A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

06/04/2014 07:19

No Taveirópolis, bar tem feijoada e churrasco, mas corta bebida de quem exagera

Anny Malagolini
(Foto: Marcos Ermínio)(Foto: Marcos Ermínio)

No Taveirópolis, a vizinhança tem sertanejo nas noites de sextas-feiras e o pagode para embalar a feijoada do almoço, no sábado. No “Sertanejo’s Bar”, de quebra, o cliente ainda ganha caipirinha em dia do prato mais brasileiro de todos. Mas apesar da bebida de brinde, a casa estabeleceu regras para evitar abusos.

Veja Mais
Humberto Gessinger, Ludmilla e Whindersson Nunes chegam no fim de semana
Ex-jogador de futebol abre diversão diferente: o jogo de sinuca com os pés

A primeira experiência no local não foi das melhores, lembra o dono: “Veio um pessoal diferente”. Por conta disso, ele criou algumas regras para quem quiser frequentar o bar como: Não é permitido ficar sem camisa, ou chegar já embriagado. E quando o cliente começa a exagerar, a bebida é suspensa. “Assim a gente seleciona o público”, justifica.

A feijoada custa R$ 15,00, mas o local também oferece espetinho, caldos e lanches durante os outros dias da semana. Nos domingos, o almoço da casa é o churrasco, por R$ 15,00 por pessoa.

O bar foi aberto há cinco meses, pelo comerciante Oswaldo Mussato Junior, de 44 anos, que veio morar na capital para abrir o negócio. Sem conhecer muito a nova cidade, escolheu o ponto que fica a poucas quadras da sua casa.

A cidade natal de Oswaldo, no interior do estado de São Paulo, é tomada pela música sertaneja e em Campo Grande, ele quis apostar no mesmo estilo, mas no sábado, dia de pagode com banda completa, é que o movimento é grande. 

O bar de esquina dispõe de duas calçadas, mas é do outro lado da rua, na calçada da escola da frente, embaixo das figueiras é que os clientes preferem sentar e esperar o garçom. “Ficam mais a vontade”, comenta.

A ideia era ter música ao vivo, mas o fluxo de clientes decepcionou Oswaldo, que cancelou as apresentações a princípio. Mas há dois meses, a dupla Luana e Matheus se apresenta por insistência de Matheus, que escolheu o lugar para dar inicio à carreira. Também morador do Taveirópolis, um dia resolveu conhecer o lugar e fez a proposta ao dono. “Escolhi o lugar para me promover, dar início”.

O pessoal gostou tanto, que uma cabeleireira que tem um salão na região e ouviu os dois quis ajudar a dupla, e se tornou “personal stylit” de Luana e Matheus. 

Encontrar um espaço que ofereça refeição a vontade por R$ 15,00, é quase impossível hoje em dia, e apesar do preço acessível, Oswaldo acredita, que para a região, o valor também limita o público, para que assim o ambiente seja “tranquilo”.

O bar funciona na Albert Sabin, 676, de terça a sexta-feira, a partir das 17 horas, e nos sábados e domingos, abre para o almoço às 11 horas.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.