A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

10/01/2016 08:07

Família chega a 39ª edição de festa com gente de 8 estados e a celebração da fé

Filipe Prado
A família reunida durante o encontro (Foto: Gerson Walber)A família reunida durante o encontro (Foto: Gerson Walber)

A história da família Donatti começou antes de 1976. A data certa, nem mesmo o padre Pedro Donatti, 65 anos, e a irmã Anita Donatti, 85, se lembram. Mas ambos concordam que foi durante as bodas de ouro do casal que formou essa parte da família, Ângelo Donatti e Tereza Pizzolitto.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

A família cresceu, se espalhou por ai, mesmo assim este ano eles comemoram já o 39º encontro dos Donatti, e além da confraternização em família, também celebram a fé.

A festa em Campo Grande ocorreu após 10 anos. Como muitos familiares moram no Paraná, normalmente a reunião acontece no estado vizinho.

Mas também há pessoas que vieram de bem mais longe, como o próprio padre, que mora em Fortaleza (CE). “Eu sempre venho. Consigo ver minha família uma vez por ano”, comenta.

Ao todo, a reunião comporta gente de 20 cidades, 8 estados, e já reuniu 370 pessoas com o sobrenome Donatti.

De família religiosa, o encontro virou tradição após a ordenação do padre Pedro, em 1980. Depois disso, todos se reúnem para fortalecer a fé, sempre com um tema diferente. “Fazemos reflexões sobre o tema”, diz. Este ano, o motivo é a misericórdia.

A fé é marca na família e já formou dois padres e três freiras, que ficam de “plantão” para atender aos parentes e improvisam até um confessionário, para que nada atrapalhe a comunhão durante o evento. “Buscamos sempre o caminho. Sempre tentando melhorar”, comenta a irmã Anita.

A festa dura três dias, sempre no segundo fim de semana de janeiro. A recepção sempre é feita com uma palestra, normalmente ministrada por um dos padres da família e os atos de fé são espalhados durante o evento.

Mas também há momentos de diversão, como pequenos torneios de futebol, vôlei de areia e até dama. De noite, ainda tem bingo, truco e baile. A comemoração começou na sexta e termina hoje com missa na igreja Santo Antônio.

“O importante é conservar as raízes que nos unem”, assegura a irmã, para inspirar outras famílias por aí.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.