A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017

28/10/2013 06:24

Festa itinerante leva reggae para o meio da rua, aos moldes jamaicanos

Anny Malagolini
Antiga rodoviária da capital sediou a última edição da festa Antiga rodoviária da capital sediou a última edição da festa

O compasso marcante do som que sai do vinil se une a potência alta dos amplificadores na festa “Rockers Sound System”. O evento do fim de semana, reuniu cerca de 200 pessoas.

Veja Mais
Tem de ter coragem para encarar um "The Voice" no Centro de Campo Grande
Quem conhece diz que só preocupação com filho pode manter BBB longe de “tretas”

Nada de som alto na Afonso Pena, hábito comum do campo-grandense. O local escolhido foi o prédio da antiga rodoviária da Capital, com reggae para ouvir e outras músicas no ritmo jamaicano para louvar a “Jah”.

A festa itinerante com altos falantes, e que ocupa espaços públicos da cidade, começou há dois anos, mas a ideia original não é tão recente, ela faz parte da cultura jamaicana, desde os anos 1950. O país è berço de ritmos como ska, rocksteady e reggae music...

Um dos colaboradores do projeto, Diego Manciba, que também é proprietário do “Rockers bar”, conta que para a ideia dar certo, no mesmo modelo jamaicano, ele e alguns amigos construiram até um sistema de som. 

São 4 caixas que ficam no chão. A captação de notas graves pelo equipamento é uma forma, segundo Diego, de sentir a música com mais vigor, característica deste tipo de movimento, que se tornou universal para os amantes do reggae.

O analista de sistemas Daniel Rebel, de 30 anos, conta que há dois resolveram fazer o alto falante, que evidencia as vabrições do estilo musical. "Nós alugavamos, entã fizemos o nosso", comenta. 

Além da música, MCs tomam conta do microfone e elaboram mensagens sobre a positividade, o cotidiano e a natureza – atributos geralmente aclamados por quem vive o estilo “roots”.

Quem segue o reggae até como religião, diz se alegrar em ver o movimento ganhar forma em meio a urbanização. "Já fui em festa assim em outras cidades, e não imaginei que em Campo Grande pudesse ter seguidores do reggae, acho lindo", conta, a estudante Maria Rita Azevedo, de 22 anos, que veio do Rio de Janeiro há 11 meses. 

A primeira edição da festa “Rocker Sound Systers” começou há cinco anos, mas era realizada em espaço fechado e a entrada era cobrada. “Na rua todos podem ir, até sem dinheiro, além disso, permite a vivência do lugar”, explica Diego.

Orla Ferroviária já foi um dos pontos da festa Orla Ferroviária já foi um dos pontos da festa



A cultura é libertação!
 
Marilia Setti em 30/10/2013 21:09:49
BOAS energias sempre!
 
carolini guimel em 30/10/2013 11:58:15
como sempre, foi carregado de ótimo som e uma enorme positividade! que venha a quarta edição. :D
 
bianca martins em 28/10/2013 16:41:48
ESTÃO DE PARABENS, PRECISAMOS DE INICIATIVAS ASSIM, AGORA A VELHARADA DA ORLA NÃO ENCHEU O SACO POR CAUSA DO SOM? DAQUI A POUCO NEM EXERCICIO VÃO PODER FAZER POR LÁ.
 
MAXIMILIANO NAHAS em 28/10/2013 15:48:50
Máximo Respeito!
 
Dudu Pires em 28/10/2013 09:29:44
Muito legal. Eu vou a São Luís do Maranhão todos os anos. Lá é considerada a Ilha do reggae brasileiro e o som se espalha pela cidade. De cada 10 casas em 7 estão ouvindo o ritimo.
Parabéns a iniciativa!
 
Marcos Vinicius Campelo em 28/10/2013 09:26:58
Esse é o povo do bem!! Sem politicagem, sem hipocrisia!! Parabéns aos guerreiros da paz!
 
Celso Petit em 28/10/2013 09:20:41
Galera está de parabéns pela iniciativa de levar o som para a população de Campo Grande, sempre com a intenção de louvar e deixar a mensagem de paz. O projeto de levar o Sound System pras ruas é uma forma original de reunir os adeptos da cultura Jamaicana. Máximo Respeito!
 
Janaína Santos em 28/10/2013 08:55:26
imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.