A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

19/07/2016 06:20

Mãe ocupa estacionamento de parque para uma festa infantil até com pipas

Thailla Torres
Detalhes como os vasos de flores e a estante de madeira fizeram diferença na decoração. (Foto: Arquivo Pessoal)Detalhes como os vasos de flores e a estante de madeira fizeram diferença na decoração. (Foto: Arquivo Pessoal)

Longe dos salões de festa, comemorar um aniversário pode ser bem mais lúdico quando o cenário é um parque ou uma praça. Dependendo da produção, dá mais trabalho, mas pode se tornar uma festa inesquecível, como foi o caso dos 12 anos de Giullia, em um piquenique temático.

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

A ideia da mãe Ana Paula Palmeira, de 29 anos, é sonho desde o ano passado. Giullia Palmeira Tileggi Ferreira sempre gostou de brincar ao ar livre e escolheu o Parque das Nações Indígenas como cenário para o dia se tornar ainda mais divertido.

“Eu dei a opção e ela abraçou a ideia. Quando eu disse que as crianças iriam gostar, ela ficou mais animada ainda. E foi ela que sugeriu o lugar e as coisas que queria, conforme íamos decidindo os detalhes”, explica a mãe.

O sorriso de Giullia não nega que ela adorou a festa. (Foto: Arquivo Pessoal)O sorriso de Giullia não nega que ela adorou a festa. (Foto: Arquivo Pessoal)

Depois de fazer tantas comemorações em casa, shopping e até salão de festa, Ana Paula desejou que a festa no parque fosse um momento em que as crianças realmente pudessem brincar. “Festa em casa você tem que arrumar tudo antes e depois, temos que chamar todo mundo e lá no parque foi mais dedicado às crianças. Mas até para os pais que foram, foi divertido”, ressalta.

Programado para acontecer no sábado, a festa precisou adiada para o domingo por conta da chuva. Naquele dia, por sorte o dia amanheceu lindo. Ana Paula colocou toda a decoração e as comidas da festa no carro e partiram para o aniversário.

Ela não precisou pedir autorização para fazer o piquenique. Mas por conta de algumas decorações serem de vidro, não foi possível comemorar dentro do parque. Por isso, tudo foi montado do lado de fora, no jardim do estacionamento, mas próximo ao parquinho para que as crianças se divertissem. O tempo mudou no fim de semana, mas nem o frio tirou a energia da criançada.

Como um bom piquenique deve ser, toalha xadrez foi colada sobre a grama para receber as comidinhas. Vasos coloridos com flores, caixotes e um pallet que servia de mesa deixaram o espaço mais confortável e aconchegante. Para finalizar, bexigas, garrafinhas de vidro e plantas com vasos pintados, que foram dados de lembrancinha.

Entre os quitutes, Ana Paula admite que exagerou nos detalhes, mas foi tudo para agradar o paladar da criançada. Teve cachorro-quente, pipoca doce, espetinho de frutas, sanduíches naturais, gelinho, gelatina, doces, sucos e, claro, o bolo. 

"A única dificuldade é colocar tudo no carro, descer e arrumar. Mas como a gente já tinha deixado tudo organizado, foram 40 minutos para ajeitar tudo até as crianças chegarem”, explica.

Para Giullia foi um dos melhores aniversários. (Foto: Arquivo Pessoal)Para Giullia foi um dos melhores aniversários. (Foto: Arquivo Pessoal)
Depois de muita brincadeira, no fim do dia chegou o momento do parabéns. Depois de muita brincadeira, no fim do dia chegou o momento do parabéns.

Quando os convidados chegaram, a diversão tomou conta.

Quando fez o convite aos amigos da filha, Ana informou que cada um levasse patins, skate ou bicicleta para brincarem.

Além do parquinho próximo ao piquenique, os pequenos aproveitaram para correr e soltar pipa, enquanto alguns pais sentaram e aproveitaram o dia que estava radiante.

“Foi uma tarde super divertida, resolvemos levar pipa e tinha criança que nunca teve contato com uma pipa. E foi bacana observar como eles se sentiam livres para se divertir”.

Quando chegou o fim de tarde, foi o momento de cantar os parabéns aproveitando o por do sol. “Tenho certeza que eles aproveitaram muito mais do que se fosse um lugar fechado. E até para os adultos é divertido, sair um pouco de casa e aproveitar uma tarde ao lado deles vale a pena”, completa.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.