A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

04/02/2014 07:00

De graça, produções nacionais de alto nível voltam a Campo Grande em março

Paula Maciulevicius
“Um dia ouvi a lua”, inspirado em canções de Tonico e Tinoco, espetáculo narra as histórias de Beatriz, Tereza e Sá Maria, em busca do amor verdadeiro. “Um dia ouvi a lua”, inspirado em canções de Tonico e Tinoco, espetáculo narra as histórias de Beatriz, Tereza e Sá Maria, em busca do amor verdadeiro.

O pontapé para levar de vez o público de Campo Grande ao teatro foi dado ano passado, quando os projetos do Sesc abriram mão da bilheteria para encher as cadeiras dos auditórios. Agora o calendário de atividades traz de música instrumental, teatro adulto, infantil até exposições, espetáculos nacionais e de alto nível, de graça, a partir de março.

Veja Mais
Procura-se um padrinho que ajude na guinada de um cantor sertanejo
Antiga casa noturna virou 2 na Afonso Pena e reabre com lounge e pub sertanejo

As melhores produções do cenário cultural brasileiro que a Capital já recebeu foram justamente trazidas por projetos como o Palco Giratório, Concertos Sesc e Sesc encena, Batuques e Tambores. Só de março a junho, em Campo Grande, serão 24 atrações.

Quem abre a programação nos dias 15 e 16 de março é show instrumental “Diálogo entre terras”, o duo entre piano e viola já passou por aqui ano passado. O clássico e o caipira entram em cena pelas mãos do músico italiano Luca Bernar e do brasileiro Zeca Collares, de Sorocaba, São Paulo.

“Diálogo entre terras”, com o italiano Luca Bernar abre programação. “Diálogo entre terras”, com o italiano Luca Bernar abre programação.

O encontro resgata o diálogo lírico e musical a partir de composições próprias de cada um e releituras de clássicos bem conhecidos. A apresentação está marcada para 20h, no Teatro Prosa do Sesc Horto, com entrada franca.

No teatro adulto, Campo Grande recebe o espetáculo “Um dia ouvi a lua”, da Cia. Teatro da Cidade, de São Paulo, nos dias 21 e 22 de março. O texto inédito do dramaturgo Luís Alberto de é inspirado nas canções Adeus, Morena, Adeus, Cabocla Tereza e Rio Pequeno, gravadas pela dupla caipira Tonico e Tinoco. O espetáculo narra histórias das mulheres Beatriz, Tereza e Sá Maria, em busca do amor verdadeiro.

Nas artes plásticas, a exposição “Olhai os bichos do campo”, de Galvão Preto fica aberta à visitação do dia 26 de março até o dia 15 de maio, no Teatro Prosa do Sesc Horto. Encerrando o mês, “Yo si tu no, um elogio a bobagem” da companhia Teatro de Rua, de Campinas, se apresenta na Feira Central, a partir das 19h30.

A história é dos palhaços Chaveco e Azevedo, que fazem sucesso com o número de fogo, mas até que consigam acender a tocha muita coisa acontece. Tomando como cenário a própria paisagem, o espetáculo é construído através da relação com o público e dos palhaços entre si - um pensa que manda e outro pensa que obedece.

Fechando o mês, dia 30, sobe ao palco o músico carioca Vinícius Castro, com o trabalho “Jogo de Palavras”. O cd levou três anos para ficar pronto, sendo gravado em três estúdios diferentes, totalmente autoral.

Agenda

Abril - Espetáculos: “O mistério da bomba H” – teatro infantil do grupo Oriundo de Teatro, de Minas Gerais, teatro de rua “Saltimbembe Mambembancos”, do grupo Rosa dos Ventos, “Do Repente”, da Lamira Cia. de Artes Cênicas e “Emoções baratas (ou eu te amo Glória Pires”, da Cia. Experimentus Teatrais.

Maio - Espetáculos: “Homens de Solas de Vento”, da Cia. Solas de Vento, “O homem vermelho”, de Marcelo Braga, “Luísa”, da Cia. Experimentus Teatrais. Musical: “Invento”, show de Juliana Cortes

Junho - Espetáculos: “Inaptos a que se destinam”, do grupo Anônimo de Teatro. Musical: “Variações Brasileiras”, show de música instrumental com Ricardo Pauletti.

Espetáculo de palhaços “Yo si tu no, um elogio a bobagem” tem apresentação na Feira Central. Espetáculo de palhaços “Yo si tu no, um elogio a bobagem” tem apresentação na Feira Central.



*\o/*
 
Alexandra Rocha de Oliveira em 04/02/2014 15:19:28
Vamos ser sinceros, nenhuma das produções apresentadas está na lista das melhores do país, fora isso o fato de serem grátis já diz muito sobre as peças, querem ver o campo grandense ir ao teatro? Tragam espetáculos realmente bons, peças que estão em cartaz nas maiores capitais do país, aí sim o teatro vai encher, e o melhor de tudo, não precisa ser grátis.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 04/02/2014 13:21:05
Parabéns aos responsáveis pela iniciativa! Campo Grande precisa de cultura e de pessoas interessadas (empresários e público) em fomentar esses eventos! Sucesso e contem comigo na platéia! Parabéns!
 
Ricardo Boretti em 04/02/2014 12:00:44
Que legal... adoreiiiiii!!!!
 
Amanda Oliveira em 04/02/2014 09:22:55
é muito bom
 
angelica miranda em 04/02/2014 08:14:58
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.