A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

24/08/2012 10:50

Grupo viaja para a África e leva na mala uma bagagem diferente: solidariedade

Luciana Brazil
Grupo se reúne na igreja para falar da missão na África. (Fotos:Rodrigo Pazinato)Grupo se reúne na igreja para falar da missão na África. (Fotos:Rodrigo Pazinato)

A 700 km de Maputo, capital de Moçambique, na África, o vilarejo Vilanculos sofre com a miséria. A fome e a pobreza fazem parte do cotidiano. A sorte dos desprovidos é que muitos se sentem prontos em ajudar.

Veja Mais
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz
Passada "nuvem negra" que trouxe o câncer, rosa tatuada no braço une 4 mulheres

Em breve, o vilarejo vai receber 2 mil kits de roupas e mil escovas de dentes que não resolve o problema, mas vão ajudar, e muito, os habitantes do lugar. O auxílio vem daqui, de Campo Grande. São 16 jovens da 3° Igreja Batista que desejam levar, além do auxílio material, os ensinamentos de Cristo.

Ansiosos com a partida, que será em outubro, os jovens sabem muito bem o que vão encontrar por lá. Os relatos de quem conhece o lugar emocionam facilmente. Além da pobreza, a carência afetiva das crianças é de doer o coração.

Uma capela de alvenaria já está quase pronta no vilarejo. A construção é resultado da parceria entre a igreja 3° Batista e, a também evangélica, Filadélfia. O dinheiro arrecadado nessas comunidades já está sendo enviado há algum tempo para a construção da capela. Missionários da Filadélfia estão no vilarejo ajudando na construção.

O líder do grupo, Niutom Júnior, 35 anos, explica que se a construção ainda não estiver finalizada quando eles chegarem, os voluntários vão colocar a mão na massa. “A igreja deverá estar pronta quando chegarmos, mas senão estiver, vamos ajudar com os tijolos também”.

Dos 16 integrantes que vão à África, 12 fazem parte do Ministério Barcos, grupo de músicos da 3° Batista. Entre os voluntários, um policial, uma militar do Corpo de Bombeiros, além de outros profissionais, estão dispostos a levar mais do que ajuda material.

Davi é um dos voluntários e está ansioso com a partida.Davi é um dos voluntários e está ansioso com a partida.

Transmitir os ensinamentos de Deus aos que ainda não o conhecem é o principal objetivo da viagem. “Queremos levar a palavra de Deus por meio da música. Deus pode mudar a vida deles”, disse Júnior.

Ele declara que a pobreza e a miséria da África são incomparáveis. “Poucas pessoas querem ir para lá, por isso escolhemos ajudá-los também. Mas a gente também ajuda aqui, se estamos indo para lá não significa que não ajudamos que está perto de nós”.

Para os missionários, abrir mão da comodidade e sentir na pele os sofrimentos pode mudar alguns conceitos. Fernando Rodrigues, 33 anos, integrante do Ministério Barcos, acredita que a experiência será única. “Além de ser um momento único, estamos encarando como um teste. Queremos ter um abrigo em Campo Grande”, lembra.

"Quem sabe se estivermos em um lugar diferente a fé não pode ser ainda maior?", se questionou o policial Davi Pereira, 26 anos.

Para comemorar a construção da capela, no dia 12 de outubro uma Conferência Evangélica será realizada no vilarejo. São esperadas cerca de 5 mil pessoas, entre brasileiros e moçambicanos.

A visita dos 16 jovens será de apenas oito dias, mas todos esperam e acreditam que o pouco poderá ajudar a vida de muitos. “Vamos levar diversão, bola, ensinar algumas brincadeiras, falar de higiene, fazer o melhor”, disse Júnior.

Para ajudar: No próximo dia 22 e 23 de setembro a 3° Batista vai realizar o congresso “Vigiai 2012” com o ministério “Livres para Adorar” do pastor Juliano Som. Todo o dinheiro do evento será arrecadado para comprar os 2 mil kits de roupas que ainda não foram comprados.

“Quem não puder ir ao evento, compre a entrada para ajudar, é uma oferta ao projeto. Mas não queremos nada usado. Vamos dar camisetas e shorts novos”.

Uma estrutura com praça de alimentação e espaço para as crianças será montada na igreja.

Plínio lembra com detalhes como é a vida do povo.Plínio lembra com detalhes como é a vida do povo.

Relatos de quem foi: “Lá têm poucos que são muito ricos e muitos que são bem pobres”, disse o aposentado Plínio Roberto, 62 anos que participa da 3° Igreja Batista.

Há um mês Roberto esteve em Vilanculos e contou um pouco das histórias que presenciou. “Lá não existe essa cultura de pegar a criança e colocar para dormir, beijar e abraçar, então elas são muito carentes de afeto”, explicou.

Ao se sentar no chão, as crianças logo cercavam o aposentado. “Vinnha uma, duas e de repente tinham várias crianças do meu lado, no meu colo. Elas não queriam brincar, queriam ficar perto”.

As coisas não são caras, mas eles não tem dinheiro porque não tem serviço, explicou Roberto. O povo sobrevive do campo. “Eles vendem banana, laranja e coco, mas todos vendem a mesma coisa. Para ajudar a gente compra banana de um, coco do outro”.

A cidade é arenosa e cercada pelo mar. “Muitos turistas passam por lá porque tem duas ilhas próximas que são destinos turístico”.

Roberto diz que o povo anda muito a pé. Às vezes pegam as “chapas”, espécie de lotação, como as vans no Brasil.

“Eu fazia um kit de dois biscoitos com um pirulito e as crianças não comiam com medo de acabar. Ficavam olhando para o biscoito, apreciando mesmo. Mas apesar da tristeza são sempre alegres”, completou o aposentado.

Ajudar: Além de participar do Congresso Vigiai, as pessoas podem ajudar fazendo doações na conta bancária do projeto. Banco do Brasil, Agência 4211-0 e Conta Corrente 41774-2, Terceira Igreja Batista- Barcos.




Apaz do Senhor a todos, sou da igreja batista em jucurutu no rio grande do norte e hoje pela tarde senti uma grande dor ao ver alguns videos da africa, como nos temos tudo e eas vezes queremos mais ou entao so valorizamos oq temos quando vemos cenas fortes como oq é a fome na africa, tenho um filho e ao ver acena de crianças tao magrinhas me derramei em lagrimas , gostaria de ajudar parabens!
 
fernanda nerialba em 19/09/2012 02:01:16
Tenho o privilégio de ser ums dos voluntários para esta missão. Creio na dinâmica proposta pelo Senhor, quando disse que o evangelho deveria ser levado a Jerusalém, mas também até os confins da terra, pois o amor de Deus é para todos!
 
Aldo Freitas em 28/08/2012 08:28:41
Tenho orgulho de ter vivido grande parte da minha vida na Terceira Igreja Batista de Campo Grande. Esse projeto idealizado pelo pastor Mauro Clementino é de Deus, por isso maravilhoso. Parabéns a todos os membros que estão indo, contribuindo e orando por esse evento grandioso, que é levar a quem precisa essa mensagem de amor trazida pela salvação por meio de Jesus Cristo!
 
Maria Eunice C. M. Faloppa em 27/08/2012 11:38:15
Solidariedade é bom sim, mas porque na Africa. Por quê não fazem isso aqui em Campo Grande. É só dar uma volta na periferia que vemos pessoas passando fome, crianças desnutridas. Eu acho pura hipocrisia, ajudar os africanos é bonito, ta na moda, aparece na midia. Jolie, Madonna, Pitt, todos querem ser igual a eles, bonitões da solidariedade...
 
Alaor Pereira em 25/08/2012 10:03:10
Trabalho maravilhoso!! Parabéns ao grupo que esta participando e parabéns ao grupo que esta divulgando!!
 
Sonia F Fitts em 24/08/2012 12:48:23
Eu, estou nessa para ajudar, vamos la campo grande, podemos todos fazer um pouco por essas pessoas tambem.
 
carlos paiva oliveira em 24/08/2012 12:29:26
Acompanho o trabalho em Vilankulo por email, telefone e facebook desde o seu início. Parabéns a todos especialmente ao irmão Plínio e ao companheiro Policial Militar. Cel PM FREIRE
 
Otoniel Freire em 24/08/2012 08:01:27
Parabéns, ao grupo...trabalho maravilhoso!!!
 
Tania Barbosa em 24/08/2012 07:19:04
É muito bom ver as pessoas pensarem o bem do próximo. Não nos esqueçamos que a saudosa Drª Zilda Arns faleceu no Haiti, sem que praticamente nenhum brasileiro soubesse que lá ela estava, prestando serviço humanitário, como sempre fez, quando houve aquele terrível terremoto que arrasou o País.
 
Paulo Cunha em 24/08/2012 06:48:21
Parabéns! Com certeza traz alegria a todos esse trabalho.
 
Lucas Neves em 24/08/2012 04:37:56
Que bençao!!Deus abençoe a essas pessoas que vao esta nessa missao,que Deus de Graça,sabedoria,pois aquele povo precisa de ajudar e de conhecer a palavra de Deus,assim como nos todos precisamos..Amem!!
Divugem o Evento Vigiai 2012 assim q estiver proximo,eu quero participar e tb ajudar essa obr ame nome de Jesus :)

Deus os abençoe
 
vania silva em 24/08/2012 04:36:50
Estarei contribuindo financeiramente. Já coloquei essa página no favoritos para não esquecer.
 
Rósi Paulino em 24/08/2012 04:24:57
Acho muito importante esse trabalho, ou sejá esse amor, essa com certeza é a melhor definição disso, teria imenso prazer em ir tbm para essa obra que é do senhor, infelizmente não posso mas orarei fielmente por essa viajem e por tudo que Deus já preparou para os que vão, tenho certeza que voltarao cheios de esperiencias tbm espiritual, parabéns 3º igreja batista, e campo grande news pelo apoio.
 
marilete camara em 24/08/2012 01:10:12
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.