A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

07/10/2015 12:28

Elegemos melhor forma de sinalizar buraco na casca de laranja que virou a cidade

Ângela Kempfer
Elegemos melhor forma de sinalizar buraco na casca de laranja que virou a cidade

O Lado B resolveu fazer uma matéria de utilidade pública, na tentativa de identificar qual a melhor maneira de sinalizar um buraco no asfalto desta casca de laranja que virou Campo Grande. Fica a dica para quem cansou de esperar uma ação da prefeitura e resolveu protestar ou apenas acabar com as crateras por conta própria.

Veja Mais
Astrologia védica mostra o futuro, mas também ensina a aceitar o destino
Como mágica, o amor encontrou o palhaço e romance vive liberdade em belas fotos

No nosso concurso de melhores ideias ganha, e com ampla vantagem, o sujeito que contornou os buracos na Avenida Três Barras usando tinta branca. O trabalho foi muito eficiente. Percebemos que o risco de cair em uma cratera diminuiu consideravelmente, porque é possível ver de longe a marcação, voltar aos tempos de autoescola, e ativar o módulo zigue-zague do veículo. Até de noite a iluminação reflete no branco pintado no asfalto.

Nas ruas da cidade, encontramos especialista em estradas de terra, o agrônomo Renan Borges, 31 anos. Por conta da profissão, já deve ter rodado por muitos lugares quase intransitáveis. Ele também vota no contorno do buraco como melhor escapatória. “A prefeitura tinha era que tampar. Mas essa ideia de pintar foi uma boa, porque você já vê de longe", reforça.

Com comércio na Três Barras, ele já presenciou dois acidentes por conta de buracos e também já perdeu pneu do próprio veículo. "Aqui nunca nem teve cone não. A prefeitura não fez nada. A gente, os moradores, que temos que fazer o preventivo. O jeito é pintar, pelo menos chama atenção", justifica.

Novos cones da prefeitura foram espalhados pelas ruas de Campo Grande.Novos cones da prefeitura foram espalhados pelas ruas de Campo Grande.
Também tem protesto com placas por aí, mas só servem para protestar, sem efeito na sinalização.Também tem protesto com placas por aí, mas só servem para protestar, sem efeito na sinalização.

No caso da Três Barras, o morador garantiu desempenho melhor dos motoristas que a própria prefeitura, que está na lanterninha da sinalização, com uma das piores maneiras de alertar sobre o buraco, na opinião dos motoristas.

O município resolveu utilizar cones, que ultimamente têm surgido com design diferente, mais finos, e com uma bola no alto, algo esteticamente terrível. Parece que a cidade virou canteiro de obras, apesar de ser justamente o contrário. "Para mim, o problema é que trava o trânsito. Esse cones ocupam muito espaço e o buraco acaba ganhando proporções bem maiores", diz o professor da UFMS, Gilberto Trindade.

Nessa enquete pelas ruas esburacadas, é incrível, não tem um entrevistado que escapou ileso de um buraco no meio do caminho. “Já perdi um pneu por causa do buraco. Cone é ruim, a gente só vê em cima, daí bate de lado, provoca acidente, estraga carro seu, do outro. é pior", avalia o eletricista Ulisses Tavares da Silva, de 63 anos.

Mas ninguém bate no quesito mau gosto aquelas pessoas que metem galhos e lixo na buraqueira. A coisa já tá feia, e alguns resolvem deixar a imagem ainda pior.

"A melhor forma seria tampar, mas colocar um troço atrapalha mais ainda. Galho é um problema, é baixo, você não vê. Cone é melhor chama atenção, porque você vê também à noite", defende o vendedor William de Paula Silva, 31 anos.

Bacana seria se os artistas da cidade fizessem a partir da casca de laranja uma salada de frutas. Por isso, selecionamos alguns trabalhos de grafiteiros que mudaram as ruas de São Paulo, com humor e protesto.

Curta o Lado B no Facebook!

Poesia...Poesia...
e humor na buraqueira de São Pauloe humor na buraqueira de São Paulo
Flores para transformar a paisagem, cheias de cascalho e tinta..Flores para transformar a paisagem, cheias de cascalho e tinta..



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.