A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

18/10/2016 07:53

A 4 meses do Carnaval, já tem grito de folia neste sábado com Calcinha Molhada

De "calcinha molhada", grupo convida foliões para o 1º grito de Carnaval

Paula Maciulevicius
Amigas já estão em clima de carnaval e criaram o bloco Calcinha Molhada. (Foto: Marcos Ermínio)Amigas já estão em clima de carnaval e criaram o bloco "Calcinha Molhada". (Foto: Marcos Ermínio)

Se contar o feriado oficial, faltam 133 dias para a terça-feira de Carnaval, mas Campo Grande já quer dar as caras para a folia. E é nessa contagem regressiva que um grupo de amigas vai estrear no sábado (22), o bloco "Calcinha Molhada", na Praça Aquidauana. 

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

O reduto alternativo, além de abrigar o bar da Aguena, tem sido palco de feiras e exposições como a Bafafá e a ideia é que ele receba samba e marchinhas até fevereiro chegar. Idealizadoras principais, Raína, Darina e Daiany formam o trio de amigas que deram o nome "calcinha molhada". 

"É uma história engraçada e sempre falamos que isso dá nome de bloco. É como toda história de Carnaval e a gente quer deixar uma incógnita aí, para as pessoas entenderem do jeito que quiser", brinca a arquiteta Raína de Alencar Menezes, de 30 anos.

Praça Aquidauana vai ficar animada neste sábado. Praça Aquidauana vai ficar animada neste sábado.

E foi agora, no feriado que passou, numa mesa de bar, que elas decidiram por a ideia em prática mesmo e do agito, criaram o evento no Facebook. "A gente pensava: Carnaval tem que chegar logo, vamos fazer um bloco, mas ia faltar dia para isso, então por que não fazer um pré-Carnaval até chegar o Carnaval mesmo?", se perguntaram. Até lá, o trio espera que o "Calcinha molhada" já esteja consolidado. 

O sotaque de Raína não nega que ela veio de fora. Apesar de ter nascido aqui, morou muito tempo no Espírito Santo e há um ano voltou para Campo Grande e se surpreendeu com o Carnaval. "Fiquei impressionada sobre como é gostoso e a gente quer fortalecer isso e a apropriação de espaços públicos como forma de conseguir levar as pessoas pra rua", frisa Raína. 

A segunda amiga, apelidada de Goiaba é quem tem o maior apreço pela praça. "Temos um carinho por ela, a gente sempre foi no bar da Aguena, já tradicional. Sempre gostou da pracinha por ser super arborizada, gostosa e acho que é um lugar legal, com as ruas em volta tranquilas", descreve Daiany Couto, de 26 anos, que está à frente da Bafafá a da "A paraguaia". 

E quando a história do nome do bloco volta a despertar curiosidade, a gente só sabe mais um detalhe: que a trama delas começaram na casa de Daiany, no Carnaval deste ano. 

Criadora do Cordão Valu, Silvana já estava sendo cobrada pelos foliões. (Foto: Arquivo/Alcides Neto)Criadora do Cordão Valu, Silvana já estava sendo "cobrada" pelos foliões. (Foto: Arquivo/Alcides Neto)

Darina, a última para completar o trio, conheceu Raína no Carnaval e está na expectativa para a estreia do bloco. "A gente sempre falou que ia ter que fazer, eu gosto bastante de Carnaval, é alegria, a gente sai um pouco do normal, do cotidiano", afirma a arquiteta Darina Aragão, de 30 anos.

Mas já? - E foi atendendo a pedidos que Silvana Valu, do bar e Cordão Valu, já programou o grito de Carnaval do Valu, no próximo sábado (29). "Estão me cobrando demais esse ano. São os saudosistas do Carnaval. Eu acho que porque a gente mudou o Carnaval de Campo Grande e acabou mostrando que ele existe, as pessoas têm pedido muito", explica Silvana, que além de ser o nome do Carnaval de rua na cidade, é professora.

Ano passado o Cordão também fez o primeiro grito de Carnaval em outubro para conseguir bancar a folia no ano seguinte. Por ser independente, o Cordão que se sustenta e como tem crescido a cada ano, o investimento vai todo no som. Por isso os gritos e pré-Carnavais têm valor fixo para a entrada. "Hoje é o que a gente mais investe, em som, para que no dia todas as pessoas possam participar", explica Silvana. 

E do Valu, a programação só está começando, já que em dezembro eles comemoram uma década de fundação.

Calcinha molhada 

Data: 22 de outubro (sábado)
Local: Praça Aquidauana - Rua Aquidauana (entre Barão, Ernesto Geisel e Calógeras)
Horário: 16h20
Valor: De graça

Cordão Valu

Data: 29 de outubro (sábado)
Local: Bar Valu, Rua 13 de Maio, 4541
Horário: 18h
Valor: R$ 10,00.

Curta o Lado B no Facebook. 

Cordão Valu completa 10 anos em dezembro e já tem o grito de Carnaval definido. (Foto: Arquivo/Marcos Ermínio)Cordão Valu completa 10 anos em dezembro e já tem o grito de Carnaval definido. (Foto: Arquivo/Marcos Ermínio)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.