A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

11/04/2015 07:12

"Arretado", paranaense resolveu fazer forró e festa como aqui nunca se viu

Paula Maciulevicius
Festa rola das 21h até 4h da manhã, no Tênis Clube.Festa rola das 21h até 4h da manhã, no Tênis Clube.

O sotaque não convence e ele diz que também não sabe dançar forró, mas pelo segundo ano consecutivo, 'seu' Nenê realiza o forró que leva seu nome, neste sábado, a partir das 21h, no Tênis Clube, em Campo Grande. A sede já foi palco da mais tradicional festa nordestina por décadas, mas que aposentou as chuteiras nos últimos anos.

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

A portaria, segundo ele, abre às 20h30, mas o Grupo Nordestino de Dourados deve subir ao palco depois das 21h. Daí em diante, a festa rola até 4h da manhã. "Porque não é que dá para desligar o som quando o pessoal está mais animado", brinca o comerciante Cedenilson Coelho, de 48 anos, o Nenê. 

Do Nordeste ele só tem o casamento. A esposa é paraibana, enquanto ele nasceu no Paraná. Os dois se casaram em Cuiabá e hoje vivem aqui. O trabalho principal é numa empresa especializada em couro para carros, mas é da aparelhagem de som que vem o hobby.

Público é de nordestino e também quem não tem nenhuma ligação (Foto: Eliezer Bueno)Público é de nordestino e também quem não tem nenhuma ligação (Foto: Eliezer Bueno)
mas não dispensa um forró pé-de-serra, dos poucos que existem na Capital. (Foto: Eliezer Bueno)mas não dispensa um forró pé-de-serra, dos poucos que existem na Capital. (Foto: Eliezer Bueno)

Pela proximidade com os amigos, seu Nenê era sempre cobrado. "Pediam churrasco e festa ao som do Nenê. Acabamos fazendo". Esta será a quarta edição do Forró do seu Nenê que já reuniu mais de 800 pessoas. "É que é difícil ter forró pé-de-serra em Campo Grande, que é mais diferente. Até tem por aí, mas é mais baile", diferencia Nenê.

A festa tem página no Facebook com direito a várias fotos. Nos registros, se percebe um público bem familiar, até com crianças. "É um nordestino que comenta com um, com outro. É no boca a boca", brinca Cedenilson.

Ele completa dizendo que é tudo muito simples, mas feito de coração. "A gente põe iluminação e fica bem legal", vende a proposta.

Além do grupo, para as crianças Nenê afirma que tem pula-pula e ainda barracas de comidas típicas, como tapioca, mungunzá e arroz carreteiro, a partir de R$ 5,00. As entradas são no valor de R$ 15,00 antecipado, que vai até às 17h na portaria do Tênis Clube e depois, na hora, sobe para R$ 20,00.

"Se eu sei dançar? Me pegou agora... Eu gosto, mas não sei dançar, minha esposa fica uma fera", brinca.

A festa acontece no Tênis Clube, na Avenida Euler de Azevedo, 4880, no Conjunto José Abrão. Os telefones de contatos são: 3365-1545 e 9977-1132. 

Seu Nenê garante que arruma o salão e prepara iluminação para a festança de hoje. (Foto: Eliezer Bueno)Seu Nenê garante que arruma o salão e prepara iluminação para a festança de hoje. (Foto: Eliezer Bueno)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.