A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

02/03/2015 06:12

Maquiada pelo futuro marido, noiva é quem entra na frente e dá 1º beijo no altar

Paula Maciulevicius
As entradas foram trocadas. Ela que esperou o noivo no altar. (Foto: Marcos Ermínio)As entradas foram trocadas. Ela que esperou o noivo no altar. (Foto: Marcos Ermínio)

Depois de maquiar e arrumar a noiva para o grande dia, o futuro marido é quem foi aguardado no altar. No casamento de Jariz e Lidiane, realizado neste final de semana, na capelinha da Estância Jardim, em Campo Grande, não foi só a crença de que o noivo não pode ver a noiva antes do casamento que foi quebrada. A tradição dele esperá-la cruzar o altar também. Evangélicos, o casal viveu a castidade e além de não ter relação antes de se tornarem marido e mulher, o primeiro beijo foi só depois das alianças.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

Poucos dias antes do casamento, Jariz Barbosa da Silva, de 25, que é maquiador e já trabalhou também como cabeleireiro, convidou o Lado B para a cerimônia. Ele sabia que o que preparava fugia do comum. Estilosos, os dois parecem ser modelos e as fotografias do casamento, um editorial. Acompanhamos então desde a preparação da noiva até o "sim", que em nenhum momento perdeu o encanto com a troca de lugares. 

"Lógico que ele não vai me ver com vestido de noiva, mas vai ser tudo diferente", nos adiantou a estudante de Engenharia de Produção, Lidiane Alves Faustino, de 20 anos.

Maquiador, Jariz foi quem arrumou a noiva. (Foto: Marcos Ermínio)Maquiador, Jariz foi quem arrumou a noiva. (Foto: Marcos Ermínio)

Os dois são de Rio Verde e foi lá que se conheceram no retiro da igreja. O namoro, incluindo o noivado, completou dois anos. Desse tempo, os primeiros 12 meses foram à distância. Lidiane veio morar na Capital para estudar e um ano depois, veio Jariz.

A decisão de nem sequer trocarem beijos teve o consenso dos dois. "Na nossa religião é ensinado o período de corte e santidade e eu já sabia que o beijo leva a outra coisa, por isso a gente optou por nem beijar, porque seria mais difícil se manter em santidade", explica.

Prestes a acontecer, o casamento para cerca de 100 convidados teria uma ritual um pouco diferenciado. Como se não bastasse ele arrumar a noiva, era ela quem esperaria pelo futuro marido no altar. "Na Bíblia fala que a igreja é a noiva que espera pela volta do seu amado, que é Jesus. A gente viu um casal que fez assim e nós dois gostamos da ideia", descreve Lidiane.

Na hora de começar a maquiagem, nenhum dos dois demonstrava qualquer nervosismo. Lidiane comentava que foi questionada por um amigo se aquilo não ia estragar a emoção quando os dois se encontrassem no altar. "Eu disse que não, que a emoção ia começar a partir do momento em que ele estivesse me maquiando", deixa claro.

A noiva Lidiane a espera do noivo já no altar. (Foto: Marcos Ermínio)A noiva Lidiane a espera do noivo já no altar. (Foto: Marcos Ermínio)

O noivo conta que escolher prepará-la para o casamento teve alguns motivos básicos, como também a questão financeira. "Até que me perguntaram 'mas você não vai arrumar a noiva, não é? E eu disse por que não? A gente gosta de fazer tudo diferente'. Não sou supersticioso e não vou vê-la com o vestido, para mim é muito mais bonito saber que eu estou arrumando ela", declara.

A ideia de inverter a entrada, Jariz brinca que veio do tempo que tinham de sobra. "Como a gente não se beijou, não teve muito tempo para conversar sobre várias coisas. Nós dois gostamos de coisas diferentes e nada clichês. A ideia da noiva entrar primeiro - que representa a igreja - vem da Bíblia quando ela está à espera de Jesus. Desde o início do relacionamento nós já tínhamos decidido", resume.

Faltando minutos para a cerimônia começar, os convidados conversavam imaginando a surpresa que viria dos noivos. Pastor da Igreja Evangélica em Campo Grande, Klayton de Souza Arruda, de 39 anos, explicou que a mensagem que o casal queria passar estava em Apocalipse. 

A chegada dele no altar. (Foto: Marcos Ermínio)A chegada dele no altar. (Foto: Marcos Ermínio)
A troca de alianças. (Foto: Marcos Ermínio)A troca de alianças. (Foto: Marcos Ermínio)
Já perto do fim, a oração de bençãos do pastor e da família. (Foto: Marcos Ermínio)Já perto do fim, a oração de bençãos do pastor e da família. (Foto: Marcos Ermínio)
Pelo vão da capela, a cena do amor dos dois fica mais evidente. (Foto: Marcos Ermínio)Pelo vão da capela, a cena do amor dos dois fica mais evidente. (Foto: Marcos Ermínio)

"Quando Jesus fala eu vou, mas eu volto. Ele fala como noivo para a igreja, que é a sua noiva, que está a sua espera", compara. Ele diz ainda que o livro de Apocalipse tem muitas revelações e que cada também várias interpretações.

Depois da entrada dos pastor e dos padrinhos, Lidiane cruza o tapete vermelho com uma música gospel de fundo. Sozinha, ela se dirige até o altar onde se posiciona para esperar. De branco, o noivo entra acompanhado da avó e aí é emoção para todos os lados. Jariz entra com os olhos cheios de lágrimas e do altar a noiva o faz companhia no choro, que ali é de alegria.

Na cerimônia, o pastor fala que estamos acostumados com o que já é tradição. "Mas nós aprendemos que o noivo está por vir e a noiva está à espera dele para a grande redenção", pregou. Depois dos votos de quem se compromete a permanecer do lado do outro na saúde e na doença, as alianças são trocadas e enfim, o primeiro beijo acontece sob uma salva calorosa de palmas e mais choro de quem esperou tanto por aquele momento.

Depois de casados, enfim o primeiro beijo. (Foto: Marcos Ermínio)Depois de casados, enfim o primeiro beijo. (Foto: Marcos Ermínio)
Seguindo de um cinematográfico. (Foto: Marcos Ermínio)Seguindo de um cinematográfico. (Foto: Marcos Ermínio)
Registro da fotógrafa oficial da cerimônia: Juh SanNt. O primeiro beijo do casal aconteceu só depois do casamento. (Foto: Juh SanNt)Registro da fotógrafa oficial da cerimônia: Juh SanNt. O primeiro beijo do casal aconteceu só depois do casamento. (Foto: Juh SanNt)



Eu não sou parente não Rodrigo; e digo: São lindos! Realmente, parabéns pelo cabelo e pelas roupas, achei lindo carregar o valor da raça de forma genuína! Parecer igual à todo mundo é raso! Parabéns ao casal!
 
JESSICA MACHADO GONÇALVES em 03/03/2015 14:39:45
GUARACI DEVE SER PARENTE NÉ BEM!!!
 
Rodrigo em 03/03/2015 14:10:09
Lindos demais! Parabéns pela atitude, pela cerimônia, pelo cabelo, pela maquiagem... vocês são merecedores de toda felicidade do mundo!!!
 
Guaraci Mendes em 02/03/2015 16:22:53
MEU DEUS QUE CABELO É ESSE??
 
Rodrigo em 02/03/2015 08:56:56
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.