A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

07/01/2013 07:46

Os avanços da medicina para a cachorrada: hidroterapia, natação e acupuntura

Elverson Cardozo
Vick durante sessão de acupuntura. (Foto: Rodrigo Pazinato)Vick durante sessão de acupuntura. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Foi pelas descobertas da medicina chinesa, por agulhas, que o alívio chegou à Vick, uma cadelinha vira-lata de 3 meses. Ela não tinha controle da urina e nem das fezes. Além disso, andava se arrastando por conta de uma deficiência congênita nas patas traseiras. Hoje, depois de cinco sessões de acupuntura, apresenta melhora significativa.

Veja Mais
Loja reinaugura com liquidação de jeans por 39,90
Unigran Capital terá Design de Interiores e Arquitetura e Urbanismo

Mas a medicina veterinária já bateu o martelo: Vick não vai voltar a andar. Apesar do diagnóstico, a cadelinha preta, de olhos escuros, pode ter uma vida muito melhor, longe de sofrimentos extremos.

O tratamento começa a mostrar resultados e a proprietária, uma funcionária pública, comemora as conquistas. Luzie Flores, de 33 anos, afirma que a cadela, antes da terapia, não tinha iniciativa e caminhava com dificuldade.

Agora, já tem controle sobre o corpo e se movimenta com mais facilitar. “Esta mais ativa”, contou. A visita à clínica de reabilitação parece ser uma verdadeira terapia. Nas sessões, de tanto que gosta, Vick chega a dormir.

Veterinária e proprietária da empresa onde o animal faz tratamento, Rosana Antunes Estrada, de 48 anos, lembra bem o estado que a paciente chegou e aproveita para ressaltar a eficácia do “agulhamento”.

“O benefício normalmente é visto pelo proprietário nas primeiras sessões. O animal começa a mostrar melhora clínica. Às vezes eu digo que a doença que a medicina ocidental não consegue resolver a oriental consegue”, afirmou.

Acupuntura - Assim como em humanos, a acupuntura animal tem o mesmo objetivo. A técnica de introduzir agulhas em pontos específicos da pele pode ajudar no tratamento de doenças articulares relacionados ao sistema locomotor, paralisias, sequelas e até AVC, entre outras enfermidades.

“A acupuntura pode ser trabalhada em qualquer doença em, qualquer desarmonia. Em casos de convulsões e até em distúrbios comportamentais. Problemas de pedras no rim, bexiga, vesícula biliar também”, explicou a veterinária.

A técnica pode ser aliada ao consumo de ervas e associada a outras terapias. Rosana ressalta que o tratamento não apresenta efeitos colaterais porque auxilia no equilíbrio do organismo. A quantidade de sessões depende de cada caso.

Hidroterapia - Mas há outras opções alternativas que podem oferecer bons resultados e elevar a qualidade de vida dos animais que apresentam doenças congênitas ou adquiridas. A hidroterapia, fisioterapia e natação são algumas das opções.

Mica na aula de natação com a veterinária Rosana Antunes. (Foto: Elverson Cardozo)Mica na aula de natação com a veterinária Rosana Antunes. (Foto: Elverson Cardozo)

Mica, uma poodle de 1 ano e 5 meses, agora está serelepe. Não para quieta um instante. Mas há alguns dias a realidade era outra. A cadelinha nasceu com uma displasia coxo-femural – uma má formação do fêmur, o osso mais longo que encaixa na bacia.

Por conta do problema, ela tinha dificuldade para caminhar. A solução encontrada foi retirar a cabeça do fêmur, mas a musculatura da pata já estava atrofiada. Mica teve de começar a fazer natação para recuperar os movimentos. Os eforço começa a mostrar resultados.

Paciente da mesma clínica, o colega de exercício, Nego, um vira-lata de pequeno porte, quer voltar a andar, mas tem uma história diferente. Foi atropelado por uma moto e agora arrasta as patas traseiras por conta de um desvio na vértebra.

Nego foi atropelado por uma moto e perdeu os movimentos. (Foto: Elverson Cardozo)Nego foi atropelado por uma moto e perdeu os movimentos. (Foto: Elverson Cardozo)

A “corrida” na esteira é para estimular os passos que, segundo a veterinária, podem voltar. “Tem chance de andar, mas é um andar medular, sem muito equilíbrio na parte traseira”, explicou.

Nego entra na piscina todos os dias e fica nela por 20 minutos, o mesmo tempo que Mica, a poodle que nasceu com problema no fêmur.

Um dos proprietários da cadelinha, Paulo Roberto Queiroz, de 51 anos, prefere ficar na recepção para não deixar a paciente ainda mais agitada, mas não deixa de tratar bem o xodó da casa.

Para o engenheiro civil, vale a pena investir no tratamento, apesar dos valores altos. O custo, para ele, só esse mês, pode chegar a R$ 2 mil. Teve gasto com cirurgia, taxa de internação, medicamentos, banho, tosa e as terapias.

“Se você se propõe a ter um cachorro tem que ter todos os cuidados. Custa caro”, avisou.

Preço - Na clínica onde Mica, Nego e Vick são pacientes as sessões de fisioterapia, hidroterapia, natação e acupuntura custam R$ 50,00.

Serviço - A empresa fica na avenida Mato Grosso, 3745, próximo à Via Parque. Mais informações pelo telefone (67) 3029-4044 e/ou pelo celular (67) 8402-3581.




LINDO TRABALHO!! COM CERTEZA CONCORDO COM O SENHOR ACIMA...NOSSOS CÃES FAZEM PARTE DA FAMÍLIA E TEMOS QUE INVESTIR NELES CASO NECESSITE...
 
anelise f w borges em 09/01/2013 16:24:32
Essa profissional Dra Rosana Antunes merece todo o meu respeito e admiração!!! Ela acreditou nos grandes resultados da Acupuntura e investiu muito do seu tempo não medindo esforços para proporcionar esperanças aos nossos bichinhos inválidos, com sequelas... cujo destino seria pleno de incertezas. A Pitty agradece a confiança depositada Rosana!! Sucesso!!
 
Luiza Helena Bernardes Al-Contar em 07/01/2013 22:42:27
Dra. Rosana é veterinária por vocação mesmo...pois além de excelente profissional é carinhosa com os animais e não os vê como cifras ($$$). Sou testemunha de sua dedicação e cuidado para aliviar o sofrimento dos peludinhos. Sou grata pelos avanços das minhas 2 cachorrinhas, que graças a ela estão melhorando dia após dia e também pelas dicas de cuidados que ela sempre dá. Obrigada Rosana.
Lambeijos da Sandy e da Lessy.
 
Marcia Neves da Silva em 07/01/2013 18:10:40
eu sei de seus esforços para chegar até este lugar que é seu por merecimento,obrigada por este orgulho que voce é para nossa familia ,nós te amamos ,continue assim,mil beijos ....deus te abençoe...
 
Sonia parra em 07/01/2013 13:18:46
Rosana. obrigada pelo que você tem feito a nossos animais durante todos esses anos. Veterinária e pessoa como você são raras e nos fazer crer ainda na humanidade.
 
Sandra Cunha em 07/01/2013 13:07:40
Parabéns Drª Rosana, a família da Kika te Parabeniza pelo excelente trabalho que realiza.
 
Susane Lima em 07/01/2013 13:07:36
Ufa!!! até que enfim a merecida matéria com a MARAVILHOSA Dra. Rosana Estrada.
Essa é uma das melhores profissionais, que já conheci em C.Gde.
Estou muito feliz pela sua nova empreitada (Acupuntura), mas por outro lado, nós moradores das imediações da sua antiga Clínica(Centrovet), perdemos a melhor 24H de VERDADE da ÁREA central, ficamos reféns da outra MERCENÁRIA e NEGLIGENTE.
A Rosana, sempre priorizou a vida dos bichinhos em primeiro lugar, depois a carteira do cliente. Isso é um grande diferencial, sem contar a ética, respeito com as pessoas e a grande EXPERIÊNCIA que a mesma detém. Todos seus funcionários eram preparados e jamais desapareceu pertences dos nossos bichos(guia, corrente,cobertor,caminha,etc.)
Rô, nunca escondi meu respeito, carinho e admiração pelo seu trab
 
Neyde de Oliveira em 07/01/2013 11:07:35
Parabéns Dra. Rosana!! Parabéns pela competência, pelo profissionalismo e pela dedicação aos nossos anjinhos. Um feliz 2013 e sucesso, sempre. Beijo grande.
 
Andréa Oliveira em 07/01/2013 10:05:11
Parabéns Rosana, sabemos como você e o Divino lutaram e lutam para chegar aonde estão . além de ressaltar o grande amor e dedicação da sua parte com os animais. Um grande abraço - Sérgio -Loterica.
 
sergio rocha em 07/01/2013 09:25:29
Lindo trabalho!! Drª Rosana uma profissional maravilhosa, Parabéns...
 
Etiene mendonça em 07/01/2013 08:15:27
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.