha mais do que ama a mim não merece ser meu seguidor. 38Não serve para ser meu seguidor quem não estiver pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhar. 39Quem procura os seus próprios interesses nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo, porque é meu seguidor, terá a vida verdadeira.

 
Jose Eduardo Studenik em 26/04/2013 22:11:07
AMEM E AMEM..PASTOR WESLEY, ESTOU AQUI, POSSO COLABORAR NESTA OBRA TÃO MARAVILHOSA? QUANTO ÀS LUTAS ELES VIRÃO DECERTO, PORÉM, CRISTO VENCEU POR NÓS. ESTOU NO AMAPÁ, MEU MINISTERIO É O DA LIBERTAÇÃO. MUITO DURO, MUITO DIFICIL MAS NÃO É IMPOSSIVEL. EU SOU UM DAQUELES "LOUCOS" QUE CRÊ NO MACHADO QUE FLUTUA, QUE CRÊ QUE PODE ORAR EM VOLTA DA MURALHA ENFIM...ESTOU AQUI HUMILDEMENTE PARA LHE OFERECER MINHA AJUDA COM OS DONS QUE DEUS ME DEU, ATRAVES DE JEJUM, COSAGRAÇÕES E ORAÇÕES. AMEM
MISSIONARIO CESSAR A. SILVA
 
MISSIONARIO CESAR A. SILVA em 24/04/2013 22:39:09
Autor de um livro polêmico, intitulado “Onde está a igreja?”, o pastor Wesley Festa declarou que não é contra nenhuma igreja e que não odeia nenhum pastor, mas que condena atitudes enganadoras praticadas por estes que vão ao sentido oposto do que determina a Bíblia Sagrada. Conforme declarou numa nova entrevista exclusiva para o Jornal Liberdade, se for preciso, Festa irá declarar guerra contra os ensinamentos errados praticados por falsos pastores para que a igreja torne a caminhar no sentido correto ordenado por Deus.

Segundo o pastor, a igreja não deveria fechar as portas para os necessitados, muito pelo contrário, é preciso estar sempre de braços abertos para ajudar o irmão carente, que precise de ajude, mas o que vem acontecendo é totalmente o oposto. “A palavra de Deus é bem clara quando diz que a igreja tem que amar, cuidar, oferecer alimentos, ensinar o que é certo, mas o que temos visto hoje em dia são pessoas sendo manipuladas, enganadas por pastores pecadores, que fazem totalmente o contrário do que deveria ser feito”, disse o pastor.

Para ele, a igreja deixou de pregar pela libertação, os féis de hoje estão presos dentro de suas igrejas, pois os pastores não querer perder o seu público para as demais. ”Um fiel não pode ir à outra igreja porque o pastor de lá não deixa, um pastor não pode ir pregar em outra igreja porque o pastor de lá não quer. Isso está causando uma divisão muito grande na sociedade, a igreja veio para libertar as pessoas e o que ela está fazendo hoje é justamente o contrário, está prendendo as pessoas”, esbravejou apontando uma das falhas das igrejas de hoje.


Festa disse que seu livro aponta cinco passos para a identificação de falsos pastores. “Geralmente um falso pastor fica muito centrado no “eu acho”, “eu sei”, ele é sempre o centro das atenções, o pastor acaba se tornando o Deus de sua igreja, com as pessoas fazendo tudo por ele”, explica o pastor.

O pastor ressalta que a identificação de um falso pastor é muito simples, basta questioná-lo quanto às obras sociais desenvolvidas em usa igreja através do dízimo pago pelos féis. “As pessoas devem interrogar os seus pastores, chegar e perguntar para ele para onde está indo o dinheiro doado no dízimo, para onde vão as doações recebidas pela igreja. As pessoas não podem mais aceitar isso, e um momento de se levantar contra tudo que esta sendo pregado de forma errada”, afirmou Wesley festa.

O livro do pastor pode ser encontrado nas livrarias: Betel (Avenida Calógeras, 2093); Kadosche (Rua 14 de Julho, 2645); Chekunah (Rua Pedro Celestino, 1802); e na Igreja Ministério Resgate (Rua Maracaju, 989).
 
pr.wesley festa em 23/04/2013 16:23:07
É, esta na hora dos pastores sairem do seu mundinho de super star e fazer o que a palavra de Deus ensina, ir por toda a nação e pregar o evangelho, pois Deus vai cobrar de cada um deles a responsabilidade que eles tiveram com suas ovelhas, com a palavra de Deus não se brinca, Deus é fiel. Temos só que agradecer o pastor Wesley, pela coragem e audácia pelo lançamento desse livro.
 
clovis rafael em 22/04/2013 07:36:43
parabens,o titulo é bom e o assunto é interessante, igreja ja virou negócio e ta perdendo o foco....e se o dinheiro do livro for revertido para a caridade melhor ainda, o´dinheiro de livros e cds, publicados por padres tambem são obrigatoriamente revertidos para instituições de caridade......
 
daniela dias em 22/04/2013 00:24:59
Parece incrível, mas é verdade! Eu também estou no evangelho há mais de 20 anos, e acabei de escrever um livro com o título: "Experiências na Obra de Deus". A obra já se encontra na editora para ser analisada, e no nome de Jesus será publicada. O conteúdo principal se refere à corrupção na obra de Deus nos presentes dias. Fala de obreiros que não estão qualificados para serem obreiros, e com isto a obra de Deus não está andando de acordo com a palavra. Tem pastor que só tem um ano de crente e já é pastor. O pastor Wesley está de parabéns por pensar e agir assim, declarando ao público que ser pastor não é profissão para ganhar dinheiro, mas é para ganhar almas para o reino de Cristo.
 
Olices Trelha em 21/04/2013 20:17:27
Acho que este pastor vai comprar briga, pois não é fácil fazer o que ele está propondo...pois fico com o que ele diz: 99% deles estão preocupados mais em arrecadar dinheiro, cobrar dos seus fiéis mesmo às vezes sem terem condições de dar alguma coisa. Inclusive conheço um que teve a cara de pau de me dizer que o que ele ensina aos seus fiéis é pagar o dízimo...pois isto é bíblico. Ou seja prá mim ele não está preocupado em ajudar e sim em arrecadar...inclusive deixei de ir na sua igreja a partir dia que ele reclamou que nem todos haviam pagos o dízimo daquele mês.

 
Felicio da Silva em 21/04/2013 19:54:49
Oferece 100 mil pra ele e vê se é coisa de Deus ou é coisa do diabo.
 
Paulo Gonçalves em 21/04/2013 19:08:22
E o maior Homem que aqui ja passou não consegui mudar o mundo.........
 
Gilberto Pereira em 21/04/2013 19:01:07
Esse pastor está 100% certo. Provavelmente é um "homem de Deus" verdadeiro. Sou católico e sempre vi os pastores criticando nossa Igreja, mas com o passar do tempo, todos vimos que os argumentos usados por falsos pastores, eram vazios de fundamentos. Lutero lutou contra a venda de "indulgências", que era a venda do perdão de Deus pelos padres. Hoje os protestantes (ditos descendentes de Lutero), cobram muito mais caro, pelos mesmos serviços e se escondem atrás de um terno preto. Admiro muito igrejas evangélicas e pentecostais sérias, são uma benção para muitos, mas o pastor Wesley está correto. Parabéns pastor pela sua coragem, que Deus o fortaleça nesta luta.
 
Gilberto Ozuna em 21/04/2013 18:49:59
Dá licença...alguém já viu ou ouviu falar se houve na história mundial alguma instituição que tenha causado mais desentendimentos desavenças e desencontros do que aquelas ditas religiosas ???
 
arnaldo saracho em 21/04/2013 18:38:52
Edir macedo tambem criou uma igreja para fazer a diferença. Tenho 52 anos, meus bisavós eram ja eram evangelicos. cresci dentro da igueja, sigo a Jesus Cristo o meu Rei, Meu Mestre e Salvador. Lendo o artigo acima posso dizer com todo franqueza Seu Edir está ganhando mais um concorrente.......Fui
 
sylas nogueira em 21/04/2013 18:00:45
Esse é o CARA!!!Parabéns Pastor Wesley,estávamos mesmo precisando de uma pessoa que falasse tudo que muitos precisam ouvir(ou ler)!
 
alceu silva em 21/04/2013 17:52:23
Que Deus te proteja, pois a maioria dos falsos profetas se levantarão contra ti. Concordo que realmente a maioria das igrejas hoje em dia são "Grandes Caixões Dourados", como já dizia o Pr. Sóstenes Mendes. Sei que há excessões. Por isso mesmo, deve-se punir os malfeitores a fim de preservar aquelas instituições que são verdadeiras.
 
Eugenio Isidoro em 21/04/2013 17:43:51
CONCORDO SEM DÚVIDAS COM O PASTOR WESLEY, A IGREJA BRASILEIRA SE TORNOU UMA IMPORTADORA "ESPIRITUAL" DOS EUA. SÓ QUE O QUE NÃO DEU CERTO LÁ ESTÁ DANDO CERTO AQUI, PROVA DISSO ESTÁ NA VIDA ESPIRITUAL DAS IGREJAS DE LÁ. A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE É UMA PROVA DISSO.
 
Jary Guasina em 21/04/2013 16:19:01
... daí ele descobre que deus não existe e viveu feliz para sempre!!
 
David Ferreira em 21/04/2013 14:23:25
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.