A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

02/12/2011 18:27

Ainda tímidas, luzes mostram que decoração não está só na Cidade do Natal

Paula Maciulevicius

Afonso Pena nos tempos de hoje. Decoração se concentra mais na Cidade do Natal e menos na avenida. (Foto: João Garrigó)Afonso Pena nos tempos de hoje. Decoração se concentra mais na Cidade do Natal e menos na avenida. (Foto: João Garrigó)

Quem não se recorda das luzes de Natal ao longo de toda avenida Afonso Pena? A decoração ia praticamente do início até o final da via. Árvores coloridas que preenchiam quase todos postes. Desde que a Cidade do Natal inaugurou, há quatro anos, o cenário mudou.

As luzes ainda estão lá, mas bem mais tímidas. A concentração é toda nos altos da Afonso Pena, mas ainda assim é bonito de se ver o que fica para trás, a iluminação mais simples nos postes, contrastando com os farois dos carros.

Luzes tradicionais nas árvores foi o que chamou atenção do menino Felipe. (Foto: João Garrigó)Luzes tradicionais nas árvores foi o que chamou atenção do menino Felipe. (Foto: João Garrigó)

Entre um cá, outro lá, uma frase de Boas Festas. Em locais particulares também existe decoração exposta para quem quiser contemplar. Um chafariz no hotel em frente ao shopping Campo Grande dá um toque especial.

E a mais simples decoração foi o que chamou atenção do menino Felipe. Próximo a Cidade do Natal, o garotinho fotografava as árvores enfeitadas apenas com as luzes amarelas, as mais tradicionais, no canteiro da avenida.

Bonito, está lindo. Eu gostei mais dessas aqui, vou colocar lá em casa”, respondeu Felipe Ribeiro Pires, 9 anos.

Longe da decoração que ostenta, na mesma Afonso Pena, o centro está só com bolas vermelhas penduradas às árvores centenárias.

“Está muito bonito, mas ainda podia estar mais. Parecem que existem dois natais um da classe A lá para cima e o outro aqui. E Natal não é essa divisão”, opina a alagoano Greice Calheiro, 35 anos.

Na região central bolas vermelhas é que enfeitam as árvores centenárias. (Foto: João Garrigó)Na região central bolas vermelhas é que enfeitam as árvores centenárias. (Foto: João Garrigó)
Para alagoana a diferença mostra dois natais. “Um lá para cima e o outro aqui”. (Foto: João Garrigó)Para alagoana a diferença mostra dois natais. “Um lá para cima e o outro aqui”. (Foto: João Garrigó)

Próximo a Morada dos Baís, o Campo Grande News encontrou o agente patrimonial Paulo Sérgio Azambuja, 51 anos. Ele trabalha durante a noite toda, até quando não há mais movimento na avenida. O que lhe faz companhia são justamente as luzes de Natal, que despertam nele os planos para as festas de final de ano.

“Eu fico aqui pensando nos presentes, nos netos. Até quem passa por aqui muda, para para olhar”, comenta.

A alegria das luzes parece mesmo contagiar as pessoas. O espírito natalino se ilumina assim como a decoração. O cabeleireiro Paulo César Monge, 49 anos, trabalha até mais tarde. Atende no salão até 20h30.

“Muda mesmo, as pessoas ficam mais contentes. Final de ano é bom para todo mundo”, considera.

Decorada também está a igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Com as tradicionais luzes amarelas, parece uma cortina cobrindo de luz a igreja. Em frente não se sabe se os fieis estão contemplando ou rezando.

Com os olhos voltados para o céu, a esteticista Geovania Rebelo da Silva, 44 anos, comenta “Tudo fica mais bonito em uma igreja que já tem o brilho de Natal”. Para ela e a família o desejo é um só. “O melhor presente é ver meu irmão livre do vício da dependência química. E eu acredito muito nisso”.




Esta muito lindo mesmo ;)
 
Kelly Corrêa em 08/12/2011 01:49:21
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.