A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

15/08/2013 06:48

Roberto Higa procura notícias de menina que fotografou há 40 anos

Paula Maciulevicius
Da memória do fotógrafo, Higa carrega apenas o olhar. Nome, filiação e idade ficaram para trás. (Foto: João Garrigó)Da memória do fotógrafo, Higa carrega apenas o olhar. Nome, filiação e idade ficaram para trás. (Foto: João Garrigó)
Foto da menina.Foto da menina.

Com mais de quatro décadas de carreira no fotojornalismo, milhares de flashes e histórias, uma foto de 1974 intriga o fotógrafo Roberto Higa. Ele até hoje não sabe o que aconteceu com a única sobrevivente de um acidente na saída para Cuiabá.

Veja Mais
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz
Passada "nuvem negra" que trouxe o câncer, rosa tatuada no braço une 4 mulheres

Como de costume, na época, a criança viajava com o pai e a mãe na carroceria de uma caminhonete. Na estrada, rumo à Camapuã, o veículo tombou e a menina ficou prensada e foi salva graças a um colchão.

A família toda morreu e o registro só foi feito porque a Polícia levou a vítima sobrevivente até o jornal Diário da Serra para que a notícia fosse dada.

“Só que o grande problema é que a criança não tinha pra onde ir naquela época”, se refere Higa quanto à carência de casas de abrigo e orfanatos e tampouco Conselho Tutelar.

Entre as inúmeras fotos no arquivo, tanto as de papel como as já escaneadas, a da pequena que aparenta ter em torno de 4 anos, descalça, num vestido branco e com um olhar triste é o que volta e meia vem à cabeça do fotógrafo.

“O que aconteceu com essa menina será? Ela não deve estar velha, deve ter uns 40 anos. Na época ela devia ter uns 3 anos, no máximo”, comenta.

O curioso é que do Papa João Paulo II, Manoel de Barros, às figuras de governantes, é aquela a imagem que ele se pergunta que vida levou a menina que se tornou mulher.

“Me intriga hoje porque o mundo está diferente. Tem recurso, tem para onde ir, antigamente não”, narra.

Da memória do fotógrafo, Higa carrega apenas o olhar. Nome, filiação e idade ficaram para trás. Mas quem sabe, se a sobrevivente ainda morar em Campo Grande, o Lado B possa noticiar o futuro que ela teve. Afinal, se do acidente apenas ela escapou era por um grande propósito divino, ou do destino, creio eu.




Parabéns pelo intento e atitude de perseverança , pois para jornalistas noticias devem ter começo, meio e fim,.
 
Suzi da Costa em 12/11/2013 14:23:04
Vamos ajudar o Higa, postando "compartilhando", no Face!!!
 
Valdecí Batista Santos em 15/08/2013 15:47:31
Higa, que historia mais curiosa, agora até eu fiquei querendo saber este desfecho, Mato Grosso do Sul, vamos ajudar o Higa a encontrar essa pessoa. Sabemos do grande profissional e pessoa que vc é, vc é um arquivo vivo. um abraço
 
rhode de figueiredo rocha em 15/08/2013 12:41:41
Fique tranquilo senhor Roberto, ela vai aparecer e acalmar o seu coração. Que Deus o ilumine.
 
JOÃO ROBERLEI RONDINA em 15/08/2013 12:07:33
FOTOCORAÇÃO!! Só o Higa mesmo para fazer este registro!.
 
Edno Moraes Ferreira em 15/08/2013 11:23:51
A sensação do grande fotógrafo está exatamente nisso - ele é profissional para registrar o instante, mas seu registro grava-lhe na memória a responsabilidade por uma vida que passou entre seus dedos...onde estará ela? Terá superado os traumas? Quem sabe...o porquê dela ter sobrevivido (afinal existe um porquê?) C' est la vie!
Todos nós que agora sabemos de sua apreensão também nos tornamos um pouco "responsáveis" por essa história...e torcemos para que o melhor tenha ocorrido com a tal menina.
Parabéns pela matéria!
 
Marcos Santos em 15/08/2013 11:10:58
A memória do MS está preservada pela mente, alma e espírito do nosso amado Higa, fotógrafo artista, que registra nossa história a cada instante com seus olhos digitais.
 
Maria Marta dos Santos em 15/08/2013 10:52:28
Sentimento é para quem tem riqueza de espírito, não para quem quer.
 
Elza Maria em 15/08/2013 10:24:38
Higa é a historia viva do Mato Grosso do Sul. Vira e mexe lá está ele a aparecer na mídia mostrando seu talento em forma de imagem, tentando nos dizer que seu trabalho, maquinas antigas e suas imagens é um patrimônio de nosso estado. Só a "cultura" dos políticos não vê a preciosidade que temos. Tá na hora de promovermos um alerta sobre isso; Arquivo Roberto Higa, onde guardaríamos para sempre o material visto pelas lentes eletrônicas de Higa, há 50 anos e que hoje pertence ao povo sul-mato-grossense. Parabéns, Higa!
 
samuel gomes-campo grande em 15/08/2013 09:28:40
Higa, mande a fota escaneada ao Campo Grande News para que eles a publiquem na integra, da forma como aparece não dá para ver direito a criança. Parabéns!
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 15/08/2013 09:24:14
O SEU OLHAR FOTOGRÁFICO TEM QUE SER REPASSADO PARA UM ÁLBUM QUE CHEGUE AS ESCOLAS PARA QUE POSSAMOS LEMBRAR DO PASSADO VIVER O PRESENTE E NÃO DEIXAR QUE O FUTURO NOS FAÇA ESQUECER TUDO ISSO.OS JOVENS DE HOJE TEM QUE SABER MUITA COISA QUE JÁ ESTA ESQUECIDA E VC TEM UM GRANDE ACERVO CULTURAL E POLÍTICO EM FOTOS.CAMPO GRANDE NEWS UMA CAMPANHA PODE SER FEITO JUNTO AS AUTORIDADES ADMINISTRATIVAS DESSE ESTADO,OU TUDO SE PERDERÁ COM O TEMPO,POIS POUCOS SABEM, EX. É A CASA DA MEMÓRIA AGORA UMA AUTO ESCOLA E MUITOS NEM SABIAM QUE ALI ERA UM LUGAR DE VISITAÇÃO.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 15/08/2013 08:49:20
Caro Higa, sem maiores pretensões, mas acho que esse é o olhar intrigante do tempo. Passado e presente se conflitando a partir de uma fotografia. Tragédia, emoção e saudosismo alimentando a alma inquieta. O fotógrafo, em sua arte, perpetua o instante infinito do pensamento... Parabéns por nos proporcionar esse olhar poético da sucessão do tempo...
 
Luís Carlos Luciano em 15/08/2013 08:37:21
Que bonito isso.Você se lembrando e se preocupando em saber sobre o destino da sobrevivente.Vou compartilhar isso na rede social.Vamos ajuda-lo...quem sabe também poderemos matar a curiosidade sobre ela?A historia me intrigou.Sucesso na sua busca!
 
Ana Lucia Bittar em 15/08/2013 08:36:59
Higa, você foi e será sempre o bom profissional que todos nos campo grandense amamos.
fico feliz em saber que você tem este coração lindo.
 
neuza borges leal em 15/08/2013 08:16:28
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.