A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

17/12/2013 06:49

Galeria mais tradicional do Centro de Campo Grande é reduto dos tatuadores

Anny Malagolini
Galeria fica entre a avenida Afonso Pena e a rua 14 de Julho (Foto: Marcos Ermínio)Galeria fica entre a avenida Afonso Pena e a rua 14 de Julho (Foto: Marcos Ermínio)

Os três corredores que únem as galerias São José e Dona Neta são principal reduto dos tatuadores em Campo Grande. Há salões de beleza e lojas de varejo, mas o som que domina é o das agulhas. Por isso, os "tatuados" também são boa parte dos personagens que passam pelo espaço.

Veja Mais
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980
Super-heroi, Pedro precisa de ajuda para continuar salvando a alegria da família

São oito estúdios e quase 20 profissionais espalhados pelas salas comerciais. Na maioria deles, as tatuagens custam a partir de R$ 80,00, para desenhos pequenos, como estrelas e corações, por exemplo.

Quem deu o ponta pé inicial foi o lojista Augusto Reimbach, de 53 anos, há mais de dez anos. Quando ele chegou, o local reunia os principais profissionais da época, como Arnaldo, Branco e Jhonny.

Agora Augusto tem dois estúdios, um ao lado do outro, no piso superior de uma loja de bijuterias e outra de artigos de rock, também propriedades dele.

A ideia foi criar um estúdio para que o filho trabalhasse. Deu mais do que certo. O filho, hoje o tatuador Lennon, abriu o próprio estúdio, virou vizinho do pai e se tornou um dos mais requisitados profissionais da cidade. “A preferencia é dele, mas os preços são mais altos”, diz Augusto.

Lennon lembra que ajudava o pai no estúdio paralelamente, já que fazia faculdade. Ele não se formou, e com o dinheiro que o pai dava para pagar a faculdade, ele começou a comprar o material para montar o próprio estúdio.

Dividir o lugar com tantos profissionais no mesmo ramo, para Lennon não significa concorrência. “Cada tatuador tem um estilo, e tem indicação, não são os mesmos clientes”. O problema, segundo ele, é a choradeira pelo desconto. “O cliente acha que tem que ter o mesmo preço. Vão de loja em loja atrás de um preço baixo”. Para ter um trabalho dele no corpo, o minimo cobrado é R$ 100 e valor vai até R$ 350,00 por sessão. 

No estúdio, Lennon é o único a tatuar, mas conta com a ajuda de um “aprendiz”. Ele ensina o ofício sem cobrar nada, e a pessoa o ajuda como assistente.

Augusto Reimback já está na galeria há mais de dez anos (Foto: Marcos Ermínio)Augusto Reimback já está na galeria há mais de dez anos (Foto: Marcos Ermínio)
Tatuagens na  “Hard Work” custam a partir de R$ 80,00 (Foto: Marcos Ermínio)Tatuagens na “Hard Work” custam a partir de R$ 80,00 (Foto: Marcos Ermínio)

O tatuador Hugo Guaracy, 32 anos, outro dono de estúdio na Galeria Dona Neta, “rodou” a cidade em busca de um ponto, e escolheu o lugar para abrir o “Hard Work”, ao lado dos amigos Thom Rech e do barbeiro Renan Reggiani, de 27 anos.

Ele explica que resolveu trabalhar na galeria há três anos, após perceber o grande número de clientes que Lennon dispensava. “Era muita gente que ele não tinha tempo de atender”, comenta.

A demanda do vizinho fez o concorrente vingar. “Ele atende com hora marcada, então os clientes de 'rua', como são chamados os que aparecem sem aviso, vão para o estúdio”, completa. Hoje, o local também funciona com agendamento.

Por ser um dos principais pontos de comércio de Campo Grande, já que a galeria fica entre a avenida Afonso Pena e a rua 14 de Julho, o aluguel não é barato, custa R$ 1 mil. Mas Hugo diz que compensa. “O local deu visibilidade ao trabalho, já é referência”.

Para baratear os custo, no piso superior funciona a barbearia do colega, um lugar também preparado para um público mais descolado, com corte a R$ 15,00.

Com o aumento de estúdios, o número de frequentadores também subiu e a “galera alternativa” se tornou frequente. Quem trabalha ali nota a diferença, mas não reclama “No começo até me assustei, mas são bem tranquilos”, comenta Francielly Vieira, de 19 anos, que trabalha em um salão do local.




me manda o numero do telefone da galeria
 
DIOGO CARDOSO em 02/02/2014 10:37:38
tb tem um atelie de costura que faz conserto alem de ser muito bom é barato
 
simone santos em 17/12/2013 23:44:24
Primeiro lugar que vem na cabeça na hora de lançar uma tattoo é de fato a galeria. A maioria dos tatuadores são muito bons, e o preço de todos é super justo. Sempre que vou fazer uma tatuagem é lá que eu vou :D
 
camilla schultz em 17/12/2013 16:22:19
Achei ótimo o pessoal das Tattoos irem p Dona Neta, assim trouxe de volta o movimento de uma das galerias mais antigas de nossa cidade, que por sinal estava bem parada!!! Eu mesmo só faço minhas tattoos lá no Chile!!! rsrsrsrs
 
Fabiana Rocha em 17/12/2013 15:01:39
minha primeira tatuagem foi no estúdio do lennon,paguei 300 reais e ñ chorei por desconto e trampo vlw a pena ficou linda demais!!!!
 
Mykhaell Araujo Pivetta em 17/12/2013 12:36:58
Adoro passar por lá, fiz minha primeira tattoo lá, com o cisco, ótimo tatuador.
 
Nataly Ribas em 17/12/2013 11:40:02
Parabens ao pessoal das tatuagens, se continuar assim, logo a galeria Dona Neta vai virar a galeria Ouro Fino de São Paulo, lugar que é referencia para tatuadores, colocadores de piercings e lojas de cds e produtos alternativos.
 
maximiliano nahas em 17/12/2013 08:14:07
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.