A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

06/08/2015 06:34

Versão de Eduardo e Mônica, casal se conheceu como 'irmãos' pela paixão dos pais

Paula Maciulevicius
Como Eduardo e Mônica, ela é médica, tem 30, ele estudante de Direito, de 22 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)Como "Eduardo e Mônica", ela é médica, tem 30, ele estudante de Direito, de 22 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Oito anos de diferença na idade é o de menos para o casal Luciana e Kelvin. Ela é médica, tem 30, ele estudante de Direito, de 22 anos. Os dois se conheceram num jantar na Feira Central há quatro anos, quando o pai dele e a mãe dela, depois de começarem um namoro, resolveram juntar a família para que os filhos se conhecessem. Hoje, na contagem regressiva para subirem ao altar, eles falam que são mesma a versão "Eduardo e Mônica" de Renato Russo.

Veja Mais
Casal queria poetizar início, mas soube rimar como ninguém o "fim" do amor
Monogâmico ou não, gays e lésbicas querem o direito de viver a afetividade

"E quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?"

"Antes da nossa história, vamos explicar a família para você entender", diz o noivo, Kelvin Felipe Gimenes da Silva. Na infância, eles dividiram a mesma rua, mas não se lembram um do outro. A memória dos dois se encontram na antiga adega no bairro Itanhangá, que ficava no mesmo endereço deles. Os pais de Kelvin são separados e ele foi criado pela mãe e o padrasto. Aos 15 foi morar com o pai que era amigo da família de Luciana. 

Ela se formou aqui, mas exercia a Medicina em São Paulo. Estava noiva, quando a notícia da morte do pai a trouxe de volta a Campo Grande. "Meu pai faleceu e eu acabei vindo morar aqui. O Claudionor, pai dele, é advogado da família e se propôs a fazer o inventário. Durante o processo, o pai dele e a minha mae se apaixonaram", resume Luciana Cafure. 

O pai dele e a mãe dela se apaixonaram e ao juntarem os filhos, viram nascer o amor dos 2. (Foto: Arquivo Pessoal)O pai dele e a mãe dela se apaixonaram e ao juntarem os filhos, viram nascer o amor dos 2. (Foto: Arquivo Pessoal)

No tal encontro de famílias, Kelvin deu uma desculpa pra lá de esfarrapada para pegar o celular dela, dizendo que a operadora tinha uma promoção. Ela, assim que chegou em casa disse à mãe que se o garoto fosse um pouco mais velho... À época Luciana tinha 26 e Kelvin, 18.

"Eduardo e Mônica um dia se encontraram sem querer,
E conversaram muito mesmo pra tentar se conhecer..."

De janeiro a março eles trocaram mensagens todos os dias. Se falavam e sabiam no que estavam se metendo até que se decidiram se encontrar. Eles marcaram um cinema, mas a ideia era acertarem as coisas e terminar o que nem haviam começado. "A gente ia ser meio-irmão..." justifica o casal. A tentativa falhou, na primeira saída, houve o primeiro beijo e também o primeiro término.

"E, mesmo com tudo diferente
Veio mesmo, de repente
Uma vontade de se ver
E os dois se encontravam todo dia
E a vontade crescia
Como tinha de ser"

No começo o namoro ainda foi meio escondido. O casal foi chamado várias vezes pelos pais para conversar. "Meu pai dizia que eu não podia fazer a menina sofrer...", lembra Kelvin dos conselhos. "A gente teve bastante dificuldade, diziam que ele queria o meu dinheiro e eu queria um 'meninão'", lembra Luciana. Morar junto, de fato, eles nunca moraram, porque quando os pais deles se juntaram, Kelvin entrou para a faculdade e montou uma república.

Em 2013, casal ficou noivo num dia todo especial. (Foto: José Ignácio Fotografia)Em 2013, casal ficou noivo num dia todo especial. (Foto: José Ignácio Fotografia)

A diferença de idade acaba sendo amenizada e os dois explicam porquê. O casal viveu realidades bem diferentes, mas Luciana sempre conviveu com as amizades do irmão, que tem 10 anos a menos. Já Kelvin precisou dar duro na adolescência e diz ter amadurecido cedo. "A gente se encontrou nisso", explicam.

Em 2013, dois anos depois de estarem namorando, eles começaram os planos de ficarem noivos. Compraram as alianças juntos, mas Kelvin ficou com a incumbência de fazer o pedido quando estivesse pronto. Levou dois meses para preparar toda a surpresa do vídeo abaixo.

Ele dividiu o dia 22 de novembro em três partes. No trabalho, em casa e depois no restaurante preferido deles, com lírios e o mesmo poema... Todo pedido foi gravado até chegar a parte em que ele ajoelhou e pediu Luciana em casamento. "Eu sou muito difícil de surpreender, mas ele sempre consegue", comenta a noiva. E só de lembrar a história, os olhos dela enchem d'água...

Quando perguntada à Luciana se a música de Renato Russo faz jus ao enredo deles, a noiva ri e diz que das canções nacionais, esta com certeza é a deles. "Eu também falo alemão e espero que a gente tenha gêmeos!" brinca.

"Essa é a nossa história. Nossos pais estão juntos até hoje e a gente se casa dia 9 de outubro", finaliza Kelvin... Os dois vão voltar para a rua onde moraram, dessa vez, um ao lado do outro.

"E quem irá dizer
Que não existe razão?"

Essa é a nossa história. Nossos pais estão juntos até hoje e a gente se casa dia 5 de outubro, conta o noivo. "Essa é a nossa história. Nossos pais estão juntos até hoje e a gente se casa dia 5 de outubro", conta o noivo.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.