A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

28/07/2015 11:23

"Não convide quem nunca foi na sua casa", ensina especialista em casamentos

Karla Lyara
Claudia é jornalista e consultora em etiqueta. (Foto: Divulgação)Claudia é jornalista e consultora em etiqueta. (Foto: Divulgação)

Entre o pedido de casamento e o “sim” no altar, existe uma vasta caminhada. As festas de matrimônio deixaram de ser simples reuniões familiares e amigos para celebrar a união de um casal e se transformaram em um evento muito mais glamouroso.

Veja Mais
SPA um oásis na aridez da vida moderna. Você merece esse presente
Hotel para Pets tem quartos climatizados, piscina e recreação

De acordo com a Associação dos Profissionais, Serviços para Casamento e Eventos Sociais (Abrafesta), o segmento movimentou, só no ano passado, cerca de R$ 15 bilhões e envolveu centenas de prestadores de serviços. Do aluguel de carros, roupas à contratação de artistas, serviços de buffets, decoração, bolos, som, iluminação e por aí vai.

No meio de todo esse processo não podemos esquecer que existe uma noiva e também um noivo que sonham com esse momento único e desejam que tudo saia perfeito. Para a especialista em casamento, Claudia Matarazzo, é preciso que o casamento seja familiar, intimista e dentro do orçamento. “Hoje o menos é mais. Os noivos precisam estabelecer prioridades, pois não é possível ter tudo, todas as novidades do mercado em uma festa só”, comenta.

Claudia  lançou o livro “Casar sem frescura”, em Mato Grosso do Sul, durante o evento Wedding Planner Workshop. (Foto: Marcos Vollkopf)Claudia lançou o livro “Casar sem frescura”, em Mato Grosso do Sul, durante o evento Wedding Planner Workshop. (Foto: Marcos Vollkopf)

A jornalista e consultora de etiqueta lançou o livro “Casar sem frescura”, em Mato Grosso do Sul, durante o evento Wedding Planner Workshop, realizado na noite de segunda-feira (27), no Buffet Grand Mere, em Campo Grande.

A palestrante falou de etiqueta, moda e organização de eventos. “É preciso ficar atento a algumas novidades que podem ser apenas modismos e quando passam, parecem até ridículas”, afirma.

Mesmo assim, ela defende que muitos costumes seguidos não são obrigatórios, como o buquê, que antigamente era feito com ervas aromatizadas e arruda para espantar o mal olhado, e então começaram a colocar flores por conta do aroma. “Quase todas usam buquê, mas a noiva poder optar por um terço, por exemplo”, lembra.

A especialista em festas também está preocupada com consumo exagerado de bebida: “Tudo tem limite, e o que era para ser uma confraternização pode terminar em briga. Com o uso do álcool as pessoas ficam alteradas e perdem a noção”, acrescenta.

A tendência, conforme a especialista, é de casamentos menores, onde os noivos aproveitam mais a festa. “Imagina cumprimentar 500 convidados? A regra básica é não convide quem nunca foi na sua casa ou vice-versa. E aquela pessoa que você encontra todo dia na academia, mostre as fotos do casamento depois pra ela!”, brinca.

A dica é responder algumas perguntas: “O que eu quero?”, “O que meu noivo quer”, “O que nossa história representa”?

Em um mercado onde muitos casais estão mais preocupados com a festa do que com o significado do matrimônio, Claudia Matarazzo destaca: “Luxo é ter sentimento”.

O casamento pode ser dos sonhos mesmo sem tanto dinheiro. Aqueles que têm condições é legal investir em algo que gostam e fazer uma festa cheia de atrações, mas não esqueçam que o principal objetivo é a união de duas vidas, a festa é consequência, uma celebração desse momento com pessoas queridas.

Não convide quem nunca foi na sua casa, ensina especialista em casamentos

 

*Karla Lyara é jornalista, cerimonialista, assessora de eventos, personal bride e colaboradora do Lado B.

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.