A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

29/09/2014 06:19

Fã de ex-BBB andrógino, ele busca fama com mesmo estilo e Louboutin no nome

Elverson Cardozo
Dhouglas vive em uma casa simples, no bairro Jardim Pênfigo. (Foto: Marcos Ermínio)Dhouglas vive em uma casa simples, no bairro Jardim Pênfigo. (Foto: Marcos Ermínio)

Douglas Diones Chaves Romin até tentou ser discreto, menos “pintoso” e mais “homenzinho”, mas o esforço não deu resultados. O jovem de 19 anos tem alma de diva pop, como Lady Gaga, sua cantora predileta, e é fã do ex-BBB Serginho Orgastic, que ficou conhecido pelo reality show promovido pela Rede Globo e, mais ainda, por sua androginia, característica que ele também carrega.

Veja Mais
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980
Super-heroi, Pedro precisa de ajuda para continuar salvando a alegria da família

Douglas tentou, bem que tentou ser outra pessoa, mais comportada para se enquadrar nos padrões sociais e não chocar ninguém, mas só conseguiu ser feliz sendo ele mesmo, um garoto “espalhafatoso”, que mistura roupas femininas e masculinas, que mantém um piercing entre as sobrancelhas, e que saí por aí com os olhos bem marcados de preto, em cima de um salto alto de 15 centímetros, com a sola vermelha à la Louboutin.

A admiração pelo designer francês de sapatos, famoso no mundo todo, é tanta que ele se apresenta como Dhouglas (com H) Louboutin. O “nome artístico” foi adotado aos 14 anos, pouco tempo depois de se assumir homossexual para os pais, um caminhoneiro e uma dona de casa que, garante, o aceitaram sem maiores problemas.

A convivência com os dois nunca foi conflituosa, até porque o casal vive separado e ele foi criado, desde bebê, com os avós maternos, com quem continua vivendo em uma casa simples, de três peças apenas, no Jardim Pênfigo, em Campo Grande.

Jovem não sai de casa sem os olhos marcados. (Foto: Marcos Ermínio)Jovem não sai de casa sem os olhos marcados. (Foto: Marcos Ermínio)

O menino, que antes vivia fechado em uma redoma invisível e que negava as características da própria personalidade, resolveu, como uma borboleta, sair do casulo. Para usar o franjão loiro que hoje ostenta, teve de deixar o cabelo crescer. Para ser quem é, adotou um nome artístico, comprou maquiagens, saltos altos, trocou algumas peças do guarda-roupas e foi enfrentar o mundo e seus preconceitos.

Encontrou desprezo, bullyng, agressão verbal, piadas de mau gosto, olhares tortos, mas se manteve firme, de cabeça erguida. Aprendeu a ser forte e, hoje, coleciona, além de batas indianas, seu traje favorito, sonhos, muitos sonhos.

“Eu quero ser um estilista super conhecido, como o Christian Louboutin, mas de roupas. Vestiria um estilo mais gay, despojado, baladalo e, para mulher, algo mais clássico”, diz, ao contar que já pensou em sair do país, ir pra França ou Milão, na Itália, fazer sucesso e voltar famoso.

Dhouglas sonha conquistar o mesmo sucesso de seus ídolos. Almeja a vida glamourosa de Christian Louboutin, a excentricidade de Lady Gaga e o reconhecimento – mesmo no papel de uma subcelebridade - de Serginho Orgastic.

Ele quer tudo isso e, se brincar, mais um pouco, mas sabe, tem consciência, da realidade em que vive. Desempregado, sendo sustentado pelos avós, ele faz, atualmente, apenas um curso de maquiagem. Nem o Ensino Médio terminou. Parou no terceiro ano. Não aguentava mais ir para a escola, diz.

(Dhouglas não tem um Louboutin original, mas usa um salto com o vermelho característico. (Foto: Marcos Ermínio)(Dhouglas não tem um Louboutin original, mas usa um salto com o vermelho característico. (Foto: Marcos Ermínio)
Rapaz busca fama e quer conquistar o mundo. (Foto: Marcos Ermínio)Rapaz busca fama e quer conquistar o mundo. (Foto: Marcos Ermínio)

Fama a todo custo -Dhouglas não tem um salto assinado por Christian Louboutin, mas vive em cima de um bem mais barato, sem marca aparente, mas com a sola vermelha, já desgastada de tanto usar.

Como ainda não faz sucesso, recorre às redes sociais para, de alguma forma, se promover, chamar a atenção. Enquanto a maioria criticou o Rei do Camarote, o empresário Alexandre de Almeida, que se orgulha de esbanjar dinheiro na balada, ele compartilhou o vídeo com os dízeres “luxo, poder e glória”.

No Twitter, se define como “Killer Queen”, ou Rainha Assassina, apelido criado por amigas e, claro, adotado por ele. No microblog, também deixa a frase: “Tenho tudo e quem não aceita é uma pena. Tô gastando no cartão seu recalque”.

Tenho alma de rico. (Foto: Marcos Ermínio)"Tenho alma de rico". (Foto: Marcos Ermínio)

No Facebook, onde já postou foto em banheira de motel seguida da legenda – em francês - “péché de la chair” (pecados da carne), se diz conhecido, mas não famoso e, para quem gosta de criticar, dispara:

“Primeiramente: precisa de muito, de muito argumento, para eu me sentir ofendido fofa. [] A vida é belaaaaa. Um beijo e tudo de bom”.

Vira e me mexe, o rapaz solta algo polêmico, como “adoro meu país, mas gosto mais do meu vibrador”. Em outros pots, provoca: “Queres ser rico? Pois não te preocupes em aumentar os teus bens, mas, sim, tua cobiça”.

Dhouglas sabe que não é rico, mas nem por isso deixa sonhar. “Sou pobre mas não rosto de ter espírito de pobre. Tenho espírito de rico”.

Batas indianas são peças essenciais no guarda-roupas de Dhouglas. (Foto: Marcos Ermínio)Batas indianas são peças essenciais no guarda-roupas de Dhouglas. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.