A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

22/04/2014 06:34

Depois de 3 filhos e uma separação, eles desistiram de brigar e se casaram

Elverson Cardozo
Após 3 anos de separação, casal voltou a trocar alianças. (Foto: Arquivo Pessoal)Após 3 anos de separação, casal voltou a trocar alianças. (Foto: Arquivo Pessoal)

A história do radialista Edson Jorge Mangini de Almeida, 47, e da enfermeira Silvia Aparecida Pereira Silva de Almeida, 44, é a prova de que o amor mora nas coisas mais simples e que o coração é um “engraçadinho”. Mostra, também, que nem sempre vale a pena fugir, fingir que não quer aquela paixão do passado, porque o destino se mostra irônico a vida dá voltas que a gente nem imagina.

Veja Mais
No Tiradentes, brasão do Chapecoense surge na rua como uma homenagem do bairro
Com quadros de amigos e fotos do passado, casa de Isac é pura recordação

Edson e Silvia se conheceram e se apaixonaram na adolescência, durante os encontros no pátio da escola onde estudavam. Ela, na época, com 15 anos e ele com 18. Da paixão de jovenzinhos nasceu um romance que acabou virando coisa séria.

Depois 25 anos juntos, vivendo uma união estável, o casal, que mora em Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande, rompeu, mas o amor, esse sentimento que a gente não consegue controlar, nem explicar direito, insistiu em permanecer.

O resultado foi um novo namoro e, agora, o casamento oficial, no papel. As alianças foram trocadas no último sábado (19), em uma cerimônia para cerca de 130 pessoas. “Teve muito choro e emoção”, contou o noivo. “Foi um acontecimento que mexeu muito com a gente e moveu familiares de vários lugares”, completou a noiva.

A solidão e o reencontro - Mas, antes dos votos, Edson e Silvia amargaram a solidão de um fim que não fez bem para ninguém. Depois da separação, o radialista chegou a engatar um novo romance que, no final, não de certo. A enfermeira bem que tentou, mas nem isso conseguiu.

Edson e Silvia no início da relação. (Foto: Arquivo Pessoal)Edson e Silvia no início da relação. (Foto: Arquivo Pessoal)

Durante quase três anos, eles viveram longe um do outro, embora sempre estivessem pertos por conta das três filhas. Silvia só pensava em Edson e ele só tinha olhos para ela.

Com tanta identificação, a história não poderia terminar diferente. Os “pombinhos” voltaram a se aproximar, mas, desta vez, a conquista começou do zero. A nova tentativa partiu dos dois, garante Edson.

“A gente viu que um precisava o do outro. Minha filha, que mora em Campo Grande, iria fazer uma cirurgia nos olhos e viajamos para acompanhar. Aí começamos a conversar e o clima pintou de novo. O amor sempre permaneceu, mas ficou guardado”, disse.

Silvia conta a mesma a coisa, mas acrescenta que, com o rompimento, ambos sofreram e, por isso, sozinhos, passaram a enxergar o valor da relação que tiveram. Começaram, na verdade, a se enxergar, coisa que o comodismo não deixava.

“Antes eu só via os defeitos, mas depois passei a ver as qualidades. A mesma coisa aconteceu com ele. A gente sabia que o amor estava ali, adormecido, e ele começou a renascer. Brotou de novo”, explicou. Namorados mais uma vez, o casal resolveu manter segredo para fazer uma surpresa para os familiares e amigos e, claro, para as três filhas, que sempre torceram pelo romance dos dois.

Silvia, Edson e as filhas. (Foto: Arquivo Pessoal)Silvia, Edson e as filhas. (Foto: Arquivo Pessoal)

“A gente ficou namorando um tempinho, quase um mês, daí a Silvia colocou no Facebook dela que estava em um relacionamento sério e todo mundo começou a perguntar, querendo saber quem era. Resolvemos fazer um jantar para ela apresentar o novo namorado às filhas. Era eu. Foi um chororó danado. Sabe como é amor de filho, né? Ficaram felizes”, contou o radialista.

“De bem” - Casados, de bem, eles revivem o passado, mas comemoram o início de uma nova história com paixão à segunda vista. Edson comenta que a relação “deu um uprade”. Silvia diz que tudo mudou para melhor e, agora, já sabe que, na vida de um casal, os pequenos detalhes fazem toda a diferença.

“A gente acha que é para sempre e vai se entregando à mesmice, não se preocupa em elogiar, dar presente... Tem que se preocupar em fazer o outro feliz também. [...] Peço a Jesus para manter essa chama acesa dentro dos nossos corações”, declarou.




Parabéns ao casal, uma história de muito amor, paciência e resiliência. Que Deus os abençoe e os proteja, que se tornem mais unidos, agora com a benção de Deus.
Felicidades !!!
 
Angela Maria Mangini em 23/04/2014 14:25:53
Nossa adorei a matéria, me enchi de esperança novamente, parabéns aos noivos, que sejam felizes novamente.
Linda matéria Campo Grande News.
 
Cláudia dos Santos Henrique Barbosa em 22/04/2014 15:50:29
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.