A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

19/06/2016 07:11

Ideia é facilitar, mas lista de presente online pode virar dor de cabeça à noiva

Paula Maciulevicius
Listas online de casamento já trouxeram dor de cabeça para os noivos. Listas online de casamento já trouxeram dor de cabeça para os noivos.

Às vésperas do casamento, o que era para simplificar o lado da noiva e dos convidados, pode é acabar dificultando. Voltada para atender principalmente os familiares e amigos que moram fora, as listas online  de casamento já trouxeram dor de cabeça a ponto de virarem uma incógnita para os noivos e até ação na Justiça. 

Veja Mais
Graças a tecnologia, noiva assiste cerimônia antes de entrar na igreja
Última oportunidade pra preparar a casa pro fim de ano

O episódio da turismóloga Talita já tem quase seis anos, mas ela lembra do quanto foi difícil conseguir os presentes. Ela e o noivo escolheram o site das Americanas para deixar a lista como opção, mas só viram o que os convidados lhes presentearam depois de três processos.

"Aí recebemos o dinheiro. A ideia era facilitar, porque para o convidado de fora, era o único jeito", conta Talita Moreira Moura, de 33 anos.

Print da tela de um dos problemas da noiva Mariana. Print da tela de um dos problemas da noiva Mariana.

O casamento foi se aproximando e nenhum dos itens da lista chegavam à casa dela. Mesmo com a confirmação que chegava no e-mail da noiva a cada presente. "E você fica esperando, a pessoa comprou tal coisa, o prazo de entrega é tal, mas eles nunca chegaram", recorda. À época a dificuldade era de falar por telefone com a loja para entender o que estava acontecendo.

"Só conseguimos os valores dos presentes depois que entramos na Justiça, os produtos mesmo, nunca recebi", destaca. Por sorte, Talita não tinha na lista nada que fosse fundamental para a casa, como geladeira e fogão. "Foi uma dor de cabeça, porque você está ali esperando e se tivesse comprado de outro lugar, tinha recebido".

A "saga" parece estar só começando para Mariana. Jornalista, recém-casada, mesmo com mais de um mês de antecedência, os presentes comprados pelos convidados no site da loja Ponto Frio também não deram às caras.

O problema começou antes mesmo da entrega. "Eu escolhi os produtos, fiz a lista e depois vira e mexe o escolhido não tinha mais, aí eu tinha que escolher um similar", conta Mariana Coli, de 30 anos.

 

Na hora de fazer a lista, sai tudo as mil maravilhas. Na hora de fazer a lista, sai tudo as mil maravilhas.

A loja dava a opção para os noivos reverterem o presente em crédito, mas nem isso ela conseguia fazer. "Nunca recebia confirmação. Quando eu liguei lá a primeira vez, fiquei meia hora até me atenderem e me informaram que estavam com problemas no site", relata. O prazo de uma semana dado já passou e faz tempo.

Enquanto isso, por e-mail foram chegando mais itens comprados e a surpresa da vez foi que o cadastro de Mariana estava incorreto. "Solicitei nova senha, fui tentar entrar e nada. Eu nem sequer sei se vou receber os presentes. Seus convidados gastaram dinheiro e a gente não pode nem agradecer", descreve a angústia. A jornalista vê no exemplo acima a saída, de ter de procurar a Justiça.

A experiência da advogada Isadora Coimbra Foizer, de 25 anos, parece ter sido a única boa, mas com ressalvas. A lista online foi feita no Extra para eletroportáteis. Os presentes chegaram e o que ela optou por transformar em crédito, também deu certo. 

O único porém está nas opções oferecidas. "Quando você vai montar, o site mostra uma variedade enorme de produtos, mas são anúncios de lojas parceiras, que no final, o Extra não disponibiliza. Isso achei errado, de ofertar e você não conseguir comprar".

Mais problemas com listas? Ajude as futuras noivinhas deixando nos comentários sobre quem fez o serviço certinho e não deu dor de cabeça!

Curta o Lado B no Facebook. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.