A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

06/05/2013 06:13

João deixou 7º semestre de Direito para ser manicure e a mulherada gostou

Anny Malagolini
João, cercado pelos esmaltes em salão de Campo Grande.João, cercado pelos esmaltes em salão de Campo Grande.

Com 23 anos, João Thalles, diz que resolveu abandonar a faculdade de Direito, no 7º semestre, para enfim fazer o que sempre desejou: ser manicure. E está feliz.

Veja Mais
Despedida dominou a web na semana em que todo mundo coloriu de verde o coração
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980

O talento para pintar as unhas da mulherada surgiu já aos 12 anos de idade. A avó foi a cobaia para o primeiro experimento estético e uma incentivadora.

A determinação ele tem desde pequeno. Já na adolescência ele comunicou a família que sabia a arte de "manicure e pedicure" e não demorou muito para que primas e tias pedissem para serem atendidas.

O manicure com as mãos na massa.O manicure com as mãos na massa.

Ele lembra que a reação diante da presença no  salão de beleza sempre causa surpresa. Mas não incomoda e nunca gerou preconceito, pelo contrário. “A mulher se arruma para outra mulher, e eu sou neutro nisso, acabam gostando”, justifica.

Há um mês atendendo em novo salão, João é a "grande curiosidade" entre as mulheres, segundo proprietário da empresa, Alisson Bruno da Silva, de 23 anos. “As clientes pisam no salão e querem testar o manicure."

Não há barreiras para a proximidade e nem casos de constrangimento. "Até uma mulher de saia topou fazer os pés com ele, sem receio”, conta Alisson.

A engenheira Carolina Figueiró, de 31 anos, foi fazer as unha com "o manicure" pela primeira vez e gostou do trabalho. Mas para ela, o mais legal de fazer a unha com um homem é o fim de qualquer preconceito. “Acho importante o homem enfrentar profissões que ainda são tidas como femininas”.

O manicure trabalha do jeito antigo, nada de cremes esfoliantes e unhas instantâneas. O trabalho em um pé chega a durar 1 hora, tudo na base da bacia com água e lixa. “Aprendi e assim fica bem feito”, argumenta.

Para estar sempre atualizado, o caminho também é o convencional. ”Procuro ler em revistas, ver na internet o que se está usando, o que é tendência, porque hoje a unha está em alta”, explica.

A vontade de João para o futuro é bem óbvia. Ele quer ter abrir um espaço, ser o próprio patrão.

 




Muito obrigado pelo carinho de todos que gosta de meu serviço ...
 
João Thalles em 18/05/2013 00:39:43
Acho que ele ficou com medo do exame da oab.
 
Paulo Botelho Pinto em 06/05/2013 20:24:30
Pois é, gostaria de saber ou melhor conhecer uma manicure que ganhe melhor que um advogado como acabei de ler nos post abaixo.
 
Gianna Olivia em 06/05/2013 20:17:54
Parabéns João, a sua atitude me fez ter coragem de realizar os meus sonhos, o primeiro é lançar minha marca e a segunda é assumir de vez meu relacionamento. Beijos.
 
Mauro Cléber dos Reis Pinheiro em 06/05/2013 18:13:41
As caras Adriana Moreira e Juliana Cardoso...eu não mencionei a questão de rendimentos, de ganhar dinheiroooo.....pois até o rapaz, o João, está fazendo a profissão que Gosta. Com certeza, as senhoras e ele até ganham mais do que eu mesmo......rs.

Eu mencionei a respeito dele ter feito, a metade ou mais de 50% (até onde sabia eram 8 semestres) = 4 anos e mesmo que for 10 semestre = ele fez mais que a metade do curso. E abandonou, onde ele poderia, conciliar os estudos, a profissão para terminar o mesmo.

** E depois teria de uma forma ou de outra benefícios de tudo que ele estudou **

Não desmereci nenhuma profissão, e com certeza, não é um diploma que faz a pessoa.
 
Lúcio Borges em 06/05/2013 16:21:15
Pra quem perguntou ele trabalha em um salão chamado Unhas de Cinema, fica na av Mato Grosso entre a Igreja Sagrado Coração de Jesus e o COC.
 
Mychelle Ribeiro em 06/05/2013 16:15:20
olha isso...
 
João Herrera em 06/05/2013 15:38:53
Acho que todas as pessoas tem o direito de irem atras dos seus sonhos, não critico o Joao pela opção, pois o trabalho é digno assim como todos os outros, claro que nós temos o sonho de nos formar ter nivel superior, mas isso não faz dele uma pessoa menos que as outras... com relação ao comentario do LUCIO BORGES, o curso de direito são de 10 semestres e não 4, então faltariam 18 meses e o trabalho dele se bem executado, com certeza renderá $$$ muito mais que muitos advogados ganham por aí... porque viver de status não enche a barriga de ninguem... então Joao vá a luta e se é este o seu sonho corra atrás pois as pessoas de sucesso nunca desistem dos seus sonhos...
 
juliana cardoso em 06/05/2013 13:20:12
pois é seu lúcio com certeza manicure ganha bem melhor do que você e conheço muitos que fizeram direito e estão desempregados é uma pena.
 
adriana moreira em 06/05/2013 12:47:13
Olha me desculpem a todos que acharam o "máximo", o João abandonar os estudos para fazer o que gosta. Louvável é, mas acho que faltou a ele, um pouco mais de 'sensibilidade', para não dizer outra coisa.

Porque, faltando 6 meses de curso, onde ele teria um curso superior, com 'direito' e prerrogativas para outras coisas, é no mínimo um desperdício de tempo e dinheiro, dele (ou até nosso, ele fazia a faculdade onde? n era pública não né?).

Até para ele abrir o próprio negócio ele poderia contar com ele mesmo, sendo ele, seu próprio advogado, agora terá que pagar outro. E seria até mais uma questão de marketing....um nome pro salão: "Um 'doutor' a seus pés"....rs.

Mas, enfim...cada um é cada um né.
 
Lúcio Borges em 06/05/2013 10:59:27
Parabéns! Sucesso na nova profissão!
 
Cristiane Lima em 06/05/2013 10:34:29
gostaria de saber o endereço do salão que ele trabalha pois estou cansada desta estoria que não podem mais lixar pé, penso que pagamos para "fazer pé" completo e elas só passam um creme esfoliante molham com aquele molhador e a gente se quiser um pé fininho tem que lixar lá em casa. E o preço continua o mesmo de quando lixavam, ou seja cada dia mais caro.
 
sonia honorato em 06/05/2013 09:41:29
Bom dia João Talles. Parabéns pela iniciativa de fazer o que gosta. Com certeza, terá muito sucesso em sua louvável profissão. Poderia informar o fone de contato? Grata. Slafa
 
Slafa Omari em 06/05/2013 09:21:07
Quee da hoooraaa quero descobrir aonde é o salao que ele trabalha queeeroo ir laa :D
 
Leticia Miras em 06/05/2013 08:37:21
vai em frente é uma ótima profissão que diferença faz pra mim a delicadeza de um e de outro é a mesma mais o capricho o homem tem mais
 
angelica miranda em 06/05/2013 08:18:45
nossa que legal, isso que as pessoas deveriam fazer se profissionalizar independente do sexo, parabens , mas deixa o endereço para quem estiver interessado em conhecer seu serviço
 
meire oliveira em 06/05/2013 06:59:28
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.