A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

26/03/2015 06:40

Por amor ao skate, grupo reforma pista de praça no Jockey Club

Aline Araújo
A iniciativa partiu dos próprios skatistas (Foto: Alcides Neto)A iniciativa partiu dos próprios skatistas (Foto: Alcides Neto)

Cansados de esperar pelo poder público, os skatistas que frequentam a pista da praça do bairro Jockey Club resolveram arregaçar as mangas e transformar o lugar. Foram três semanas de muito trabalho, mas o resultado ficou incrível para quem pratica o esporte, ou melhor, o estilo de vida do skate. Que agora tem mais conforto e segurança.

Veja Mais
Caligrafia da escola rendeu à Marystella a profissão de designer de lousas a giz
Luis ganhou o título de presidente e hoje é dono da própria cadeira no bar

A reforma foi da base da pista, com um acabamento liso e iluminação, onde as lâmpadas foram trocadas. A pista ganhou mármore para facilitar as manobras, novos corrimões e até um banco, colocado para as manobras de street.  O apoio veio da Toys Skateshop, loja do empresário e skaitista Helmut Assis Sandes, de 38 anos, que patrocinou a reforma.

A reforma incluiu até a iluminação da pista. (Foto: Alcides Neto)A reforma incluiu até a iluminação da pista. (Foto: Alcides Neto)

Mas tudo partiu de um desejo pessoal de Helmud, e uma necessidade do grupo. Ele anda na pista há mais de 10 anos, cansou das promessar de reforma e resolveu chamar o pessoal para fazer acontecer. "A gente só queria uma pista de qualidade para todo mundo andar", conta.

Mas nada daria certo se não fosse o empenho dos meninos que usam a pista na mão de obra da reforma. Foram eles que colocaram a mão no cimento e na tinta para deixar como está hoje. Tudo pensado para melhorar a vida e os rolês de quem anda por ali.

A pista no estilo street ganhou tudo novo, refeito com o cuidado e o conhecimento de quem vai desfrutar do lugar. A reforma custou cerca de 5 mil reais, e a mão de obra veio da força de vontade e da união da galera do skate. A recompensa por tanto trabalho é um lugar melhor para andar e o sorriso no rosto dos que treinam por ali.

Um banco foi colocado para as manobras.  (Foto: Alcides Neto)Um banco foi colocado para as manobras. (Foto: Alcides Neto)

O mecânico Fernando Augusto Morando, de 27 anos, foi um dos skaitistas que comandaram a reforma. “Eu sou de uma turma, dos anos 2000, que não tinha pista para andar e a gente que construía. Eu morei um tempo em Cuiabá, e por lá a gente fez muita pista também, então quando me chamaram, eu estavá no “gás” para reformar aqui. E foi muito legal porque o pessoal do bairro todo ajudou” conta.

Com mais de 15 anos andando de skate, ele considera a pista a melhor de Campo Grande. “Não foi fácil fazer. Foi muito esforço, muita força de vontade, mas valeu a pena”, o resultado foi uma pista aberta para a comunidade 24 horas por dia, com boa iluminação onde o esporte reina. “Pode vir todo mundo, que será bem vindo”, convida.

Pista no inicio da reforma. (Foto: Arquivo Pessoal)Pista no inicio da reforma. (Foto: Arquivo Pessoal)
Pista depois da reforma. (Foto Arquivo Pessoal)Pista depois da reforma. (Foto Arquivo Pessoal)

Sanderson Benites, de 19 anos, tem o skate no coração. Ele começou a andar aos 8 anos de idade e nunca mais parou. Hoje trabalha em uma loja do segmento, ele ajudou com os registros da reforma e fica feliz em ver o pessoal dos outros bairros irem para a pista, agora que está reformada.

“Foi uma grande união, o pessoal que já vinha continuou vindo e muita gente vindo de outros lugares para conhecer. A pista ficou fera para facilitar as manobras e o legal é ver a galera andando contente”, comentou.

A reforma durou três semanas. (Foto: Arquivo Pessoal)A reforma durou três semanas. (Foto: Arquivo Pessoal)

Giovani Vicente Pereira da Silva de 13 anos, sempre estava por perto ajudando no que podia na reforma. Da experiência de vivenciar a união da turma do esporte, ele leva uma lição para a vida.

“Quando a gente quer e a gente se junta, a gente consegue. Eu ando há um ano. Quando comecei conhecia só uma ou duas pessoas que andavam aqui. Hoje eu conheço quase todo mundo. Fiz muitas amizades e isso me motiva a querer andar melhor e tudo isso eu tenho por conta do skate”, comenta o estudante.

Para registrar o resultado do trabalho, o produtor de video Clayton Yoshimura registou o resultado da reforma no video a seguir.




Show de bola galera... É isso mesmo, não pode esperar parado tem que fazer acontecer. Parabéns pela iniciativa... E que sirva de exemplo para todos.

Salve, salve... galera do skate!!!!
 
Gil em 26/03/2015 08:44:07
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.