A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

27/09/2013 07:08

Estratégias criativas contra "ladrões de bife" que afanam geladeira no emprego

Ângela Kempfer
Furo e cadeados em cada extremidade da vasilha foram soluções simples contra ladrões de geladeira.Furo e cadeados em cada extremidade da vasilha foram soluções simples contra ladrões de geladeira.

Foi só postar no Facebook a foto de uma vasilha com cadeados para vir a enxurrada de comentários sobre a triste sina de quem leva comida para o trabalho e arruma sócios indesejáveis. A discussão pode parecer irrelevante, mas fala muito sobre “respeito”.

Veja Mais
Astrologia védica mostra o futuro, mas também ensina a aceitar o destino
Como mágica, o amor encontrou o palhaço e romance vive liberdade em belas fotos

A solução de trancar a vasilha para não dar chance aos ladrões, com um cadeado em cada extremidade, surgiu em uma empresa pequena de Campo Grande, de cerca de 40 funcionários, como um recado diante do absurdo que é ter o lanchinho furtado todos os dias.

É uma história bem frequente entre equipes que dividem a mesma geladeira e só quem já teve o pão integral de R$ 12,00 surripiado antes do café da manhã, sabe a dor de ser furtada.

Na empresa de Lilian, por exemplo, o alvo dos larápios era o bife do colega. Na madeireira de poucos empregados, logo cedo todos chegavam com a marmita e a guardavam para depois esquentar.

Mas na hora do almoço a surpresa era a mais irritante possível, diante da fome de quem trabalhou pesado a manhã toda. “A pessoa abria a marmita e só tinha o arroz e o feijão, tinham roubado o bife”, conta Lilian.

E o ladrão era abusado, não roubava apenas de um colega, mas de vários. “E não tinha nem como a gente ir vistoriar marmita por marmita, porque bife é bife, não tem como marcar”, comenta.

O jeito foi colocar o emprego da turma em risco, diz Lilian. “Reunimos todo mundo e ameaçamos demitir por justa causa a pessoa que fazia aquilo. Nunca mais aconteceu”.

As soluções, em alguns casos, são até engraçadas. Juliana Silva Martins sofria quando era estagiária do Ministério Público. Na repartição, “bastava deixar algo na geladeira e nunca mais se ouvia falar da comida, suco ou sobremesa”, conta.

Depois de ficar sem o lanche, sem a torta, sem o iogurte e o que mais levasse para o trabalho, ela resolveu apelar. “Cansada de reclamar, eu passei a colocar o nome da promotora na vasilha ou no saquinho onde deixava o alimento, ai nunca mais sumiu”, lembra.

Coletivo - Para não dizer que o ser humano não tem jeito, a agência de publicidade onde Mirian Costa trabalha dá o exemplo. A empresa resolveu bancar o lanchinho, para ninguém pegar o que é do outro. Hoje, os funcionários ganham, todos dias, um café da manhã. O que sobra, fica disponível pelo resto do dia na geladeira.

“A comida sempre está lá e todos podem se servir quando sentem vontade, sem contar que, quando surge uma ideia ou vontade diferente, alguém leva bolo, faz algum tipo de lanche, de molho e todos dividem”, detalha.

O lanche coletivo imunizou a agência contra qualquer indisposição entre funcionários. “Sempre que bate aquela fome, tem uma bolacha, pão, leite, frios, algum lanche disponível para todos, o que até mesmo tira qualquer ideia de surrupiar comida alheia. Mas a regra é simples: educação e respeito. Acho que encontramos nessa situação o equilíbrio, o bom-senso entre o individual e o coletivo”, ensina Mirian, da Central Mídia Comunicação Estratégica.

Mas para quem não tem muita esperança em ver o colega se regenerar e tirar a mão da comida alheia, a solução pode estar no design. Danilo Jovê, sócio da Uzingá, avisa que a empresa "inventiva", criada para colocar no mercado produtos úteis de design, já tem planos para acabar com os furtos de comida.

Primeiro, a ideia é produzir vasilhas com adesivos que façam alertas do tipo "Não mexe na minha comida". Mas a ideia vai muito além disso. “Temos um projeto de fazer com alarme. Então, quem for tentar roubar a comida do colega e não souber do alarme vai levar um belo de um susto”.

Outra proposta, mas que já está no forno, é uma capinha para vasilhas, com espaço para colocar o cadeado. “Então não tem perigo de ninguém pegar. E as estampas desse produto variam: de comidas, de cofrinho, área restrita e coisas do gênero”, comenta.

Viva a criatividade e o bom humor, contra o desrespeito.




Qual um bom laxante para se colocar em requeijão cremoso?
Eu comia pão com geléia, na geléia nunca mexeram. Mas a mesma coisa todo dia enjoa, aí parti para o requeijão e tem um infeliz que sempre mexe.
 
Raul Ramirez em 12/12/2013 10:49:30
Aqui no Ministério Público já pegaram meu suco de laranja, como vou me refrescar nesse calor, sem meu suquinho hein!?
auhauuhauahauhuahua
 
Matheus Galhardo em 30/09/2013 14:30:26
Na escola que trabalham não levam só a comida como o tupperware tbm, nunca passei por isso porque almoço em casa, mas meus colegas reclamam o tempo todo, ja sugeri colocarem cameras assim descobriria o cara de pau..
 
nilda joana em 28/09/2013 08:06:55
Remédio para esse tipo de sem vergonhice se chama GUTALAX, é tiro e queda
 
Suzi da Costa em 27/09/2013 15:02:19
Maldade falar em laxativos ou pior... Comecem uma dieta saudável, vegetariana e fica td na geladeira, fato comprovado: minha filha deixou p outro dia uma torta de verduras c ricota e... estava intocada!
 
beth saltão em 27/09/2013 14:57:03
é só colocar uma etiqueta "contém materiais radioativos".
 
Marcos Bispo de Oliveira em 27/09/2013 13:13:13
No meu trabalho temos uma geladeira em comum onde cada um coloca sua marmita do almoço, lanches e frutas, mas ninguém mexe. Não mesmo!. Pois é, nada como trabalhar com pessoas respeitosas e educadas, né?
 
nadia silva em 27/09/2013 12:58:17
Na empresa onde trabalho já comeram o meu bife, deixando só o arroz e feijão.... Pq não come tudo logo??? Assim fica mais alimentado para o resto do expediente kkkkk
 
Valkíria Miranda em 27/09/2013 11:39:53
Essa reportagem já foi tema de diversos programas na TV , parece que a falta de educação e respeito com o colega de trabalho é endêmico ,sem falar que de alguma forma isso é um crime ,pois é o mesmo que furtar ! Depois as pessoas acabam apelando pra desmascarar os "espertinhos" ... eu passei por algo semelhante,mas ao invés de colocar purgante, coloquei pimenta malagueta num sanduíche ! Nunca mais pegaram o lanche ! Parabéns pela reportagem !
 
SERGIO HIDEO MOLICAWA em 27/09/2013 11:06:06
Em certo local de trabalho havia um "mister ema", chamamos de ema porque come de tudo, ele fazia sumir o bife de dentro da marmitex lacrada e sem abrir, o cara era mágico, um certo dia um funcionário com alto grau de infecção intestinal levou um laxante dentro de uma garrafinha pet de refrigerante de laranja, advinha, o mister ema tomou tudo até a ultima gota, então o funcionário avisou que duas gotas erá o suficiente para a pessoa quase virar do avesso, pois se tratava de remédio, após 30min o mister ema foi desmascarado estava no banheiro quase desmaiado devolvendo todos os bifes, bolachinha, iogurte, bolo e tudo mais , saiu de lá na ambulância e nunca mais voltou, não morreu mas ficou a lição, essa historinha que fruta do quintal vizinho é mais gostosa, cuidado as vezes tem "veneno"
 
André Duarte em 27/09/2013 10:06:54
Sempre comprava 2 litros de refri p/ tomar no almoço, nos lanches e no decorrer do dia, e toda vez q chegava lá o meu refri estava p/ baixo da metade, 1 dia me revoltei, comprei 2 vidros de laxante, abri o refri, tirei 1 copo e despejei os vidros pra dentro da garrafa, isso eram umas 7:30 da manhã, no decorrer do dia, 1 colega e 1 dos seguranças não paravam de passar para ir ao banheiro, quando fui ver o refri estava quase nas últimas, kkkkk, chamei os 2 e perguntei se haviam bebido e na maior cara de pau disseram q não, quando eu disse q sabia q eram eles pq tinha colocado laxante no refri os dois falaram "puts cara, não acredito, não paro de ir no banheiro, já nem tem mais o q sair", cai na gargalhada e disse: "isso é p/ ñ mexer nas coisas dos outros sem pedir, nunca mais sumiu nada, kk
 
Ricardo Almeida em 27/09/2013 09:54:10
Já coloquei laxante também, depois o larápio ainda teve a cara de pau de reclamar para o Gerente dizendo que passou mal e não sabia que o lanche era particular, pode a cara de pau deste????
 
Keila Godoy em 27/09/2013 09:24:15
É só deixar a comida com uma boa dose de veneno, assim você eliminará pra sempre o "filão", rsrsrs.
 
Lucas Leiva em 27/09/2013 09:24:00
Bom, aqui onde eu trabalho, há um sério problema mesmo... Trabalho aqui há cinco anos, e há cinco anos os gatunos surrupiam nossas comidas...
Bolachinhas, iogurte, refrigerante, entre outras como marmita e lanches, sempre furtam mesmo, desde o tempo de estagiária já faziam isso.
Mas é triste mesmo, vc chegar com a expectativa de pegar seu almoço, ou mesmo lanchinho, porque pode parecer uma sobremesa, mas um iogurte pra quem precisa manter o cronograma alimentar no meio da tarde é fundamental....
Só parou mesmo depois que passei a colocar o nome do promotor bem grande no bilhete, e ainda lacrar com muita fica crepe..
É difícil e nem um pouco raro...
 
Karine Souza em 27/09/2013 08:52:18
Já roubaram meu almoço da geladeira, mas pelo menos lavaram a vazilha e deixaram no mesmo lugar ... ahahahaha
 
Saritha Naara em 27/09/2013 08:14:09
Conheci uma pessoa que, com o mesmo problema, entupiu a comida de purgante, e depois de confirmar o "furto", avisou para todos os colegas que tinha colocado VENENO na comida... O "esperto" apareceu na mesma hora para pedir desculpas e socorro... E depois faltou no serviço no dia seguinte, por motivos óbvios...
 
claudio fernandes em 27/09/2013 07:37:41
Uma proposta boa que já fiz, foi colocar uma pequenina dose de laxante no alimento... O espertalhão teve um pouquinho de desarranjo intestinal e nunca mais pegaram nada da geladeira.... FALTA DE RESPEITO COM OS COLEGAS.
 
Leticia alves em 27/09/2013 07:21:43
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.