A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

24/03/2015 06:51

Namorados há quatro anos, casal tem cerveja como hobby e até produz bebida junto

Paula Maciulevicius
Namorados há quatro anos, foi no supermercado que começaram a descobrir as variedades de rótulos. (Foto: Marcos Ermínio)Namorados há quatro anos, foi no supermercado que começaram a descobrir as variedades de rótulos. (Foto: Marcos Ermínio)

Stefany Rabelo de 23 anos e Marco Antônio Vieira de Oliveira de 25, se conheceram ainda na faculdade de Análises de Sistemas. Namorados há quatro anos, foi no supermercado que começaram a descobrir as variedades de rótulos e sabores que as cervejas poderiam ter.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

De início eles já tinham o gosto pela cerveja em comum, ainda sem conhecer as diferenças de cada uma, iam quase sempre de Heineken.

"Com o tempo a gente começou a aprimorar o paladar, saía com grupo de amigos e a gente experimentava junto", conta Stefany. Em Campo Grande, o casal passou a frequentar os lugares que ofereciam as cervejas mais diferentes no cardápio, como Mercearia e Casa do Chef.

Com os amigos, o analista de sistemas que trabalha como web designer já produz cerveja desde 2012. (Foto: Marcos Ermínio)Com os amigos, o analista de sistemas que trabalha como web designer já produz cerveja desde 2012. (Foto: Marcos Ermínio)

Hoje ficou difícil falar da preferência deles. "A gente gosta de praticamente todas, depende do acompanhamento, o que você está fazendo", comentam. O aprendizado veio aos poucos, a partir da proximidade com a Associação dos Cervejeiros Artesanais do Estado e também nas degustações promovidas no Mercearia aos sábados.

O interesse em comum também se materializou para a troca de presentes. "A gente se interessa bastante, não só em beber, como em garrafas, copos, livros", enumera Stefany.

O namorado completa dizendo que harmonizar passou a ser a palavra-chave na hora de apreciar a bebida. "Combinações de queijo, por exemplo, se você compara vinho e cerveja, a cerveja tem conseguido muito mais combinações, tem uma maior variedade de estilos e sabores", detalha Marco Antônio.

Com os amigos, o analista de sistemas que trabalha como web designer já produz cerveja desde 2012, Stefany passou a ter participação ativa há menos tempo. "Mas na maioria das vezes ela está junto, a gente brinca que ela já tem 1% da cervejaria", entrega Marco. 

A produção entre amigos passa por várias etapas A produção entre amigos passa por várias etapas
até chegar à maturação, feita por eles na garrafa.até chegar à maturação, feita por eles na garrafa.

O processo de fazer leva alguns dias e passa por várias etapas, começando pela "brassagem", o cozimento do malte ainda na panela para tirar o açúcar necessário para a fermentação da cerveja. "Sem esse processo a gente não consegue extrair o açúcar", explica Marco.

Depois, o casal pontua e etapa da lupulagem e fervura, sequência que vai dar as característias de sabor e cor, resfriamento, fermentação e por fim, a maturação, que leva de uma até duas semanas. "A gente já passa para garrafa de vidro, misturado à uma solução de açúcar, limão e água que vai ser utilizada para criar mai gás depois de fermentada", descreve Marco.

"Fui aprendendo com o tempo, acompanhando, sendo curiosa", explica Stefany. O namorado completa que isso é o mais importante do cervejeiro. "Ser curioso para entender a cerveja da melhor forma". Os dois saem para beber quase toda semana. "E experimentar cervejas novas... Se eu não tomo banho de cerveja, não sou eu", brinca Stefany.

Stefany foi aprendendo com o tempo, para ser cervejeira é preciso ter curiosidade. (Foto: Marcos Ermínio)Stefany foi aprendendo com o tempo, para ser cervejeira é preciso ter curiosidade. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.