A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

10/06/2013 07:12

Transformista representa Mato Grosso do Sul no Miss Brasil Gay

Elverson Cardozo
É a primeira vez que Kauanny participa de um concurso nacional do gênero. (Foto: Arquivo Pessoal)É a primeira vez que Kauanny participa de um concurso nacional do gênero. (Foto: Arquivo Pessoal)
Transformista quer o título para MS e diz que vai fazer bonito na competição. (Foto: Arquivo Pessoal)Transformista quer o título para MS e diz que vai fazer bonito na competição. (Foto: Arquivo Pessoal)

A maquiadora, cabeleireira e artista transformista Kauanny Motta, de 21 anos, vai representar Mato Grosso do Sul na 36ª edição do Miss Brasil Gay. O evento, marcado para o dia 17 de agosto, a partir das 21h, será realizado no Cine Theatro Central, na cidade mineira de Juiz de Fora.

Veja Mais
Uber multado, reajuste de ônibus e cidade sob chuva bateram recordes nas redes
Do Corinthians ao canteiro de obra, zagueiro que virou servente tem nova chance

A candidata, que nasceu em Coxim, foi aprovada na seletiva regional no final de 2011, em um concurso promovido na boate bistrot, em Campo Grande. Na época, ela concorreu com outras 11 participantes, de várias regiões do Estado, e foi avaliada, nos quesitos beleza, elegância, passarela e simpatia, por 6 jurados.

Como no ano passado a competição em Juiz de Fora foi suspensa, por falta de arrecadação, Kauanny não participou, mas o nome dela, por respeito, foi mantido e enviado à comissão organizadora.

É a primeira vez que a transformista participa de um concurso nacional do gênero, apesar de somar experiência em competições pelo Estado. Em 2009, ela concorreu ao Miss Mato Grosso do Sul e ficou em terceiro lugar. Em 2001, representou Três Lagoas no mesmo concurso; ganhou o primeiro lugar e o melhor traje da noite.

Desafio - Apesar da bagagem e do talento reconhecido, Kauanny é mais uma candidata que se dedica ao evento por amor e para se realizar pessoalmente. Se fosse levar em consideração a premiação que, se comparada aos gastos, se torna “simbólica”, a cabeleireira já teria deixado tudo para trás.

“Só de passagens, ida e volta para São Paulo e confecção de gala gastei uns R$ 2 mil. Ainda tem o valor da inscrição, que é R$ 1 mil, fora o traje típico”, contou.

Na seletiva regional, jovem saiu na frente de 11 candidatas. (Foto: Arquivo Pessoal)Na seletiva regional, jovem saiu na frente de 11 candidatas. (Foto: Arquivo Pessoal)
Maquiadora já conquistou o primeiro lugar em um concurso. (Foto: Arquivo Pessoal)Maquiadora já conquistou o primeiro lugar em um concurso. (Foto: Arquivo Pessoal)

O marido, que é o coordenador local do evento, Frank Rossaete, 25 anos, confirma e arrisca dizer que, somando tudo, a despesa pode chegar a R$ 20 mil. Mas o esforço, apesar da premiação maior ser R$ 2 mil , compensa, garante.

“Somos um estado ruralista, muito arcaico, interiorizado. Queremos mostrar que estamos a par das instituições LGBT, da cultura LGBT. Queremos divulgar Mato Grosso do Sul e mostrar que aqui também tem um representante gay, que também fazemos concursos gay”, disse.

Kauanny reforça o discurso do esposo e afirma que está se esforçando para representar bem o Estado onde nasceu. “Estou fazendo de tudo para fazer bonito, desde a escolha de um bom esmalte até um sapato que me dê leveza no palco. Quero trazer esse título para Mato Grosso do Sul porque nunca tivemos”, declarou.

Com torcida organizada, a participante espera agora conseguir ajuda do Governo de Mato Grosso do Sul para levar interessados ao evento no dia 17 de agosto. “Estamos esperando a ajuda com um ônibus para levar a torcida e mexer um pouco com a cabeça dos jurados”, comentou, ao dizer que fez o pedido a vice-governadora Simone Tebet.

Concurso Realizado há 37 anos, desde 1976, o Miss Brasil Gay foi idealizado pelo cabeleireiro Chiquinho Mota. Em sua 36ª edição, o evento, que movimenta transformistas de todo o Brasil, tem como tema “Todos somos iguais em direitos”.

Ao todo, 27 candidatas vão subir ao palco, representando todos os estados brasileiros e o Distrito Federal. O concurso se destaca por enaltecer a arte do transformismo. Todas as participantes devem ser, obrigatoriamente, transformistas.

Kauanny em evento na praça Ary Coelho. (Foto: Arquivo Pessoal)Kauanny em evento na praça Ary Coelho. (Foto: Arquivo Pessoal)

A vencedora, segundo o coordenador local, ganha R$ 2 mil. Segundo e terceiro lugares ficam com R$ 1 mil e R$ 500,00, respectivamente.

Entrada – Interessados em assistir o concurso em Juiz de Fora poderão comprar os ingressos a partir do dia 2 de agosto, sempre das 10h ás 19h, exclusivamente na bilheteria do teatro.

Os preços variam entre R$ 15,00 (galeria – meia-entrada) e R$ 60,00 (plateia A – inteira). Reservas para grupos de até 20 pessoas ou mais podem ser feitas pelo e-mail contato@missbrasilgay.com




Não quero comentar a matéria porque acredito que ficou ótima, quanto aos comentários fundamentalistas vejo que pouco a pouco os "peixes morrem pela boca" haja vista as constantes práticas de violência, estupros, lavagem de dinheiro e pedofilias estampadas em manchetes cada dia com mais e mais pastores envolvidos superando os escândalos dos padres e lideres de outras religiões, mas isto fundamentalistas religiosos em específicos evangélicos não falam e nem tornam público, mas ficam tentando enganar a sociedade com inverdades e pegando casos de LGBTs para nos diabolizar cada vez mais. Já dizia meu avô quem tem "rabo de palha" nunca deve tacar "fogo no rabo" do vizinho!

Tenho vergonha de ser Brasileira.
 
Cris Stefanny em 12/06/2013 20:32:16
Gostaria que o Fernando Silva em 10/06/2013 08:54:37 detalhasse em minúcias, sem afetação emotiva, o que são os tais "princípios basilares da família".

E o senhor Ewalter honfi em 10/06/2013 20:29:29, que pede que "Leia Romanos, Apocalipse etc.", acredita que qualquer bobagem instituída seja verdade universal e imutável, infelizmente. Acha que Bíblia é critério obrigatório a todos, que um pedaço de papel define pessoas, e que elas não devem nunca questionar qualquer afirmação desumana e ilógica que essas convenções apresentam. É uma lástima que esse tipo de gente use suas energias para agredir pessoas, defendendo textos duvidosos "de Deus". Quando alguém denigre ou almeja remover direitos dos diferentes não está apenas usando da liberdade de expressão, mas destilando discurso de ódio.
 
Paulo Abreu em 11/06/2013 19:58:13
Eduardo Boretti, prá DEUS, gay, lesbicas,simpatizantes, vão todos para o inferno. Leia Romanos, Apocalipse etc. Quem deturpou o genero humano foi satanas. Deu criou homem e mulher, o que passar disso vai para o inferno. Leia a Biblia e entenda.
Por sinal não é ela , é ele. A certidão de nascimento do cidadão não fala que é do sexo masculino? Se na mente dele pensa que é mulher, perguntre se ele mestrua? Tem ovário? Engravida? Tem TPM? O sr. Kauanny Motta, é do sexo masculino apesar da aparencia.
Deus determinou que ele nascesse do sexo masculino e ele deveria aceitar. No alistamento militar tem sexo feminino?
 
Ewalter honfi em 10/06/2013 20:29:29
Não vou comentar e sim questionar esse tal Fernando Silva, quando um artista ta no palco você não deve questionar o porque das "crianças" sem saber se quer quem elas são. Quando o evento a ser realizado não era de promoção, e sim um lindo show para promover a união o respeito a igualdade entre seres humanos.
Torcendo por você kauane mota.
 
vivian araujo em 10/06/2013 20:14:56
vc estará representando muito bem nosso estado. Não existem erros, coincidências.Todos os eventos são bênçãos dadas a nós para aprendermos através deles.
 
marcia moraes em 10/06/2013 15:12:57
"Usar crianças" em carnaval (só promiscuidade e nudismo), pode! Usar crianças em filmes e novelas com cenas de violência e sexo, pode! Agora em um concurso descente, não pode Fernando Silva?! O que é conceito de família neste caso? Está se falando de um concurso, e não de casamento gay (vcs confundem muito os assuntos!). E "diferentes" porque? Um transexual, um gay, uma lésbica não pagam impostos?! Não trabalham?! O que é feito entre 4 paredes é problema de quem faz! Essa hipocrisia da sociedade me irrita! "— Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus. Porque Deus julgará vocês do mesmo modo que vocês julgarem os outros e usará com vocês a mesma medida que vocês usarem para medir os outros. Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho? (Mateus 7:1-3 NTLH)
 
Eduardo Boretti em 10/06/2013 13:30:24
parabens,nosso estado vai ser muito bem representado por ela alem de linda e elegante vai com fe esse titulo ja e seu.bjs
 
sonia moraes em 10/06/2013 13:10:15
Boa sorte e que traga esse título para MS! Com certeza se fosse envolvimento com "futebol" por exemplo, a ajuda seria garantida rsrsr uma pena nosso Estado e o Brasil ser assim, mas tenha fé que tudo sairá lindo e você vitoriosa! Aqui de São Gabriel também estarei juntamente com meu noivo na torcida!!! Arrase!
 
Elias Netto em 10/06/2013 12:36:49
Se muitos se espelhassem e "usassem crianças" para o bem estava ótimo... Pq o que vejo diariamente são crianças sendo abandonadas, estrupadas, violentadas fisicamente e por ai vai... Foi apenas um show artístico, luta pela Paz! As crianças são o futuro da nação, melhor estar envolvidas com esses movimentos, e saber desde pequenos sobre o respeito ao próximo, e serem livre de preconceito, ao invés de poupá-las. Campo Grande precisa tirar esse rótulo de cidade interiorana, de pessoas vazias e cheio de preconceitos, somos uma capital, e esse movimento também nos ajuda a ser visados, pois é cultura, é alguém representando nosso estado para algo bom...o concurso vem com o tema "Todos Somos Iguais em Direitos"...Um evento que movimenta contra preconceito.....Parabéns Kauanny.
 
Thiago Castello em 10/06/2013 12:16:37
OMG! Ela é linda! Já ganhou! Traz o título logo!
 
Suellen Kemp em 10/06/2013 11:42:31
olá kauanny sou o johnatan matos estou morando no momento no rio de janeiro mas estou torcendo pela sua vitória você é linda e simpática tenho muito orgulho de ser sul mato grossense bjss
 
johnatan matos em 10/06/2013 11:12:17
Boa sorte, espero que tudo de certo, e que este tão sonhado titulo chega para o MS.. Beleza, simpatia e Elegância, é seu forte vamos com tudo MS, esse titulo ja é nosso :D
Lucas Lopes produtor de Priscila Hangel Miss Gay Ribas do Rio Pardo e 2° Lugar no Miss Gay MS.... " Ribas torce por você :D"
 
Lucas Lopes Ribeiro em 10/06/2013 10:25:26
não se usou crianças para divulgar nada este foi um evento ao qual teve participação delas e essas crianças são todos sobrinhos da Kauanny e fizeram um show um ato pela paz nada ligada a influencia dos mesmo era uma ato contra a violência contra negros, índios, homossexuais, violência no transito, então era um ato cívico ao qual os pais autorizaram os mesmo .
 
frank rossatte em 10/06/2013 09:59:52
O respeito as diferenças é justo, merecido e necessária. Mas "usar crianças" para divulgar, ou faze-las participar de tais eventos, é um franco desrespeito aos princípios basilares da família.
 
Fernando Silva em 10/06/2013 08:54:37
Homossexuais são submetidos a castigos físicos, servem de motivo para chacota exposição pública, são expulsos do seio familiar e dos serviços, além de sofrerem violência, esta matéria contrapõe a tudo isso muito bom renova a esperança de dias melhores para todos(as). Joatan é Presidente da CDH-OAB.MS.
 
joatan loureiro da silva em 10/06/2013 08:09:48
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.