A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

22/08/2013 14:56

De Valesca Popozuda a MC Beyonce, vem aí dias de funk carioca em Campo Grande

Ângela Kempfer
Valesca Popozuda é a primeira na lista. (Foto: divulgação)Valesca Popozuda é a primeira na lista. (Foto: divulgação)

O mundo funkeiro em Campo Grande é mais movimentado do que sertanejos, roqueiros e seguidores de outros ritmos imaginam. Nas próximas semanas alguns ídolos pops da periferia fazem show na cidade em redutos do funk e na boate Non Stop.

Veja Mais
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana
Ex-jogador de futebol abre diversão diferente: o jogo de sinuca com os pés

A primeira a aparecer por aqui será Valesca Popozuda, a “celebridade” que surgiu com a Gaiola das Popozudas, famosa pela bunda e depois pelo hit: “O meu sensor de periguete explodiu. Pega a sua inveja e vai pra... Beijinho no ombro pro recalque passar longe”.

A loira vai estar na Non Stop, boate gay da rua Pimenta Bueno. A diversão deve ser grande, Valesca acaba de lançar CD novo e, pela performance ousada, virou mais uma musa do público LGBT.

Os ingressos de pista custam R$ 50,00, com open bar. O camarote sai por R$ 80,00, com cerveja Skol, água, refrigerante e Jurupinga. A apresentação está prevista para meia-noite.

Em outubro chega MC Beyonce.Em outubro chega MC Beyonce.
e ainda em agosto quem faz show é MC Magrinho. e ainda em agosto quem faz show é MC Magrinho.

Os sucessos entre a gurizada doida por letras do funk ostentação e proibidão seguem com MC Magrinho, no dia 29 de agosto, na chácara Tôa Tôa. É aquele guri com cara de 16 anos, desbocado, que quer matar policiais e pegar a mulherada, dono da pérola “O Pumba La Bumba...Pumba La Bumba...Pumba La Bumba”.

Magrinho é um ídolo entre a moçada que curte o funk proibidão no Brasil. Os ingressos, de segundo lote, para a próxima quinta-feira custam R$ 30,00 (pista mulher), R$ 40,00 (pista homem) e R$ 60,00 (camarote). A chácara fica na avenida Marinha, na Cophavilla II.

Depois, em outubro, quem chega é a MC Beyonce, mais uma carioca que virou sucesso no Youtube e chegou a fazer 60 shows por mês graças a música “Fala Mal de Mim” – “Oh recalcada, escuta o papo da Beyonce: Não olha para o lado que quem está passando é o bonde. E se ficar de caozada (aa) o coro come!”

No dia 29, ele faz show no Empório Santo Antônio. Os valores são R$ 20 (mulher), R$ 30 (homens) e R$ 40 camarote. Todos os shows têm ingressos à venda no Gugu Lanches.




Cara... do jeito que CG está com mais de 10 anos nessa onda do SERTANEJO,
qualquer coisa é bem vinda: inclusive FUNK!
 
Emerson Rodrigues em 22/08/2013 22:04:27
Essa é a cultura dos jovens de Hoje! (Nossa me senti uma velha) rsrsrs Tem muita diferença de músicas pra esse tipo de som, Pode ser tudo menos música, pois são letras de baixo escalão, Mas fazer o que, gosto é gosto, devemos amar e respeitar! rsrsrsrsrsrsr
 
Etiene mendonça em 22/08/2013 20:47:21
Socorro, cade os Engenheiros d Sucesso, Paralamas, Titas, Ira, Bando do Velho Jack, e muitos outros, da minha época, isso sim era bom, mas agora esses funk, que esses gurizadas ouvem por ai só por Deus, alem de só falarem besteira e desvalorizarem as mulheres.

E as letras então.

Mas gosto e gosto, fazer o que.
 
Liliane Moreira em 22/08/2013 17:30:45
esta batida de música é dificíl de gostar,muitos gostam somente os jovens em 99,99%, mas é a onda do momento, ruim é conseguir dormir com este batidão dos chamados funks.
 
antonio costa em 22/08/2013 16:30:07
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.