A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

26/09/2011 12:16

Na terra do churrasquinho, bar com buchada de bode, tapioca e cangaceiro faz 6 anos

Ângela Kempfer
Pernambucano vendeu Belina e montou bar, depois de trocar Recife por Campo Grande.Pernambucano vendeu Belina e montou bar, depois de trocar Recife por Campo Grande.

O bar com tapioca e buchada de bode chama a freguesia pelo colorido na fachada. As figuras dos cangaceiros, estampadas na parede do prédio na Vila Jacy, são apenas o começo do turismo, sem sair do cerrado. Com nordestino é assim: não importa a distância, a festa continua.

Veja Mais
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana
Ex-jogador de futebol abre diversão diferente: o jogo de sinuca com os pés

Dentro, há rede, santos, bandeirolas e outros elementos da cultura nordestina que transformaram a pequena tapiocaria e um ponto especial de Campo Grande. O dono, o “Pernambucano”, lá pelo meio da noite veste o chapéu de couro, pega a garrucha e sai pelas mesas oferecendo cachaça.

Há 6 anos, ele vendeu uma Belina velha, abriu uma portinha na rua José Paes de Faria, 77 (a Rua do Laticínio) e começou a vender tapioca na terra do churrasquinho. “Foi complicado. O povo chegava aqui dizendo: ‘se a tapioca estiver geladinha, desce uma’. Confundiam com a cachaça Ypioca”.

Cachaça Mata Vampiro, com alho.Cachaça Mata Vampiro, com alho.

Romero Bastos Quirino, o Pernambucano, é performático. Sabe do peso comercial do que é diferente. Ele capricha no sotaque e inventa. Com a garrucha nas mãos diz que é do “SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente. Quero saber se tem alguma reclamação”, aponta a arma em uma brincadeira que sempre rende gargalhadas.

Ele veio para Campo Grande há 8 anos, depois de conhecer o Pantanal. “Fiquei louco pela cidade. Há um ditado que diz que é do inferno que se conhece o paraíso”, lembra ao comparar Campo Grande a Recife, capital que deixava o pernambucano estressado.

Depois de 2 anos vendendo motos, perdeu o emprego e ao experimentar uma tapioca na feira, resolveu investir no negócio. “Fui comendo tudo que eu trouxe para cá, carro, até celular eu vendi. Então comi a tapioca na feira, ruim pra danar, e fiz a proposta para minha esposa, para abrir a tapiocaria”.

Com a propaganda de boca a boca, vieram os clientes, as reportagens em diferentes jornais e os colaboradores. Artista plástico de Porto de Galinhas (PE) pintou a fachada e o interior. Clientes doam suvenir que trazem de viagens ao nordeste e, assim, o bar fica cada vez mais nordestino.

“Trouxe a literatura de cordel, que eu adoro”, comenta Milton Giacomini, freguês com vários livretos na mão, colocados lado a lado para quem quiser experimentar também as histórias em rimas.

Ao som de Zé Ramalho e Dominguinhos, o garçom passa com caldo de mocotó e entrega ao trio de amigos sentado em uma das mesas, em dia de bar lotado. Dois deles são nordestinos, mas moram em São Bernardo dos Campos (SP) e trabalham na instalação de um laticínio em Terenos.

O metalúrgico Pedro Gomes descobriu o local há 6 meses e agora a parada é certa quando está em Campo Grande. “Todo dia é dia de nordestino e de coisas do Nordeste”, justifica.

A conversa é interrompida pelo grito. “Quem quer pinga de Caju?”. De graça, começa a degustação de pinga. Tem verde, amarela, branquinha, com lagosta, camarão e até de alho.

“Esta aqui é a Toma Vergonha. Político sempre bebe quando vem aqui, mas acho que tá vencida”, brinca o dono. Também tem a Juízo, a Mata Vampiro e uma infinidade de nomes na rodada gratuita de água ardente.

Rita Lee nordestina.Rita Lee nordestina.
Amigas em final de tarde na Tapiocaria.Amigas em final de tarde na Tapiocaria.

A turma da AACC (Associação de Apoio das Crianças com Câncer”) já adotou a tapiocaria como ponto de encontro.

“Tenho um pé em João Pessoa. Antes tinha cangas penduradas para decorar, ele evoluiu muito”, avalia Miriam Correa, que depois de um dia de trabalho sentou com a amiga para um fim de tarde nordestino.

“Quando começamos a vir, havia cadeiras de fio, em volta de uma árvore. Na festa junina, de repente ele (Romero) puxou a quadrilha e todo mundo empurrou a cadeira e saiu dançando”, conta Fernanda Oliveira.

Uma das preferências da clientela é a tapioca de carne seca com pimenta, uma delícia realmente. Também há camarão, cuscuz, queijo coalho e até caranguejo. O preço, nada muito alto.

O Lado B levou 7 pessoas para conhecer o lugar, comeu bastante e ainda voltou com 3 tapiocas para casa e a conta foi de R$ 152,00, pouco mais de R$ 21,00 por pessoa.

No dia 8 de outubro, Dia do Nordestino, o bar terá forró ao vivo, com o trio Forró no Ar, com zabumba, sanfona e triângulo.




TEM COISAS QUE POR MAIS QUE VC QUEIRA NÃO TEM COMO RETRIBUIR!!!GOSTARIA DE AGADECER A TODA REDAÇAO DO CAMPO GRANDE NEWS PELA MATERIA NOSSO MOVIMENTO AUMENTOU MUITO E 95% DE CLIENTES NOVOS QUE VIRAM A MATERIA!!!!AGRADEÇO A TODOS OS COMENTARIOS É BOM SABER QUE NÃO TEMOS CLIENTES TEMOS AMIGOS!!!
OBRIGADO CAMPO GRANDE NEWS PELO APOIO QUE DEUS ABENÇOE A TODOS !!!!

ROMERO BASTOS QUIRINO
 
TAPIOCARIA PERNAMBUCANA em 01/10/2011 12:20:46
Vocês precisam experimentar os caldos que fazem parte do cardápio, são ótimos, pra não dizer maravilhosos.....
 
PEDRO FERREIRA MEDEIROS em 27/09/2011 12:10:42
é o que faltava em campo grande essa tapiocaria veio pra tirar agente da mesmice!!! quando vou na tapiocaria parece que estou no nordeste e as brincadeiras do pernambuco não lembro nen dos problemas agente enche a barriga de energia e o espirito!!!!
parabens ao campo grande news pela materia tão agradavel!!!!
parabens tapiocaria continuem assim!!!!!
 
carlos martins em 27/09/2011 11:39:03
é realmente uma delícia . . . a batata recheada com sabores nordestinos, humm, muito boa . . . mas melhor ainda é morar a 50 metros da tapiocaria. Parabéns "seo" Romero e família, nossos queridos vizinhos.
 
Mauricio e Jane em 27/09/2011 09:16:52
Realmente o lugar é muito gostoso e as tapiocas então....hummm, nem se fala: deliciosas!! Moro do outro lado da cidade e não deixo de ir lá comer as delícias do lugar...minha filha então chora para ir comer a tapioca, comida esta que virou sua favorita. Parabéns pelo lugar!! Quem não conhece ainda não sabe o que esta perdendo.
 
Sandra oliveira em 27/09/2011 08:32:35
parabens romero isso e frutos do seu trabalho, como foi dito Deus tem coisas ainda maior para vc e sua casa. voçes são uma familia maravilhosa.
 
jose reginaldoem 26 de setembro-terça as 0800 em 27/09/2011 08:06:26
Qualquer dia destes eu visito o conterrâneo e comprovo o sucesso do lugar.
Minha unica objeção é que vou com a camisa do meu Náutico e não aceito choro, se o proprietário do lugar for de time rival...
 
Antônio Marcos Alencar em 27/09/2011 01:46:25
Meu grande e amigo Quirino, aqui é um seu amigo de farda,e Epitaciano, trabalhamos juntos no vacchi,(curtume), depois entramos na papa maike, você foi embora e esses dias o vi na TV,então fiquei sabendo do seu restaurante, qualquer dia desse vou aparecer ai pra experimentar a famosa tapioca e tomar dessa cahaça, uma abraço até lá. (Juraci) não sei se ainda se lembra de mim.
 
Juraci Garcia Lima em 26/09/2011 12:42:09
Vira e mexe o senhor Romero está de volta às reportagens com seu bom humor e atendimento exclusivo e inusitado tirando gargalhadas e conquistando os clientes. Todos os comerciantes deveriam ter em mente o que este grande empreendedor tem: Que o segredo do sucesso está no atendimento ao cliente, pois, ninguém abre um comércio senão para conquistar a clientela.
Parabéns, Romero!!!
 
Wellington Sampaio em 26/09/2011 12:32:22
Adoro a Tapiocaria! O clima é bacana, o Romero é ótimo! A família trabalha unida! Parabéns Pernambuco!
 
Jéssica Machado em 26/09/2011 12:23:13
Eu só não gostei da cachaça que ele me deu para provar o "Amansa Corno", tomei
e estou mansinho até hoje...snif...snif...
 
Ricardo de Alencar em 26/09/2011 10:22:12
Me deu água na boca!
 
Maria Marli em 26/09/2011 07:54:40
De muito bom gosto esta reportagem,gosto muito do nordeste e dos seus sabores e corres é tambem terra do bom humor.
 
Luis Mário em 26/09/2011 07:13:11
olha gente, nao é porque sou nordestino nao ,mais recomendo a tapiocaria , é um lugar de familia muito bom , agradavel e divertido, sem contar a comida muito boa.................parabens ,pernambuco.............
 
denis sabino em 26/09/2011 07:07:57
Parabens, Pernambuco,se todos os Brasileiros tivesse esta criatividade o nosso Pais seria bem melhor.
 
Silvio R. de Oliveira em 26/09/2011 07:04:32
sinceramente ai é um lugaar muito gostooso!!!!
 
Julia Mariana em 26/09/2011 06:13:59
Nunca ouvi falar desse que parece ser um prazeiroso lugar. Sou filho de nordestinos e adoro a comida típica de lá. No próximo domingo estarei na tapiocaria do arretado Quirino para experimentar o forte tempero da culinária de meus antepassados. Abraços.
 
oscar mendes em 26/09/2011 05:47:14
Uma matéria interessante que poderia inaugurar a: "série conhecendo nossa cidade". Bem melhor do que ter aí um monte de noticia de acidentes, mortes etc... Estou me organizando para amanhã estar lá visitando com uns amigos esse local nordestino...
 
Prof. Janio Batista de Macedo em 26/09/2011 05:12:44
GRANDE FERNANDINHA SAIU BEM NA FOTO ABRAÇÃO
 
PEDRO MAZZA em 26/09/2011 05:01:02
Tenho muito orgulho de ver como a tapiocaria vem ganhando reconhecimento cada vez mais em Campo Grande. Sou cliente deles desde o comecinho, quando as tapiocas eram vendidas no balão improvisado na janela e posso garantir que foi tudo conquistado com muito trabalho, dedicação, carisma e competência. Tudo é feito com muito capricho e carinho e o atendimento é nota 10, faz toda a diferença !
 
Fernanda Götz em 26/09/2011 03:09:31
Ótima a reportagem sobre a tapiocaria. O lugar realmente é muito bom, a comida é gostosa e o pernambucano sempre animado. Vale a pena conhecer!
 
Michele Cerzósimo em 26/09/2011 03:01:36
Que bacana saber que temos opções agradáveis como esta. Até me deu vontade de conhecer. Que a boa sorte esteja sempre neste lugar e que contagie aos demais para oferecerem ambientes agradáveis como este. Parabéns!!!
 
Mauricio Macedo Vieira em 26/09/2011 02:38:47
Olá Romero! Viu como Deus é bom? E você pode ter certeza meu amigo, muito mais ele tem pra você. Continue como sempre e em breve vamos ter que aumentar o espaço para poder receber os novos amigos, porque você não tem clientes, tem amigos. Um grande abraço, muito mais sucesso pra você e até a próxima tapioca.
 
VALTER ANTUNES em 26/09/2011 02:34:58
Olá, pessoal! Estou em Paranaíba mas qdo eu chegar, vou matar a saudades de comer a tapióca Piauí. Um abraço do Sergio vizinho pro seu Romero e um beijão pra Tâmara. Aconselho a todos a ir lá tomar uma gelada e comer uma tapióca. Vale a pena...
 
SERGIO ROBERTO DE CARVALHO em 26/09/2011 01:19:56
Parabéns ao Campo Grande News! O Lado B está mostrando a riqueza de nossa Capital, ganhamos todos quando saímos do circuito conhecido!
 
Cristian Moraes em 26/09/2011 01:17:38
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.