A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

11/09/2016 07:05

Nem o sinal da cruz de quem passa fecha loja de rock mais antiga da cidade

Thailla Torres
A loja mais underground do Centro abre de segunda à sábado. (Foto: Thailla Torres)A loja mais underground do Centro abre de segunda à sábado. (Foto: Thailla Torres)

Descontraído e sem nenhuma preocupação com a estética do ambiente, Gezzu Barbosa da Silva mantém há 36 anos a loja de rock mais antiga de Campo Grande, firme e forte na Rui Barbosa. A Du Gezzu preserva a fachada escura, aquele bando de camisetas na vitrine e algumas teias de aranha super à mostra. Por marketing, ou observação mesmo, o dono diz que ainda é alvo de público desconfiado, que passa na frente fazendo sinal da cruz e orações por considerar o lugar a "casa do capeta".

Veja Mais
De super-herói a câmera analógica, presentes para nerds estão em alta
Oficina oferece de graça curso básico sobre veículos para mulheres

Mas nenhum preconceito ou desconfiança tira a coragem do comerciante que aos 62 anos vive solteiro e com energia de sobra para manter a loja. "Eu não ligo e nunca vou ligar. Até agradeço as orações, sou cristão e tem gente que para aí na frente olhando, reza e vai embora. Isso não me incomoda", afirma. 

É tanta tranquilidade, que Gezzu vê o tempo passar sem se importar com a queda de movimento. Nos anos 80, a loja foi sucesso entre jovens que curtiam o estilo e encontravam ali marcas que só eram vendidas no Centro. "Comércio é meu forte e não tem concorrente pra rock. Isso daqui foi sucesso, temos camiseta de tudo quanto é banda", diz, já fazendo propaganda. 

Nascido em Itaporã, a trajetória no comércio começou aos 18 anos, quando Gezzu decidiu vender roupas de porta em porta, até abrir a primeira loja na Maracaju, esquina com a Rui Barbosa, com roupas "para quem gostava de coisa boa".

Gezzu é descontraído e diz agradecer as orações na frente da loja. Gezzu é descontraído e diz agradecer as orações na frente da loja.

"Só trabalhava com grife. Só que muita loja começou a trazer roupa de São Paulo e pela concorrência eu decidi mudar de ramo. Também houve um incêndio na loja e foi aí que decidi mudar. Gosto de rock e quase não tinha isso na cidade, resolvi abrir uma nova loja", explica, lembrando de quando o fogo consumiu o prédio e ali começou uma nova fase para a Du Gezzu . 

Da loja organizada que vendia roupas de marca, Gezzu partiu para um espaço mais underground. Bom, segundo ele, porque até a poeira e as teias de aranha fazem parte do estilo. "Você já foi na galeria do rock em São Paulo? Então, loja de roqueiro é assim, tem teia de aranha e caveira. Tudo que é macabro é do roqueiro", reforça o dono.

Ali tem de tudo, de acessórios dos anos 60 aos casacões que são os preferidos do público mais gótico. São mais de 5 mil camisetas de bandas, coturnos, bandanas, cintos de couro, boinas e macacão masculino que foi uma das peças repaginadas em 1980 e fez sucesso entre os homens. Também há um estúdio de body piercing e tatuagem no local.

Enquanto espera os clientes, Gezzu lembra dos artistas prediletos no mundo do Rock. "Sepultura, Ozzy Osbourne, Raul Seixas e Matanza são os meus preferidos. Eu amo o rock, vou viver disso até morrer", diz sorrindo.

Hoje o movimento é menor, mas não é motivo de preocupação já que tem poucos concorrentes na cidade. "Aqui já tenho história e as outras lojas são pequeninhas. Quem é roqueiro mesmo vem aqui e o restante passa aí na frente pra olhar. Eu me mantenho no rock pela falta de concorrência e não largo o comércio porque eu não sei fazer outra coisa", descreve. 

A loja Du Gezzu fica na Rui Barbosa, entre a rua 15 de Novembro e Avenida Afonso Pena. O telefone para contato é (67) 99224-9966.

Curta o Lado B no Facebook.

Tem gente só para na frente para matar a curiosidade. (Foto: Thailla Torres)Tem gente só para na frente para matar a curiosidade. (Foto: Thailla Torres)
Sobretudo de todos os tamanhos é uma das escolhas do público gótico. (Foto: Thailla Torres)Sobretudo de todos os tamanhos é uma das escolhas do público gótico. (Foto: Thailla Torres)
Acessórios de caveira e morcegos são os mais procurados entre os clientes. (Foto: Thailla Torres)Acessórios de caveira e morcegos são os mais procurados entre os clientes. (Foto: Thailla Torres)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.