A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

30/06/2015 06:35

Com nome de Neymar, cachorro vira astro de calendário com celebridades

Naiane Mesquita
Neymar Júnior Dog recebendo um chamego da atriz e modelo Giovanna Ewbank (Foto: Reprodução/Instagram)Neymar Júnior Dog recebendo um chamego da atriz e modelo Giovanna Ewbank (Foto: Reprodução/Instagram)

O olhar dele é tão meigo que quase esconde a garra que Neymar Júnior Dog tem. Com apenas dois aninhos de idade, o vira-lata sul-mato-grossense viu de perto a violência e redescobriu o amor nos braços de uma veterinária.

Veja Mais
Aos 56 anos, Márcia é parceira do filho do tênis de LED ao Pokémon Go
Papai é a estrela, mas Mamãe Noel pode fazer toda diferença no Natal

Agora, com um perfil no Instagram e mais de 3,5 mil seguidores, Neymar estrela uma campanha pela inclusão de animais com deficiência ao lado da atriz e modelo Giovanna Ewbank.

Neymar posa como garoto propaganda da Ong Ampara. Neymar posa como garoto propaganda da Ong Ampara.

Toda essa história de amor e superação quem conta é a mãe de Neymar. Aline Akagui Silva Harada, 34 anos, o encontrou pela primeira vez quando o pequeno havia acabado de sofrer um acidente.

"Ele foi latir em um prédio e o vizinho chutou ele. Com isso deslocou a coluna. Uma senhora que estava próxima pegou e cuidou dele até o dono aparecer. Quando a dona viu me ligou, porque sabia que eu era estudante de veterinária", explica.

Foi ali, em meio às dificuldades que os dois se conheceram. Com a perninha quebrada e os problemas na coluna, Aline resolveu levar Neymar, que na época se chamava Marley, para a clínica da faculdade onde cursava veterinária.

"O primeiro passo foi engessar a perninha e ele pode voltar para casa. Mas, alguns dias depois a dona me ligou dizendo que ao contrário do que prevíamos ele não voltou a andar. Achamos estranho e pedimos uma avaliação. Foi quando descobrimos a lesão na coluna", relembra.

Quando soube que Neymar não poderia mais andar, a dona desistiu de continuar com o tratamento. "Ela não tinha condições, queria entregar para o Centro de Zoonoses para a eutanásia. Não concordei em nenhum momento", diz.

Para Aline, os momentos difíceis passados ao lado de Neymar eram suficientes para que ela continuasse a lutar pela vida do pequeno. Entre idas e vindas na clínica e outros problemas de saúde, os dois permaneceram firmes e fortes.

"Já tinha lutado tanto para conseguir as coisas para ele, e logo depois, o Neymar precisou lutar contra a cinomose, broncopneumonia, rejeição ao pino na perna, hepatite, ficou internado na UTI um tempo. Mas isso só fez ele ficar cada vez mais forte", acredita.

Bastidores do ensaio com Giovana Bastidores do ensaio com Giovana

Agora, dois anos depois, o pequeno guerreiro é o astro de uma campanha da Ampara, a maior ONG (Organização Não Governamental) da América Latina, que oferece surporte às outras instituições que ajudam os animais.

Envolvendo diversas celebridades e com tema "especial é ser diferente", a organização elaborou um calendário em que atrizes e modelos posam ao lado de animais que tem algum tipo de deficiência física. Neymar foi selecionado por meio de uma votação na internet.

"O pessoal começou a acompanhar o Instagram dele, ver os vídeos, as fotos, como ele é alegre e acabamos ganhando. Viajamos para São Paulo, fizemos a foto com a Giovana e ela foi um amor com o Neymar, super atenciosa", se derrete Aline.

Agora para melhorar a locomação do cãozinho, a veterinária já encomendou uma cadeira de rodas, que custa R$ 600. "Ela é feita sob medida, por isso um pouco cara e demora para ser produzida", aponta.

Com a repercussão na internet, Aline afirma que acabou entrando em contato com muita gente e recebendo informações que ajudam no desenvolvimento do filhote. Com toda essa repercussão e um nome que ajuda, Neymar Júnior Dog promete fazer muita gente suspirar ainda mais com tanto charme. "Eu recebo muitos comentários no Instagram, tem gente que manda e-mail e todo mundo gosta que eu responda como o Neymar e não como a Aline", ri a veterinária.

Para quem ficou curioso do porque do nome, Aline afirma que não é nada demais. "Os pelos dele quando eu o adotei eram todos arrepiados. Parecia o cabelo do Neymar na época", brinca.

Cachorrinho recebeu o nome de Neymar porque os pelos eram arrepiados na infância Cachorrinho recebeu o nome de Neymar porque os pelos eram arrepiados na infância



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.