A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

06/12/2013 06:35

Enfermeira troca pacientes por hóspedes caninos ao virar babá de cachorro

Paula Maciulevicius
A casa dela recebe hóspedes de segunda a segunda que tem até piscina no quintal. (Fotos: João Garrigó)A casa dela recebe hóspedes de segunda a segunda que tem até piscina no quintal. (Fotos: João Garrigó)

Ela busca, traz para casa, dá comida, banho, cama e diversão. Aos 33 anos, a enfermeira obstétrica Denise da Silva Ferreira largou a profissão para viver da paixão que tem pelos bichos e hoje é babá de cachorro, em Campo Grande.

Veja Mais
Após 26 anos usando drogas, João despertou em fevereiro e diz que não é exceção
Na experiência de ser Noelete por 1 dia, descobrimos como nasce trauma de Natal

A casa dela recebe hóspedes de segunda a segunda e na cartela de clientes, tem cães fixos, para quem presta assistência em casa, de acordo com a necessidade dos donos. Denise encerra a semana com três cães, duas fêmeas da raça yorkshire que voltam para a casa só na sexta e mais um poodle que está há seis meses, desde que a dona se mudou para a Espanha.

Pela diária, de R$ 30 para as cadelas e R$ 35, para os machos, eles recebem todo cuidado que o dono teria, garante Denise. “Ser babá é cuidar como se fosse seu. E eu pego amor, faço carinho, tem os que dormem comigo”, conta.

Os donos precisam deixar os pets com ração, vacina em dia, sem pulga e nem carrapato e de preferência, limpinhos, ou então com a autorização para que a babá dê o banho. “Eles fazem aqui o que fazem em casa, quando eu conto para o dono, eles sempre falam isso, coisa que no hotel, eles não vão fazer”, comenta.

Quarto é coletivo e tem oito casinhas de madeira.Quarto é coletivo e tem oito casinhas de madeira.
Babá diz que cada um escolhe onde vai dormir.Babá diz que cada um escolhe onde vai dormir.

A rotina da babá é definida pelos hóspedes de quatro patas. A capacidade da casa é para uma média de oito animais de até 12 quilos. No sobrado onde mora e trabalha, a parte debaixo é toda deles. O quintal parece pronto para uma criança, com bolinhas e brinquedos pelo chão e até uma piscina para que eles se refresquem.

“Eu ia fazer uma piscina de bolinhas também, mas um dos hóspedes comeu a borda”, conta Denise aos risos.

Dentro, são dois ambientes. Um que acomoda o tanque do banho, puffs que viram brincadeira nas patinhas deles e a dispensa com as rações. O quarto é coletivo e as camas se resumem a oito casinhas de madeira. No entanto, ela frisa que cada um escolhe onde dormir.

“Tem os que dormem na casinha, aqui e também lá fora. Tem uma que quando fica aqui só dorme debaixo da escada. É o lugar dela”, descreve.

Os cães ficam o tempo brincando. O mais velho hóspede, Bumer, adora brincar e não nega pose para as fotos. Basicamente eles fazem a rotina dela. “O Luke é o mais carente. Acorda 5h da manhã e começa a latir e eu venho e solto. Dou comida de manhã e de tarde e eles ficam aqui me acompanhando. Se eu vou lavar louça, eles vão junto”, narra.

Fora o serviço de hotel, ela também é babá na própria casa deles. Um dos canis tem 14 cães que são visitados por ela três vezes ao dia, com exceção da sexta-feira, quando Denise pega folga. Cada visita sai no preço de R$ 20.

A ideia de virar babá de cachorro começou pela paixão para com os animais e o desinteresse pela área profissional. Em São Paulo começou a estudar Medicina Veterinária, mas foi em Londrina que surgiram os primeiros trabalhos com os bichos.

Denise foi dog walker, denominação de quem apenas faz os passeios, e também táxi dog, ao levar para o veterinário, buscar na tosa e até fazer o transporte funeral. “Uma vez levei um cachorrinho para a clínica, porque não podia ser enterrado em qualquer lugar”.

A expectativa é de que no final do ano a procura aumente até por conta das festas, já que o trabalho é a solução para quem viaja e não tem com quem deixar. “Eu olho tudo, se aparece qualquer coisinha, sou eu quem avisa”, diz.

Quem quiser contratar a babá de cachorro, pode ligar nos telefones 9191-1492 e 9956-9936. A propaganda ela faz de latido em latido e no próprio carro, um Ford Ka prata cheio de patinhas.

Os cães ficam o tempo brincando. O mais velho hóspede, Bumer, adora brincar e não nega pose para as fotos.Os cães ficam o tempo brincando. O mais velho hóspede, Bumer, adora brincar e não nega pose para as fotos.



bom dia aos donos de cães que tem interesse em deixar seus cães com essa babá, informo que ela não se ausenta com muita frequência de sua casa além dos animais ficarem a noite toda chorando e latindo incomodando todos os vizinhos. portanto pensem bem onde e com quem deixara seus animais
 
denner pereira em 29/12/2013 13:11:26
Muito lindo esse trabalho com os cãezinhos! Parabéns! Também amamos eles, temos 3 meninos!
 
lizabete Siqueira em 07/12/2013 08:28:39
Parabéns pela nobreza, pois cuidam desses pequenos animais, eles também precisam de cuidados, carinho, atenção.
Deus abençoe a todos.
 
GENEROSA GONÇALVES FERNANDES em 06/12/2013 20:33:49
Excelente idéia. Sucesso para você Denise, que conseguiu o útil ao agradável.
 
Marta Santos em 06/12/2013 14:14:51
Pode parecer piada, mas em geral o povo gasta mais dinheiro com um animal de estimação, que com uma pessoa da familia.
Quando uma pessoa adoece, sua familia procura levá-la à um posto de saúde que atende gratuitamente pelo SUS.
Quando o médico do SUS passa uma receita, normalmente o medicamento é retirado gratuitamente na farmácia do posto de saúde. Neste caso não se gasta nada.
Porém, nenhum veterinário atende pelo SUS, e nenhum medicamento animal é encontrado em farmácia de posto de saúde.
Além disto, exitem as despesas com a ração que custa caro.
O povo precisa exigir dos politicos, que criem o SUS para animais, e que os veterinários atendam pelo SUS dos animais.
Será que isto vai acontecer um dia ? Espero que sim.
 
VALDIR VILLA NOVA em 06/12/2013 10:17:55
Muito interessante, quem ama esses bichinhos cuida como se fossem filhos e é gratificante ver profissionais que amam e cuidam como os donos. Esses bichinhos merecem! Vou anotar o telefone, tenho dois filhosdogs em casa.
 
Raquel Pedrosa em 06/12/2013 10:07:07
Animais são seres de Deus,portanto pedem carinho e amor,parabéns a você pelo que
faz,é sempre gratificante receber uma lambida,um latido,pois estas são maneiras deles falarem de seu amor pelas pessoas que cuidam,a mordita é sinal que algo não está bem.
se mais pessoas fizerem isso,o mundo seria bem melhor.
 
lúcia helena maluf em 06/12/2013 10:01:35
Parabéns pela bela reportagem com a Denise! Eu a conheço e sei da dedicação que ela dispensa aos peludinhos... Na casa dela os auaus são clientes VIP... Parabéns DENISE!
 
Lila Lima em 06/12/2013 09:57:34
Parabéns pela sua dedicação, Denise! Fez da sua paixão uma profissão, uniu as duas coisas...é maravilhoso trabalhar quando a gente ama o que faz!
 
Débora Helena Ribas da Cruz em 06/12/2013 09:11:20
Parabéns, amiga pelo belíssimo trabalho que tem feito com meus pets que estão aí na foto.... Que Deus te abençoe..
 
Elane Salles em 06/12/2013 09:02:22
Parabéns Denise pelo excelente trabalho e dedicação que tem com os auaus.
 
Sonia Sarti em 06/12/2013 08:56:14
Parabéns pela iniciativa Denise, adorei o trabalho, muito interessante, vou guardar seu telefone, pois posso precisar dos seus serviços, tenho tres viralatas que são uns amores.....
 
Ana Cristina em 06/12/2013 07:39:21
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.