A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

22/08/2015 07:34

Com show de belga e curso de DJ, projeto volta a movimentar a cena eletrônica

Naiane Mesquita
Marco Bailey faz show em Campo Grande no dia 25 (Foto: Divulgação)Marco Bailey faz show em Campo Grande no dia 25 (Foto: Divulgação)

De uma escola de DJ's à festa com um dos grandes representantes do estilo, a Pantanal Underground segue tentando movimentar um mercado que no passado fez muito sucesso em Campo Grande: o da música eletrônica.

“Campo Grande sempre teve um papel muito importante na música eletrônica, mas deu uma desacelerada porque os DJ's que ficaram aqui visaram apenas o lado comercial, tentando se manter na profissão apenas com os sucessos”, afirma André.

Para ele, falta mostrar o aspecto conceitual do estilo. “Existe um lado cultural, tem DJ aqui, como o Nick Ross que vende as músicas na Europa, mas não vende no Brasil. Na Pantanal, nosso som segue um estilo europeu”, explica.

Da ideia de fomentar o mercado, o DJ resolveu realizar um curso sobre a profissão. “A primeira turma foi sobre produção. Convidamos um produtor espanhol, depois tivemos as turmas de DJS. Agora estamos parados no momento. Abrimos os cursos e fazíamos um pub, como se fosse balada para que os alunos colocassem o ensinamento em prática”, exemplifica.

O problema, segundo André, é que a balada cresceu demais. “Acabou virando mais balada do que o próprio curso, mas não estávamos em um local adequado, acabou fechando. Estou com a casa parada agora e vendo as questões de alvará para poder retornar com as turmas”, ressalta.

O próximo passo é transformar o futuro quartel general da Pantanal em um espaço multiuso. “É um mix, nosso estúdio, os cursos de produção, uma agência de DJ, locação de equipamentos e um pub. Estamos focados agora no evento do dia 25 para levantar o empreendimento”, aposta.

O tal evento é com um dos melhores artistas e produtores de techno do mundo, o belga Marco Bailey. Ele se apresenta Eco Hotel Do Lago, em Campo Grande e também passa pelas cidades de Cuiabá, Rio de Janeiro e São Paulo.

Dono do selo MB Elektronics, Marco também está à frente do programa de rádio Electronic Force, que atinge milhões de ouvintes em mais de 50 países e promove o techno ao redor do mundo e é figura cativa em festivais e shows, como o famoso Tomorrowland. 

Na cidade morena, 16 músicos já conhecidos e consagrados na noite da capital esquentam as pick-ups para o astro: Augusto Ska, Bruna Moura (Vitrola), Pedro Pereira (Vitrola), Casari (Cabana Music), Aline Pereira (PU), Groenendal (PU), Nádia R Amaral (PU), Juliano Bortolato (PU), S.Weiller (Move Club), Az! (SP), Giovani Curvo (Nuun) e Nik Ros (Cabana Music), além das duplas ‘The Lads’ (Leopoldo Ceni e Daniel Simioli) e ‘Jack Masters’ (André Garde e Jay C).

O preço dos ingressos é de R$ 40 (primeiro lote), R$ 50 e R$ 60 (segundo e terceiro lote). Quem achar que é melhor dormir no local, existe a possibilidade por R$ 100, com jantar e café da manhã incluso. Informações pelo telefone (67) 3393-0101.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.