A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

04/02/2015 11:57

Escolas e blocos do Estado recebem R$ 545 mil para Carnaval

Paula Maciulevicius
Desfile em Corumbá.Desfile em Corumbá.

Convênio assinado nessa terça-feira (3) entre o Governo do Estado, a Secretaria de Cultura e as entidades carnavalescas firmou o repasse de R$ 545 mil para escolas de samba e blocos de rua de Campo Grande, Ladário, Corumbá, Aquidauana e Anastácio. O valor é R$ 45 mil a menos do que a destinação do ano passado, quando o Governo repassou R$ 590 mil. 

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

Os maiores valores foram disponibilizados para a Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá e de Campo Grande, com R$ 180 mil para cada uma. Já para as Ligas Independentes das Escolas de Samba de Aquidauana e Anastácio e também de Corumbá, o repasse é de R$ 50 mil. Ladário recebeu R$ 5 mil a menos, assim como a Capital, R$ 45 mil. 

“Estamos no primeiro ano de mandato, então tivemos que manter os mesmo valores. Mas já vou pactuar com os carnavalescos que a verba destinada ao carnaval será disponibilizada no segundo semestre do ano anterior à data da festa. Desta maneira vocês conseguirão fazer um melhor planejamento orçamentário e conseguirão negociar melhor o preço dos materiais”, anunciou o governador.

O presidente da Lienca, Eduardo de Souza Neto, agradeceu o olhar do Governo para com a cultura Cultura. “A construção coletiva de políticas públicas para a cultura é muito importante para o seu desenvolvimento. Estamos felizes com essa nova gestão e esperamos que seja o último ano de angústia e incertezas para o carnaval estadual”, afirmou.

O carnavalesco solicitou ainda que sejam realizadas oficinas de capacitação para profissionais que atuam na preparação do carnaval e verbas para o intercâmbio com escolas de samba de outros estados e lembrou ainda que seria interessante promover um encontro dos carnavalescos com o setor produtivo, de modo que se crie uma demanda no comércio estadual para compra de materiais para o carnaval, mas com garantia de preços mais acessíveis. A construção de um sambódromo também foi um pedido feito pelas entidades.

Segundo o secretário Athayde Nery, o governador tem estimulado a revitalização da economia estadual por meio da cultura, turismo, empreendedorismo e a inovação. “Esse é um momento histórico de mudança que exige a participação de todos. Participei da construção do movimento do carnaval no município e conheço todas as dificuldades. Queremos resolver os problemas de forma coletiva”, destacou.

O governador Reinaldo Azambuja disse ainda que deseja que as entidades carnavalescas participem do Festival América do Sul e que o carnaval seja incentivado em todos os municípios de Mato Grosso do Sul. As escolas de samba e os blocos têm até do 3 até o dia 28 de fevereiro para executar e dos dias 1º a 30 de março para prestar contas. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.