A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

03/06/2014 06:19

Porquinho vira animal de estimação, com direito a passeio na praça e mamadeira

Anny Malagolini
Vitória leva o bicho até para passear (Foto: Marcelo Victor)Vitória leva o bicho até para passear (Foto: Marcelo Victor)

No aniversário de 12 anos, comemorado em abril, Vitória Garcia Cáceres, além das brincadeiras convencionais de festa de criança, pediu aos pais algo inusitado: uma égua e um porco.

Veja Mais
Despedida dominou a web na semana em que todo mundo coloriu de verde o coração
Datilografado, pedido de casamento revelou primo apaixonado em 1980

A explicação é simples, a pequena queria que os convidados tivessem contato com os animais. “A maioria nunca tinha visto de perto, eu falava e eles não sabiam como era”, explica e menina.

A mãe de Vitória, a advogada Tatiane Marques Garcia, 37 anos, conta que a filha cresceu brincando no mato, indo à fazenda, e por isso, é muito apegada ao meio rural, principalmente, aos animais.

Depois da festa, a égua voltou para a fazenda, mas o porco ficou na cidade, a pedido de Vitória, que adotou o bicho como se fosse um cachorro de estimação, com direito a passeio na praça. “Ele é mais carinhoso que um cachorro. A gente chega e ele deita no chão para fazer carinho”, compara.

Transformar suíno em pet já virou moda há muito tempo. A fofice do bicho começou com o filme “Baby”, o porquinho amigo leal de uma aranha e a ideia de que se trata de um bicho sujo fica cada vez mais distante.

Apesar de não gostar de banho, como a maioria dos animais e das crianças, “Billy”, como é chamado, é obrigado a encarar o chuveiro uma vez por semana.

Tatiane afirma que a raça é de porte pequeno, então a domesticação do animal não vai ser problema em relação ao espaço.

Ele ganhou mamadeira, casinha para dormir e um nome mais curto, porque foi batizado como “Billy Tender”.

A alimentação é a base de ração canina e leite, para ser ministrada pela mamadeira. A casa de Vitória ainda tem dois cachorros e duas tartarugas, que segunda ela, vivem em um ambiente pacífico mesmo sendo tão diferentes.

 

 

 

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.