A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

12/08/2012 09:36

Grupo de dança Funk-se apresenta "Frágil ou O sentido da Ruptura" neste domingo

Paula Vitorino
Funk-se apresenta espetáculo hoje. (Foto: Divulgação)Funk-se apresenta espetáculo hoje. (Foto: Divulgação)

Neste domingo (12), tem a segunda apresentação do espetáculo “Frágil ou O Sentido da Ruptura”, do grupo de dança hip hop Funk-se, no Teatro Prosa, no Sesc Horto. A apresentação é às 20h e a entrada 1 quilo de alimento não perecível.

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

O espetáculo “Frágil ou O sentido da Ruptura” investiga e retrata a vida dos jovens índios guarani-kaiowa, mostrando a série de dificuldades enfrentadas, como a grande perda de território, restrição de mobilidade da população indígena que é tradicionalmente nômade, ruptura entre as gerações e consequente quebra de valores.

Tendo como fio condutor a dança, conta também com linguagens do teatro e circo, e tem o roteiro inspirado pelas notícias do ano de 2008, quando houve uma onda de suicídios de jovens indígenas da etnia guarani-kaiowá.

A peça se diferencia dos demais no gênero de dança de rua por utilizar musicas regionais de Mato Grosso do Sul como a polca paraguaia, musicas indígenas, entre outras. “Relacionar, estimular, provocar, questionar, mostrar uma realidade que acontece em nosso Estado”, diz o diretor e coreógrafo Edson Clair. Para ele o espetáculo é uma forma de reflexão sobre a situação indígena.

"Frágil ou O sentido da Ruptura” foi selecionado com o Prêmio Klaus Vianna da Funarte em 2009. As cidades de Dourados e Aparecida do Taboado também irão receber o espetáculo.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.