A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

12/10/2012 07:55

O que você ouvia quando era criança?

Ângela Kempfer e Anny Malagolini
Maria Clara destoa de sua geração: ouve Maria Bethânia.Maria Clara destoa de sua geração: ouve Maria Bethânia.

Lembro até hoje qual foi o primeiro disco que chamei de “meu” nesta vida. Era um LP de capa marrom, de Milton Nascimento. Achava as músicas tristes, não aguentava chegar à segunda faixa, mas era um prêmio, tomado na marra de meu pai.

Veja Mais
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980
Super-heroi, Pedro precisa de ajuda para continuar salvando a alegria da família

Simpatizei com ele, mas o que ouvia mesmo e dançava pra danar era uma canção de letra fácil, que repetia “Comprei um quilo de farinha, pra fazer farofa, pra fazer farofa-fa”.

E é por lembrar do sucesso daquele tempo que saio em defesa das crianças neste 12 de outubro. Se eu e tantos amigos ouvimos e dançamos ao som da melô da farofa, porque eles não podem cantarolar por aí “Agora eu fiquei doce, doce, feito caramelo”, ou algo parecido?

A bancaria Karoline Gomes Dutra, de 28 anos, ouvia Xuxa, a filha de 7 anos, Izabella, só escuta sertanejo, é fã do cantor Luan Santana.

Para mãe, não há problema. Ela acha que hoje as crianças já não são mais ligadas em música como antes. “Hoje as crianças têm muita informação, são diferentes, nem de casinha ela quer brincar”, argumenta.

Mesmo bem mais nova, sem a oportunidade de viver os tempos de glória do Balão Mágico, Simone Fonseca, 27 anos, gostava da trupe da quase xará Simony. Também lembra de músicas infantis, como o hit do “carimbador maluco” Raul Seixas.

Hoje, com dois filhos, Júlia, de 7, e Enzo, de 4 anos, ela tenta contagiar as crianças. Toda sexta-feira, ao lado do marido no violão, reserva um tempo para colocar MPB para tocar.

“Tem pai que para o filho ficar quieto acha melhor colocar na frente de uma TV ou no computador. A escola das crianças também incentiva eles a gostarem de músicas para crianças, com letras e temáticas apropriadas para a idade delas”. Um bom conselho de Simone.

Ana Karla Rigon, 33 anos, é um exemplo de como a família pode ser decisiva nesse quesito. A menina cresceu e depois de muito cantar com o Balão Mágico aguçou o gosto musical com o estilo clássico, justamente por influência do pai que participava da banda do Exército.

O filho Caio Vinicius, 4 anos, ouve agora o hit infantil do momento, a  “Galinha Pintadinha”, um sucesso que há muito não se via no Brasil. Tudo bem para a mãe, o menino se diverte.

Izabella é fã de Luan Santana.Izabella é fã de Luan Santana.

Se há uma música que faz o casal Fernando Teles, 44 anos, e Veridiana Nicolatt, 38 anos, voltarem no tempo é a de abertura do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”. Mas o filho Felipe Augusto, é moderno. Com apenas 12 anos, já gosta de música eletrônica. O menino tem um ouvido diferente desde de muito cedo, quando bebê, “se mexia todo quando ouvia a banda Charlie Brown Jr”, conta o pai.

O outro filho, Pedro Afonso, 10 anos, se rendeu à onda do sertanejo universitário. Gosta mesmo é de “Camaro Amarelo”. Vai entender como um ouve o oposto do outro, se as referências são as mesmas.

Para mim, a moral da história é deixar a criançada se divertir. Já vi gerações dançando na “boquinha da garrafa” e nem por isso vejo uma legião de jovens enlouquecidas de shortinho de malha e top andando por aí.

Mas também vejo outra moral nesta conversa e peço licença à mãe de Maria Clara, uma menina linda de cabelos pretos e óculos escuros, para desenhar o que penso sobre a sensibilidade e a humanidade presente em boas canções.

Aos 6 anos, ela se diverte como poucas crianças. Já canta, atua e cria poemas e canções. “Desde pequena eu ouvia os sons com atenção, e comecei a escrever sozinha. Minha mãe disse que eu sou o gravador dela, porque tudo que eu escuto gravo”, comenta a menina articuladíssima.

Impressionante, mas a menina gosta de Maria Bethânia. Nem sei se isso vai significar algo para Maria Clara no futuro, mas hoje ela tem a capacidade de questionar, o que já é uma vantagem e tanto em um mundo em que até adulto tem dificuldade de pensar, respeitar, criar e amar.

Depois de muito ouvir a mãe falar sobre Bethânia, perguntou se a cantora era realmente famosa, porque nunca ouviu em rádios e nenhuma de suas amigas a conheciam.

Bem, fica o recado de uma criança em forma de pergunta.

JúliaJúlia
Pedro AfonsoPedro Afonso



Roberto Carlos. Preciso dizer mais? Meu idolo desde criança. Meu sonho de consumo pra sempre.
 
Norma Silles em 15/10/2012 10:10:09
Essa foi boa rs Cristiane muito legal sua lembrança rsrs eu tambem gostava do DUVIDEODÓ rs é o duvideódo ... Muito legal aquele programa, eu estudava no BFB rs e sempre fazia um desenho e deixava na Tv. Campo Grande rs, na minha casa o que mais tocava era musicas sertanejas raiz rs Tipo : de que me adianta viver na cidade ..., rs meu pai tocava no acordeon , e tambem Gilliard - a pulga e o percevejo, Genghis Khan COMER COMER, COMER COMER RS ...Só na adolescencia que começamos ouvir Balão Magico, Xuxa, depois Menudos rs
 
Shirley Silveira em 14/10/2012 17:22:51
BOM DIA LEITORES... SAUDADE COISA BOA ERAM AS BRINCADEIRAS, PASSAR ANEL, ELASTICO, QUEIMADA COM BOLA DE MEIA, VOLEI NA RUA... QUE SAUDADE HOJE AS CRIANÇAS NAO SABEM O QUE E BOM BRINCAR DE VERDADE SEM MALICIA, SEM MEDO DE SER FELIZ... AGORA E TABLET, CELULAR, IPOD... ESSA TECNOLOGIA TIROU O BRILHO DO OLHAR INOCENTE DA CRIANÇA. ABRAÇOS E SAUDADES... VERA
 
VERA LUCIA GOMES em 13/10/2012 10:18:16
Saudades da época que as crianças brincavam na rua , se sujavam, brincavam de boneca , escutavam xuxa , balão mágico , músicas infantis mesmo . Hoje em dia as crianças só sabem ouvir funk , incentivado pelos pais , depois querem criticar pedofilia sendo que os mesmo apoiam isso , deixando uma criança ouvir funk . As crianças não sabem o que é se sujar , ficam só em internet . O tempo mudou e com isso mudou a mentalidade das crianças , dificil mesmo , antigamente a gente começava a trabalhar cedo , hoje se você pedir pra criança lavar o próprio prato meu Deus é um pecado , vai atrapalhar o desenvolvimento , está prejudicando a criança , complicado.
 
Katherine Stalin em 12/10/2012 19:51:57
Alguém lembra do programa duvideodó? musiquinha q tbm nao esqueço, mas escutei muitooooooooo Xuxa, trem da alegria, sabia todas as musicas e ainda coreografia rsrsrsrs... tempinho bom, era eu, minha irma e minha prima, as tres ensaiavam juntas, as paquitas hahahahaha
 
cristiane meira dos santos em 12/10/2012 19:19:37
saudades .... o tempo bom .... ha se voltasse !!!!
 
ANTONIO SILVA em 12/10/2012 16:41:43
Nós é que deixamos de interagir de modo a passar informações sobre costumes e brincadeiras de nossa época, pega um garoto de 7, 8 anos da cidade e mostra bulita(bolinhas de vidro) p ele, eu já fiz isso, o garoro nem imaginava o que era depois ficou encantado com a brincadeira, os pais é que estão se acomodando.
 
Rodolfo deToledo em 12/10/2012 16:36:22
oh, minha infancia foi maravilhosa, ouvia muito a xuxa, trem da alegria, balão mágico, nossa....q/ saudades da inocência, nda era apelativo p/ sensualidade, a magia de inventar, sonhar muito bom mesmo,
Hoje tenho 2 filhos e tento trazer um pouco disso p/ eles q/ gostam muito dessas musicas tento preservar o maximo da infância deles.
 
silvania rosa em 12/10/2012 14:30:35
Saudades de ouvir Trem da Alegria, Xuxa, Balão Mágico. Tenho todos meus discos de infânrcia aiinda e me parte o coração a ideia de me desfazer deles, já q nem encontramos mais toca-discos...acho que minha geração (1980) foi a última em que as crianças ainda eram crianças, que brincavam de pega-pega, esconde-esconde, passa anel e tantas outras...
 
Karla Lacerda Gomes em 12/10/2012 09:44:04
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.